Quais são os riscos e implicações de viajar com milhas?

Quais são os riscos e implicações de viajar com milhas?. Facebooktwittergoogle_plus

Muito provavelmente você conhece alguém que ganhou dinheiro vendendo milhas que estavam prestes a expirar ou que buscou pontos à venda para economizar no valor das passagens aéreas. Mas você sabe dos riscos que viajar com milhas envolve?

Isso mesmo: riscos. Na verdade, estamos falando de um “mercado negro” que vem crescendo no país (tanto que, agora, existem vários sites especializados no ramo) e de uma atitude que exige muita atenção das pessoas que decidem se aventurar em negociações nebulosas e deixar o momento do embarque, digamos, mais emocionante.

Neste post, vamos explicar como funciona um programa de fidelidade aérea e listar 5 riscos de viajar com milhas, especialmente quando elas são adquiridas com terceiros. Acompanhe:

Como funciona o programa de milhas?

O funcionamento dos programas de milhas varia de acordo com a companhia aérea, mas, basicamente, todos eles seguem a mesma lógica. Ao voar com a empresa ou, em alguns casos, com companhias parceiras, você junta pontos que podem ser trocados por:

  • passagens aéreas nacionais;
  • passagens aéreas internacionais;
  • upgrades de cabine;
  • pacotes de viagem;
  • outros produtos e serviços oferecidos pela companhia aérea.

Dessa forma, quanto mais você viaja, mais acumula milhas — e é aqui que se encontra a maior diferença entre os programas, dado que a taxa de conversão de pontos se diversifica de companhia para companhia. E quanto maior o número de milhar, maior é a possibilidade de adquirir benefícios gratuitamente.

Quais são os riscos de viajar com milhas?

“Mas esses programas parecem tão vantajosos”, você deve estar pensando. No entanto, existem alguns riscos — muitos deles pouco conhecidos — para quem decide viajar com milhas, principalmente quando elas são de terceiros. Continue com a leitura e veja sobre o que estamos falando:

Você estará participando de uma infração

Primeiramente, é importante entender que a comercialização de milhas, isto é, a compra de pontos acumulados por terceiros, constitui uma infração. Apesar de os anúncios das empresas especializadas nesse tipo de transação passarem a (falsa) impressão de que se trata de um ato legal, a compra e a venda de milhas vai contra o regulamento do programa ao qual você se associou.

Você pode perder o seu bilhete e os seus benefícios

Caso esse ato ilegal seja comprovado, a maioria dos programas de milhas se dão o direito, nas cláusulas do contrato firmado, de interceptar e cancelar o bilhete emitido, remover o associado do programa de fidelidade e, ainda, remover as milhas acumuladas até então.

No regulamento do programa de fidelidade da Latam Airlines, por exemplo, há a seguinte condição:

É expressamente vedado ao Cliente praticar todo e qualquer tipo de comercialização dos benefícios, vantagens ou passagens-prêmio obtidos por meio deste Programa, inclusive, mas não se limitando a compras, vendas, cessões, doações ou permutas de Pontuação. A comprovação de tais práticas ensejará a imediata exclusão do Cliente do Programa e o cancelamento de sua Pontuação, além da aplicação das medidas judiciais cabíveis, sem que qualquer indenização seja devida ao Cliente em razão de tal exclusão.

Já o programa Smiles, da Gol Linhas Aéreas, informa:

SEM PREJUÍZO DAS SANÇÕES CIVIS, ADMINISTRATIVAS E CRIMINAIS CABÍVEIS, A SMILES PODERÁ EXCLUIR OU SUSPENDER DO PROGRAMA SMILES O PARTICIPANTE QUE:

negociar, sob qualquer forma, suas Milhas Smiles com terceiros, fora das regras previstas neste Regulamento, incluindo, mas não se limitando, aos casos de compra e venda irregular de Bilhetes Aéreos ou de produtos e serviços disponibilizados na Loja Virtual.

Esse é um tipo de prejuízo que você não deseja ter, não é verdade?

Você pode se tornar vítima de um golpe

Como se não bastasse o risco de ser punido pelas companhias aéreas, você ainda tem a chance de ter os seus dados pessoais roubados. Afinal de contas, para administrar a compra e a venda de milhas, as empresas precisam de alguns dados dos clientes, como:

  • nome completo;
  • documentos de identificação (RG e CPF, por exemplo);
  • número de telefone;
  • endereço;
  • número da conta bancária;
  • e, em alguns casos, até mesmo códigos de acesso e assinatura eletrônica.

Se você observar bem, vai notar que muitos dos negócios que compram e vendem pontos de programas de fidelidade aérea não identificam a pessoa responsável pelo empreendimento nem têm nenhum meio de contato, seja um e-mail ou uma linha telefônica.

Você não terá nenhum amparo legal

Você foi lesado de alguma forma. E agora, a quem vai recorrer? Lembre-se de que, em caso de golpe, não adianta procurar a justiça nem os órgãos de defesa do consumidor. Como se trata de uma negociação ilegal, não há como pedir nenhum tipo de indenização para a compra de milhas. Além disso, mesmo que a pontuação seja estornada, os benefícios voltarão para a conta do titular do programa de fidelidade, e não para a sua.

Você terá dificuldades em caso de imprevistos

Por sorte, você não foi vítima de nenhuma ação ruim. No entanto, é preciso se lembrar de que as passagens emitidas por meio dos programas de fidelidade são muito restritas e que, por isso, é improvável que sejam emitidas em datas mais concorridas — como férias, feriados e os períodos de alta temporada no destino.

Fora isso, mudanças nos bilhetes — sejam elas de dia ou de rota — são complicadas e sujeitas a disponibilidade de assentos. Para complicar ainda mais essa situação, as alterações podem depender da boa vontade do titular do programa de fidelidade.

Como você pôde perceber, apesar de simples e vantajosos à primeira vista, os programas de milhas das companhias aéreas podem esconder alguns detalhes capazes de atrapalhar uma viagem.

O problema pode se tornar ainda maior caso as passagens tenham sido adquiridas a partir da conta de outra pessoa — afinal de contas, trata-se de uma negociação ilegal, passível de golpe e sem qualquer amparo legal. Por isso, a melhor decisão é garantir o conforto e a segurança do seu embarque com a compra tradicional de bilhetes.

Você achou este post sobre os riscos de viajar com milhas útil? Então compartilhe-o nas suas redes sociais, ajude os seus amigos a entenderem os problemas que esse tipo de escolha envolve e faça com que mais pessoas viagem tranquilamente!

viajar com milhas

Confira alguns destinos com ofertas especiais!

CNPJ: 17219734/0001-69 | Rua Antonio Aleixo , 604 - Belo Horizonte - MG - CEP 30180-150
© 2017 Passagens Promo - Todos os direitos reservados Emitir Shop | By - 2XT Tecnologia - Passagens Promo 2017