Cabo Frio

Cabo Frio.

Com cerca de 126 mil habitantes, Cabo Frio é considerada a sétima cidade mais antiga do Brasil, com quase 400 anos de história. Localizada na Região dos Lagos, a apenas 2 horas do Rio de Janeiro, a cidade possui conjuntos arquitetônicos e sítios arqueológicos, como o cemitério indígena e o Morro da Guia, santuário da mitologia dos índios. Com sol brilhando quase todo o ano, Cabo Frio têm paisagens paradisíacas que aliam áreas de preservação ecológica, com praias de águas transparentes e areia branca e dunas que podem chegar a 30 metros de altura.

Cabo Frio oferece atividades para todos os gostos: iatismo, surf, mergulho, passeios de barco, bicicleta, trilhas, passeios de barco, escunas, traineiras e muito mais em suas diversas praias. Para quem escolhe pedalar, um guia explica a história e a geografia da cidade e passa por alguns pontos turísticos, e quem opta pelo mergulho, encanta-se pela rica vida marinha da região. Os melhores programas de Cabo Frio são feitos durante o dia, sob a luz do sol, como surfar, mergulhar, passear de barco. A cidade também conta com inúmeras ilhas, onde se destacam a Ilha dos Anjos, onde se pesca o melhor camarão da região; a Ilha dos Pargos, rica em anchovas; Ilha Dois Irmãos, Ilhas dos Papagaios, Ilha do Japonês, famosa por proporcionar trilhas para caminhadas, e Ilha Comprida, apropriada para a prática do mergulho e pesca submarina.

  • A Praia do Forte também conhecida como praia da Barra com seus 7.5 km de extensão, é a principal e a mais movimentada. Point de jovens e turistas, é considerada por velejadores internacionais como a maior raia do mundo para a prática do esporte. Em seu extremo esquerdo está localizado o Forte São Mateus. Sua orla toda iluminada e repleta de barzinhos, pizzarias, sorveterias e restaurantes.
  • A Praia do Peró possui 7 km de extensão de águas límpidas e com temperatura amena, é bastante procurada pelos surfistas. A parte urbanizada é tomada por casas de veraneio e barracas. Em seu anto esquerdo abriga dunas de areia branca e fina. Fica a 7 km do centro de Cabo Frio. Em toda sua orla existem quiosques, restaurantes e música ao vivo.
  • A Praia das Conchas possui 600 metros de extensão e tem um formato de uma concha. Com De tom azul turquesa, é freqüentada por famílias e adeptos dos esportes náuticos, por suas águas cristalinas e tranquilas, é ideal para mergulho e para pesca de arremesso. Separada da praia do Peró apenas por um morro, na maré alta a praia se une à vizinha, formando um cenário ainda mais paradisíaco. Possui quiosques, restaurantes e música ao vivo e proporciona uma linda vista das ilhas de Cabo Frio. Na alta estação, há aluguel de caiaques e cavalos.
  • A Praia do Foguete tem 7,5 quilômetros e é uma praia de águas frias e profundas. Menos frequentada que a praia do Forte é uma boa opção para quem quer tranquilidade. É ideal para prática de esporte a vela, como kitesurf e windsurf. Localizada a quatro quilômetros do centro da cidade e oferece quiosques na areia, bares e restaurantes no calçadão.
  • A Praia Brava, com ondas fortes e areia fofa, é cercada por escarpas de 20 metros de altura. Com 400 metros de extensão é a favorita dos surfistas e bodyboarders. Em seu lado direito possui uma área que é reservada para a prática do nudismo. Para se chegar até ela o percurso é feito a pé, por meio de trilhas.
  • O Forte São Matheus foi construído no século XVII pelos portugueses, para defender a terra das invasões dos franceses, ingleses e holandeses. Ainda restam os canhões utilizados nas batalhas, que continuam voltados para o mar. A casa que antes servia de moradia para os soldados, hoje serve de espaço para a exposição de artesanatos e quadros de artistas da região. Localizado no canto esquerdo da praia, O forte proporciona uma visão completa de toda a extensão da praia até Arraial do Cabo.
  • O Convento Nossa Senhora dos Anjos é um dos mais expressivos exemplares da arquitetura colonial no Brasil. Construído em pedra e cal, foi inaugurado em 1696 e está localizado no Largo de Santo Antônio. Com destaques para nave central da capela-mor, com as pinturas no teto, os painéis dos altares laterais e o piso de lajotas de barro. Desde 1982, funciona no covento o Museu de Arte Religiosa e Tradicional, com exposição de imagens barrocas em terracota e madeira dos séculos 17 e 18.
  • O Morro da Guia é o maior mirante de Cabo Frio e oferece uma belíssima vista da cidade e mantêm em seu entorno uma vasta coleção de espécies nativas da restinga e da mata atlântica e diversas pedras sulcadas que formam um sítio arqueológico datado do período Arcaico ou Pré-cerâmico. De lá é possível se ver todo o Centro e bairros entornos, além do Canal Itajurú e Praia do Forte. O local tem jardim e a Capela Nossa Senhora da Guia, construída em 1740, e que é parte de um conjunto arquitetônico religioso.
  • A Reserva dos Sambaquis é um o sítio arqueológico, localizado na área entre o final da praia do Forte até a praia das Conchas, que guarda ossadas e pertences dos índios que há séculos viveram a região, representando um valioso pedaço da história dos indígenas brasileiros. A riqueza dos estudos arqueológicos desses artefatos é muito grande porque junto ao morto eram enterrados seus pertences, representando os costumes de toda uma sociedade. A área de Sambaquis pode ser visitada.
  • O Parque ecológico Dormitório das Garças, é um precioso ecossistema que consiste em um manguezal localizado na maior laguna hipersalina do mundo em estado permanentemente aberto. Inaugurado em 5 de junho de 2007, Dia Mundial do Meio Ambiente, abriga cerca de 1.400 garças brancas e mais 39 espécies de aves, além da fauna sazonal. Ocupa uma área de 215 mil m², isenta de qualquer aporte sistemático de água doce. É um ótimo local para um encontro com a natureza e para tirar fotografias.
  • O Parque das Dunas localizado no bairro Foguete, é uma área natural protegida por lei por serem bastante vulneráveis, os morros de areias brancas e finas se movimentam conforme os ventos. Entre as dunas do parque, se destaca a maior de todas, Duna “Dama Branca”, com 33 metros de altura, muito freqüentada para apreciar o pôr-do-sol, foi tombada pelo Instituto Estadual do Patrimônio Cultural em 1988.
  • O Canal Itajuru, com 6 Km de extensão, liga a Lagoa de Araruama ao Oceano Atlântico. No calçadão, na beira do canal, fica a famosa feira de artesanato em sua margem encontramos também casas e mansões de artistas e pessoas famosas, o mercado do peixe, clubes de iatismo e lazer, embarcações que fazem passeios turístico.
  • A Ponte Feliciano Sodré inaugurada em 1926, se tornou um marco na época em que foi erguida por ser o maior vão livre do país. A Ponte que liga o centro da cidade ao bairro da Gamboa, onde fica a rua dos Biquinis e também é via de acesso ao município de Búzios, foi durante décadas a única entrada da cidade. A Ponte é um dos monumentos que fazem parte da iluminação especial da cidade. Durante a noite ela recebe uma luz que muda de cor de acordo com as estações do ano.

Em Cabo Frio,caté mesmo quando se vai às compras é possível manter o contato com a natureza. A Rua dos Bíquinis é um shopping a céu aberto que comporta mais de 70 lojas que oferecem roupas de banho e acessórios praianos produzidos na própria cidade. Mesmo curtindo um dia de sol na praia, é possível encontrar artesãos vendendo seus trabalhos.As feiras de artesanato são tradicionais na cidade, na a famosa feira de artesanato do Canal do Itajurú, são mais de 500 expositores que apresentam trabalhos em madeiras, tecido, biscuit, crochê, bijouterias e objetos de decoração, e na praia do Forte há uma área com boxes próxima à praia que reúne cerca de cem expositores. As lojas de artesanato da cidade fazem a alegria dos compradores, uma boa opção é a Casa Artesanal, com mais de 20 ambientes decorados com peças feitas por artesãos locais. Os bairros do Centro e São Bento concentram a maior parte do comércio da cidade.

A noite de Cabo Frio atende a todas as preferências, e não deixa ninguém ir dormir mais cedo por falta de opção de lazer sempre com muito charme, em restaurantes, bares e petisqueiras, e os agitos nas boates e bares dançantes, fazendo a vida noturna da cidade uma das mais agitadas para quem gosta de aproveitar a noite.

Em diversos pontos existem bares e restaurantes com música ao vivo. O Boulevard Canal, um calçadão às margens do canal do Itajurú, com diversos bares e restaurantes com música ao vivo, é o point eleito pelos turistas. O calçadão da praia do Forte também é repleto de bares, lanchonetes e restaurantes. O bairro da Passagem é outra boa opção, com barzinhos com música ao vivo e petiscos. O Cabofolia, carnaval fora de época que acontece na cidade em janeiro, é outra atração que faz sucesso todos os anos desde a sua primeira edição em 1998, atraindo os amantes de axé.

Quando o assunto é gastronomia Cabo Frio não deixa a desejar e oferece diversas opções de alimentação espalhadas por lugares estratégicos da cidade, mas grande parte dos restaurantes de Cabo Frio está reunida no Canal e no bairro da Passagem. São redes fast food, restaurantes de comida caseira, lanchonetes variadas, além das especialidades da região que são os pratos e petiscos de frutos do mar, como em qualquer cidade litorânea. O Restaurante da Ponte oferece refeições de ótimo custo-benefício. No restaurante Picolino, instalado no Boulevard Canal, uma boa pedida é o mix de peixes grelhados sobre espaguete de legumes e curtir a varanda de frente para o canal. O Bar e Restaurante Navegante no centro de Cabo Frio, é especializado em frutos do mar e grelhados e funciona como ponto de encontro para boemios de plantão. Outra sugestão, ponto de encontro de jovens, é a renomada creperia Chez Michou.

Cabo Frio possui ótima infra-estrutura turística, com bons hotéis, pousadas e aluguel para temporada, com opções para todos os gostos e bolsos. Durante o verão, Cabo Frio atrai um público que vai de surfistas a famílias e na baixa temporada, é o turismo de negócios que movimenta os hotéis. No centro e nas regiões da Ogiva, Praia do Peró e Praia do Forte, há várias opções de hotéis e pousadas com preços diversos.

Há vôos direto para Cabo Frio dos principais aeroportos brasileiros diariamente. Também existe a s opção de voar para os aeroportos do Rio de Janeiro e terminar a viagem até Cabo Frio de ônibus. Também há a opção de ônibus partindo das principais capitais do país. Do Rio de Janeiro, há saídas diárias da rodoviária Novo Rio. Para ir de carro, pegue a rodovia Niterói-Manilha (BR-101) e entre na rodovia Rio Bonito-Araruama (RJ-124). Depois, siga a rodovia Via Lagos até São Pedro D’Aldeia e continue pela RJ-140 até Cabo Frio. Há pedágio tanto na ponte Rio-Niterói como na Via Lagos. Indo de Macaé e Campos, o acesso é pela RJ-106.

Confira alguns destinos com ofertas especiais!

CNPJ: 17219734/0001-69 | Rua Antonio Aleixo , 604 - Belo Horizonte - MG - CEP 30180-150
© 2016 Passagens Promo - Todos os direitos reservados Emitir Shop | By - 2XT Tecnologia - Passagens Promo 2016