Milão

Milão. Facebooktwittergoogle_plus

Visite Milão

Localizada no norte da Itália, Milão é o centro comercial e financeiro do país e um dos cinco principais destinos de negócios da Europa. Com cerca de 1.300 milhão de habitantes é a segunda maior cidade da Itália. Milão se destaca como capital européia da moda e do design. A cidade encanta com suas ruas de paralelepípedos, charmosas praças e a mistura dos estilos arquitetônicos neoclássico, renascentista e gótico. Milão tem um centro histórico, com museus, igrejas e palácios altos e interessantes, e bairros que esbanjam uma intensa vida cultural e noturna.

A Catedral de Milão construída em estilo gótico, ocupa uma área de 11.700m² na praça Duomo. São 157m de comprimento, 92m de largura e 108m de altura no ponto mais alto, onde está a estatua dourada da Madonnina do Perego. O templo, que começou a ser erguido em 1386, só foi finalizado 500 anos mais tarde, tem um total de 3,5 mil estátuas em sua área externa. No telhado as centenas de agulhas altíssimas, de arcos e gárgulas, estátuas e cariátides esculpidos em mármore impressionam tanto quanto sua fachada, com seus 8.200 blocos de mármore. Em seu interior, vitrais que vão do século 13 ao 20, contam histórias da bíblia, o coro de madeira, os órgãos seculares, 5 naves, piso de mármore de três ou quatro tonalidades que formam belos desenhos e 52 gigantescas colunas de pedra que dão sustentação ao telhado. E ainda, a cripta de São Carlos, os restos romanos nos subterrâneos e a estátua de São Bartolomeu apóstolo, que segura a sua própria pele. Um visita ao topo da catedral proporciona uma das vistas mais belas da cidade.

A Basílica de Sant’Ambrogio é uma das igrejas mais antigas de Milão e um dos principais edifícios históricos medievais na Lombardia. Fundada no ano de 379 é dedicada ao patrono de Milão, e tem como um de seus grandes destaques um altar dourado. Dentro da Basílica encontra-se a cripta com os restos mortais do santo e os belíssimos Tesouro de Santo Ambrósio, que contém pinturas, mosaicos, tapeçarias, mármores, roupas e outros objetos preciosos. A porta original esculpida em madeira, com cenas da vida de David e Saul, data dos séculos IV e VII, os fragmentos são mantidos no Museu de Santo Ambrósio.

Santa Maria de La Gracie é uma igreja construída entre 1466 e 1490. Patrimônio mundial da UNESCO, é parte de um conjunto que inclui um convento. Desenhados pelos arquitetos Solari e Bramante, abrigam em seu interior afrescos de Butionone e Gerrari, e ostentam uma impressionante arquitetura. Seu grande destaque é uma das obras mais célebres do mundo: “A Última Ceia” de Leonardo da Vinci, pintado entre 1494 e 1498 em uma parede do refeitório do convento.

A Gallleria Vittorio Emanuelle foi projetada em 1861 e construída entre 1865 e 1877 por Giuseppe Mengoni. Projetada em forma de cruz, foi construída para comunicar a Piazza Del Duomo com a Piazza della Scala e possui diferentes entradas em forma de arcos de triunfo. É coberta por uma cúpula de vidro com 47 metros de altura e tem em suas paredes diversos afrescos e detalhes arquitetônicos.
O Castello Sforzesco situado no centro de Milão, foi construído no século XV por Francesco Sforza. O Castelo está as margens do Parque Sempione, o maior parque de Milão. O interior do Castelo se encontram diversos museus que abrigam obras-primas como a última escultura de Michelangelo, a Pietá Rondanini, pinturas de Tintoretto, Mantegna, Tiziano, entre outras relíquias. Alguns museus como o Museu de Arte Antiga, Museu do Móvel, Museu dos Instrumentos Musicais e o Museu da Pré-história, matem exposições fixas.

O Parque Sempione, construído em 1893, uma área de 50 hectares, fica perto do centro histórico de Milão e é uma das maiores áreas verdes da cidade.O parque têm amplos jardins gramados, árvores frondosas e um grande número de lagoas, onde além de peixes, pode-se ver tartarugas e aves aquáticas. As principais atrações do parque são o magnífico Palazzo Del Arte que abriga exposições de artes decorativas , bem como o Arco da Paz, uma obra do século 19, pode ser admirado por todo o parque.Ainda no parque, a Torre Branca, a 108 metros do solo do parque, possui uma plataforma de observação a 97 metros de altura, que proporciona uma das melhores vistas de Milão.

A Biblioteca e Pinacoteca Ambrosiana, cujo nome vem de Ambrósio, o santo padroeiro da cidade, é a mais antiga biblioteca pública europeia, com 400 anos de idade. A Biblioteca e Pinacoteca contém mais de um milhão de livros antigos e milhares de pinturas dos artistas mais importantes do mundo, entre eles Tiziano, Bramantino, Botticelli e Leonardo Rafael. Também abriga um acervo de documentos únicos como o Códex Atlanticus de Leonardo da Vinci e outros 12.000 desenhos do século XIV ao século XIX.A Pinacoteca foi estragada durante a Segunda Guerra Mundial, mas foi restaurada em 1950.

A Pinacoteca Brera localizada no Pallazo de Brera, é o primeiro museu em Milão e uma das galerias de arte mais famosas do mundo, e abriga algumas das mais prestigiadas seleções de pinturas, obras de arte antigas e modernas, bem como esculturas de importantes artistas italianos do século XX. Boa parte da coleção é composta por pinturas pertencentes a igrejas e monastérios que foram fechados, em sua grande maioria, durante o período Napoleônico. Trabalhos de mestres como Gentile da Fabriano, Mantegna, Bellini, Tintoretto, Bramantino, Piero della Francesca e Raffaello Sanzio, Caravaggio, Tiepolo podem ser apreciados na Pinacoteca. No Pallazo de Brera também se encontram A Biblioteca de Brera, O Observatório de Astronomia, O Instituto Lombardo para Ciência e Arte, entre outros.

O Museu da Ciência e da Tecnologia Leonardo da Vinci, está instalado em um mosteiro olivetano construído no século XVI. Seus 40 mil metros quadrados de extensão, abrigam 14 mil objetos, sete departamentos, 16 áreas de exibição, 13 laboratórios e duas bibliotecas. Fundado em 1953, o local é o maior da Itália no segmento. Uma parte do espaço é totalmente interativa, como os laboratórios onde o visitante pode participar de diversos experimentos. As coleções nas áreas de transporte, comunicação e energia são simplesmente imperdíveis, além dos modelos de máquinas baseadas nos desenhos de Da Vinci e a visita ao submarino Enrico Toti.

O Teatro Alla Scala é uma das óperas mais famosas do mundo. Erguido em 1776 pelo arquiteto italiano Giuseppe Piermarini, o teatro possui um dos maiores palcos da Itália, e acomoda 2.015 espectadores sentados. No centro da sala de espetáculos há um encantador lustre de cristal. O Scala consagrou gênios como Verdi e Maria Callas. Ainda inclui museu com coleções de instrumentos, figurinos, móveis de época e peças de montagens antigas.

Considerada uma das capitais mundiais da moda, Milão oferece inúmeras opções e zonas para fazer compras. Por todos os bairros, abundam lojas de roupas de grife e de acessórios para casa. A mais famosa área de compras da cidade, é chamada de Quadrilátero de Ouro, formado pelas vias Montenapoleone, Della Spiga, Manzoni e Venezia. O lugar é ideal para quem pretende comprar roupas de marcas famosas como Dolce & Gabbana, Armani, Louis Vuitton, Chanel, Versace. Uma boa opção para aqueles que desejam adquirir peças exclusivas a preços menores são os outlets , a exemplo do FoxTown, que fica a mais ou menos 50km da cidade. Para ir às compras, sem gastar todo seu dinheiro, há quatro importantes ruas de Milão: Corso Vittorio Emanuele, Corso Buenos Aires, Via Torino e Corso di Porta Ticinese.

Como toda boa cidade italiana, Milão não decepciona quanto o assunto é comida. Vinho com uma boa massa faz a combinação perfeita em muitas trattorias e restaurantes locais. Para quem gosta de tradição não pode deixar de experimentar pratos típicos como o risoto à milanesa, preparado com açafrão e, acompanhado com ossobuco. A polenta também aparece na lista de especialidades da culinária local, além da Cassoeula, ensopado que tem origem na cozinha mais simples, feita de verduras e carnes poucos nobres, como as linguiças, e do queijo mascarpone, bastante usado no preparo de doces, entre outras iguarias. Outra boa opção, e bem mais em conta, são algumas das diversas opções de pizza da cidade.Mas sendo uma das mais cosmopolitas das cidades italianas, Milão ainda oferece também comidas do mundo inteiro.

Milão está repleta de bons programas noturnos que garantem diversão para todos os tipos de público. A cidade oferece bares animados, restaurantes e boates, além disso, alguns deles incluem música ao vivo, especialmente bandas de jazz e algumas bandas locais. Quiosques espalhados pela cidade, oferecem o já famoso happy hour milanês com dj’s e diversão até altas horas, além dos drinks e petiscos. Os bares mais descolados e moderninhos estão nos bairros Navigli e La Brera que é um reduto de artista. Na região da porta Ticinese e da Praça Vetra a balada fica por conta das várias choperias espalhadas pela área.

Milão oferece hotéis dos mais diversos tipos, desde os mais luxuosos, de grandes redes com padrão internacional, a estabelecimentos do tipo quarto e café da manhã, a albergues e apartamentos de temporada. Quem procura facilidade de locomoção, a melhor escolha são os arredores da Stazione Centrale, que funciona como terminal ferroviário, estação de metrô e ponto de partida para muitos dos ônibus que circulam entre a cidade e os aeroportos. Para quem quer economizar e pretende gastar menos, uma boa escolha são os estabelecimentos que ficam na Avenida Corso Buenos Aires e próximos à Estação Central de Milão, também bem servidos de transporte público. Já quem não está preocupando com os gatos e preferem hotéis mais requintados e bem localizados vai encontrar as melhores opções em Brera, um bairro que fica próximo à Catedral Duomo e onde estão vários pontos turísticos interessantes, galerias de arte, restaurantes, bares e cafés.

As principais portas de entrada de Milão são dois aeroportos. O Aeroporto Malpensa recebe voos intercontinentais em dois terminais de passageiros e várias companhias aéreas já operam esse trecho a partir das principais capitais brasileiras. O aeroporto fica a cerca de 50km do centro de Milão e trajeto pode ser feito de trem, que partem do terminal 1, ou de ônibus executivo. O outro aeroporto é o Milano Linate, que recebe principalmente os voos domésticos e os do próprio continente europeu. Está localizado a apenas 7 km de Milão e também é acessível pelo sistema de transporte público.

Algumas imagens de Milão

Milão2

Milão_catedral

Milão

Milão_aereo

Passagem Aérea Promocional para Milão

Saída Rio de Janeiro para Milão – Março 2015, ida e volta

Saída São Paulo para Milão – Março 2015, ida e volta

Saída Belo Horizonte para Milão – Março 2015, ida e volta

Saída Porto Alegre para Milão – Março 2015, ida e volta

Saída Brasília para Milão – Março 2015, ida e volta

Saída Curitiba para Milão – Março 2015, ida e volta

Saída Salvador para Milão – Março 2015, ida e volta

Saída Fortaleza para Milão – Março 2015, ida e volta

Saída Florianópolis para Milão – Março 2015, ida e volta

Saída Natal para Milão – Março 2015, ida e volta

Saída Aracajú para Milão – Março 2015, ida e volta

Confira alguns destinos com ofertas especiais!

CNPJ: 17219734/0001-69 | Rua Antonio Aleixo , 604 - Belo Horizonte - MG - CEP 30180-150
© 2016 Passagens Promo - Todos os direitos reservados Emitir Shop | By - 2XT Tecnologia - Passagens Promo 2016