Aiuruoca, MG: como chegar, mapa, atrações e dicas de viagem

Principal porta de entrada para o Vale do Matutu, Aiuruoca, MG, é uma cidade pacata, encravada entre os morros e curvas da Serra da Mantiqueira, a mais de 1.050 metros de altitude.

Lar de 6.000 habitantes, o destino abriga mais de 80 cachoeiras, 42 delas catalogadas e de fácil acesso, além de belas pousadas, um centrinho super charmoso, piscinas naturais e centenas de trilhas.

Neste artigo, você encontra as principais informações para planejar a sua viagem e desfrutar de uma estadia agradável: como chegar, o que fazer, onde ficar, os melhores restaurantes e muito mais, veja só!

Confira passagens aéreas com preços promocionais neste link!

Aiuruoca, MG: descubra o melhor do ecoturismo no estado!

Uma das atrações do Circuito Terras Altas da Mantiqueira, Aiuruoca é uma cidadezinha que parece abençoada por Deus e bonita por natureza.

Ali se escondem, além das belezas da serra, dezenas de cachoeiras, o Parque Estadual da Serra do Papagaio, as águas cristalinas do rio Aiuruoca e uma excelente infraestrutura hoteleira e de serviços.

O rol de atrações dessa pequena cidade do Sul de Minas é extenso, o que rendeu o apelido de “paraíso do ecoturismo” a Aiuruoca, MG: cachoeiras, rios, trilhas para ciclismo, 4×4, trekking, mountain bike e muito mais esperam pelo visitante.

Se você não gosta de adrenalina, não se preocupe: que tal explorar restaurantes que servem o melhor da comida mineira, relaxar em meio ao ar puro ou visitar o centro histórico de uma cidade fundada no começo do século XVIII?

O que quer dizer Aiuruoca?

O que quer dizer Aiuruoca
Fonte: Pixabay

O que quer dizer Aiuruoca?

Existem duas teorias para as origens do nome de Aiuruoca, MG, uma delas mais aceita do que a outra: ambas as teses envolvem os indígenas que vivem na região há séculos.

A especulação mais famosa é de que a cidade pode ter sido batizada como “terra dos papagaios”, resultado da mistura das palavras em tupi aîuru (“papagaio”) e oka (“casa”).

Outra linha de pesquisa sugere que, na verdade, pode ser que o nome da cidade signifique “Terra dos Ayuruãs”, uma referência direta ao povo que vivia ali.

Não importa qual das teorias esteja mais correta, uma coisa é certa: a cidade pode ser o destino perfeito para uma viagem curta ou férias mais longas!

Como chegar a Aiuruoca, Minas Gerais?

Aiuruoca, MG, é uma das cidades do Sul de Minas, mas está mais perto de São Paulo (368 km) e Rio de Janeiro (329 km) do que de Belo Horizonte (416 km).

Dessa forma, qualquer um desses destinos pode ser um bom ponto de partida para a sua viagem.

Quem está em São Paulo e deseja chegar até o destino deve percorrer a BR-116 por cerca de 5h18. A partir do Rio, o trajeto é feito em menos de 5 horas pela rodovia Presidente Dutra.

Se você está partindo da capital mineira, por sua vez, o percurso pode ser feito em pouco menos de 6 horas pela rodovia BR-381.

Recomenda-se que o viajante esteja de carro para visitar as principais atrações aiuruocanas com mais praticidade e eficiência, mas também é possível chegar até a cidade de ônibus.

Neste caso, é preciso desembarcar em Caxambu ou Juiz de Fora para, então, pegar um ônibus com destino final a Aiuruoca.

Passagem para Aiuruoca, MG

Que tal começar a planejar o seu roteiro Aiuruoca, MG, sem abrir mão da economia? Visite agora mesmo nosso buscador, Passagens Promo, para garantir suas passagens aéreas pelo menor preço do mercado!

Passagens para o Rio de Janeiro, para visitar Aiuruoca MG!
Passagens aéreas saindo de

Fazer sua pesquisa fica simples em nossa plataforma moderna e prática: basta digitar as cidades de origem e destino, incluir as datas da viagem e escolher a melhor promoção para o seu bolso.

Ative o alerta de preços para receber notificações sempre que o trecho desejado entrar em oferta e não se esqueça de seguir as redes sociais do Passagens Promo para se manter por dentro das novidades!

Aiuruoca, MG: mapa

Apesar de ser uma cidade pequena, com pouco mais de 6.000 habitantes, Aiuruoca reúne dezenas de atrações imperdíveis e mais de 80 cachoeiras. 

Por essas e outras, é essencial fazer um bom planejamento de viagem. Afinal, só assim você conseguirá se organizar para conhecer tudo sem correria!

Confira o mapa do município mineiro!

O que fazer em Aiuruoca

Existem tantas atrações nessa cidadezinha do Sul de Minas que pode ser até difícil montar um roteiro para poucos dias de viagem. 

Para te ajudar a filtrar as melhores alternativas, fizemos uma seleção com os principais pontos turísticos locais.

Veja só o que fazer em Aiuruoca, MG!

Centrinho da cidade

Centrinho de Aiuruoca
Fonte: Geraldovilger / Wikimedia Commons / CC BY-SA 3.0

O centrinho de Aiuruoca, MG, é tudo aquilo que pode-se esperar de uma típica cidade interiorana: pacato, bucólico e aconchegante, onde qualquer um pode se sentir em casa.

A praça principal é o coração do município, com vários bancos para que o visitante possa apenas sentar e contemplar sem pressa a passagem do tempo.

O comércio de infraestrutura moderna contrasta com edificações do século XVIII, como a fotogênica Igreja Matriz de N. Sra. da Conceição, inaugurada em meados de 1717 e muito bem preservada.

Embora as principais atrações turísticas estejam distantes do centro, é na região central do município que estão os melhores restaurantes, lojinhas de artesanato, bancos, hotéis e pousadas

Ou seja, em algum momento da sua estadia você vai passar por ali!

Aproveite a visita para conhecer as pizzarias e restaurantes centrais ou experimentar a boa e velha cachaça mineira em uma das bodegas locais!

Trilhas

A maior parte das cachoeiras está escondida entre as curvas da Serra da Mantiqueira e a exuberante mata atlântica da região, o que significa que a única maneira de chegar até as deslumbrantes quedas d’água é por meio de trilhas.

A cidade oferece rotas para trilheiros com ou sem experiência, em diferentes níveis de dificuldade, que podem ser percorridas com guia turístico. 

O roteiro do Pico do Papagaio, por exemplo, tem mais de 7h30 de duração, considerando-se ida e volta, e chega a mais de 2.100 metros de altitude, com trechos íngremes e de mata fechada, ideal para quem tem experiência em trilhas.

Se você não tem experiência com caminhadas pela natureza, a trilha da Cachoeira Deus Me Livre pode ser uma opção mais viável, com apenas meia hora de duração.

Quem gosta de moleza também pode curtir a trilha do Vale dos Garcias, de curta duração e nível de dificuldade fácil, recomendada para trilheiros inexperientes.

Vantagens Promo tem as melhores ofertas para você economizar na sua viagem! Encontre cupons e descontos para seguro viagem, hotel, e muito mais! Clique aqui e confira.

Cachoeira dos Garcias

Cachoeira dos Garcias
Fonte: Gabrielrvallim / Wikimedia Commons / CC BY-SA 3.0

Fica no Vale dos Garcias um dos principais atrativos turísticos de Aiuruoca: Cachoeira dos Garcias, com mais de 30 metros de queda d’água e um agradável poço, perfeito para banho!

A estrada de terra que leva até o local é bastante precária: recomenda-se que o viajante só arrisque o trajeto a bordo de um veículo 4×4.

O esforço é recompensado por uma vista privilegiada, em meio à mata atlântica, de frente para o pôr do sol mais bonito de toda a cidade. 

Prainha

Ainda no Vale dos Garcias fica a charmosa Prainha, onde o viajante encontra uma pequena cascata, um poço de águas cristalinas e uma faixa de areia: tudo isso “escondido” em meio à vegetação abundante!

Para chegar até a Prainha basta seguir a estrada à direita do Restaurante dos Garcias: a trilha é fácil e rápida, recomendada até mesmo para quem não tem experiência!

Poço Joaquim Bernardo

Poço Joaquim Bernardo Aiuruoca
Fonte: Halley Pacheco De Oliveira / Wikimedia Commons / CC BY-SA 3.0

Já imaginou relaxar em um spa natural, com hidromassagem, toboáguas e paisagens paradisíacas? 

Então você precisa conhecer o poço Joaquim Bernardo, localizado no trajeto rumo ao Vale dos Garcias.

O local dispõe de boa infraestrutura, com banheiro, lanchonete e bar: ideal para quem gosta de passar o dia inteiro curtindo a natureza e não quer se preocupar com mais nada!

O poço é, na verdade, uma piscina natural de águas transparentes, com vários pocinhos nos quais você pode se sentar e curtir uma hidromassagem natural, proporcionada pelas pequenas cascatas que se formam ali.

Os visitantes podem, ainda, se divertir em tobogãs de pedra que oferecem diversão para a família inteira e caminhar por belas trilhas entre as araucárias da região.

Casarão do Matutu

    Está gostando do conteúdo?
    Receba as melhores dicas de viagens no seu e-mail!
    Fique tranquilo, não enviamos spam!
    E-mail cadastrado com sucesso!
    A partir de agora, você receberá as melhores
    dicas de viagem diretamente no seu e-mail!

    O Vale do Matutu, Aiuruoca, é uma Área de Preservação Ambiental e um pequeno vilarejo nos arredores da cidade, onde os viajantes encontram cachoeiras, trilhas e mirantes.

    A reserva é o endereço de uma pequena vendinha especializada em produtos do campo, como pães e bolos artesanais, café orgânico e artesanato, além de um casarão histórico, erguido em 1904, tombado como Patrimônio Histórico de Aiuruoca.

    O Casarão do Matutu abriga, ainda, a sede da Associação de Moradores e Amigos do Matutu, um Centro de Informações aos Visitantes e um pequeno museu que conta mais sobre a história do município e da reserva ambiental.

    Cachoeira Deus Me Livre

    Cachoeira Aiuruoca
    Fonte: Pixabay

    Um dos cenários mais bonitos de Aiuruoca, MG, a Cachoeira Deus Me Livre é formada por três quedas d’água com 15 metros de altura e três poços cristalinos.

    Embora apenas uma das piscinas naturais seja adequada para banho, os outros poços são ideais para a prática de canyoning, isto é, exploração esportiva de desfiladeiros.

    Como a cachoeira fica escondida em meio à mata, vale a pena contratar os serviços de um guia especializado para chegar até lá!

    Poços das Fadas

    Pertinho do Casarão do Matutu, a apenas 5 minutos de caminhada, ficam os Poços das Fadas, também conhecidos como Cachoeira das Fadas.

    Uma pequena cascata deságua em poços de água cristalina, adequados para banho, rodeados por mata exuberante. 

    A região recebe pouca incidência de luz solar direta e, por isso, as águas são mais geladas do que em outras cachoeiras da cidade, mas o cenário é belíssimo e sua visita vale a pena mesmo que você não tenha coragem de dar um mergulho!

    Pico do Papagaio

    Uma das trilhas mais famosas de Aiuruoca é a que leva até o Pico e a Cachoeira do Papagaio, no Parque Estadual da Serra do Papagaio.

    O percurso é bonito do começo ao fim, então não se esqueça da máquina fotográfica: os viajantes passam por trechos de mata tropical até chegar ao pico.

    O trajeto é exaustivo e pode durar mais de 7 horas, considerando-se os trechos de ida e volta: a trilha leva até um mirante natural impressionante, a mais de 2.100 metros de altitude.

    Onde comer em Aiuruoca, MG?

    Onde comer em Aiuruoca
    Fonte: Stockking / Freepik

    Nada melhor do que aproveitar a sua viagem para experimentar os sabores, aromas e texturas da inigualável cozinha mineira, certo? Não se preocupe: em Aiuruoca você encontrará excelentes opções gastronômicas!

    O centrinho da cidade concentra a maior quantidade de bares e restaurantes locais, como o Restaurante Central e a badalada Pizzaria Dona Azeitona.

    Na região do Casarão do Matutu, visite o Kiko & Kika Restô e o Restaurante da Tia Iraci.

    Onde se hospedar em Aiuruoca?

    Em relação a hospedagem, Aiuruoca, MG, é uma cidade muito bem-atendida, com uma rede hoteleira que reúne dezenas de estabelecimentos nas mais diversas faixas de preço.

    Um dos destaques é a luxuosa Pousada Canto das Bromélias, que oferece chalés privativos em meio à montanha com banheira de hidromassagem, café da manhã generoso e vista privilegiada.

    A Pousada Mandala das Águas, por sua vez, dispõe de piscina ao ar livre e terraço panorâmico, com diárias a um excelente custo-benefício.

    Se você deseja se hospedar perto do centro da cidade, vale a pena considerar a Pousada do Dudu para a sua estadia.

    Quer ficar perto das atrações do Vale do Matutu? O Chalé Solar no Matutu e o Chalé Candeia do Matutu podem ser excelentes alternativas para a sua hospedagem!

    Os viajantes que procuram o clima bucólico dos hotéis fazenda encontram boas opções na cidade, como a Pousada Fazenda São Pedro e a Fazenda da Roseta, na divisa com a vizinha Baependi.

    Aiuruoca fica perto de qual cidade?

    Que tal aproveitar a sua viagem para conhecer outras cidades perto de Aiuruoca, MG? Existem destinos formidáveis a curtas distâncias que podem ser ideais para quem deseja “esticar” o roteiro.

    Vale a pena considerar uma visita à estância hidromineral de Caxambu, no Circuito das Águas, a apenas 43 km de distância de Aiuruoca. 

    O exuberante Parque Estadual do Ibitipoca, por sua vez, está a apenas 140 km de distância.

    Quem gosta de cenários naturais deslumbrantes pode aproveitar para conhecer Penedo (166 km), Resende (128 km) e Itatiaia (156 km), destinos do Rio de Janeiro localizados em meio à mata atlântica.

    Quantos dias ficar em Aiuruoca?

    Apesar de não ser uma cidade grande, Aiuruoca reúne dezenas de cachoeiras e centenas de quilômetros de trilhas. Ou seja, você precisará de tempo e organização para conhecer as principais atrações.

    Vale a pena reservar ao menos três dias para visitar os lugares mais famosos, como os vales do Matutu e dos Garcias. 

    Se você pretende incluir outros destinos próximos em seu roteiro, é melhor ficar, no mínimo, uma semana na cidade.

    Cotação de passagem para Aiuruoca, MG

    Agora que você já sabe o que te espera em Aiuruoca, MG, chegou a hora de encontrar passagens aéreas baratas para a sua viagem!

    Visite nosso buscador, Passagens Promo, para encontrar as promoções mais imperdíveis das principais companhias aéreas do mercado!

    Viaje de São Paulo até Aiuruoca, MG!
    Passagens aéreas saindo de
    Latam Brasil CNF Belo Horizonte CGH São Paulo 20 Out 27 Out R$ 261 Latam Brasil RAO Ribeirao Preto CGH São Paulo 22 Jun 27 Jun R$ 274 Latam Brasil LDB Londrina GRU São Paulo 11 Dez 15 Dez R$ 276 Latam Brasil LDB Londrina GRU São Paulo 28 Jan 15 Mar R$ 276 Latam Brasil CNF Belo Horizonte CGH São Paulo 31 Out 01 Nov R$ 285 Ver mais ofertas

    Você só precisa digitar as cidades de origem e destino, incluir as datas da viagem e escolher a oferta mais adequada para o seu bolso!

    Não se esqueça de ativar o alerta de preços para receber notificações quando o trecho desejado entrar em promoção e siga as redes sociais do Passagens Promo para ficar por dentro das novidades do mundo das viagens!

    Conhecer as riquezas naturais do interior de Minas sem comprometer seu bolso? De Promo você pode!


    Continue sua leitura!

    Recomendado para você
    Caxambu, MG: confira onde ficar, o que fazer e outras informações úteis!

    Caxambu, MG: confira onde ficar, o que fazer e outras informações úteis!

    Gonçalves, MG: cachoeiras, trilhas, informações e dicas de viagem

    Gonçalves, MG: cachoeiras, trilhas, informações e dicas de viagem

    O que fazer em Juiz de Fora: informações e pontos turísticos

    O que fazer em Juiz de Fora: informações e pontos turísticos

    Bichinho, MG: principais atrações e dicas de compras no povoado

    Bichinho, MG: principais atrações e dicas de compras no povoado

    Itamonte, Minas Gerais: como chegar, o que fazer, mapa e cachoeiras

    Itamonte, Minas Gerais: como chegar, o que fazer, mapa e cachoeiras

    Parque aquático, MG: informações gerais e os principais parques

    Parque aquático, MG: informações gerais e os principais parques