Capital da Guiana Francesa: conheça Caiena, onde fica, idioma e outras dicas de turismo!

A capital da Guiana Francesa é um pedacinho da União Europeia quase na fronteira com o Brasil e pode ser um destino inesquecível para a sua próxima viagem.

A cidade de Caiena ainda é pouco conhecida em relação às demais capitais sul-americanas, mas não menos encantadora.

O contraste entre o moderno e o antigo pode ser visto em todos os cantos, misturando elementos franceses, brasileiros, asiáticos, indígenas e africanos na gastronomia, nos costumes e na arquitetura.

As casas em estilo crioulo, por exemplo, guardam memórias do período colonial, enquanto a densa floresta tropical não permite esquecer que se está próximo à Amazônia.

Como já deu para notar, estamos falando de um lugar que mistura vários destinos em um só, cercado por paisagens dignas de cartão-postal. E o melhor de tudo: pertinho do Brasil!

Criamos um guia com tudo que você precisa saber sobre a maior cidade da Guiana Francesa para te ajudar a planejar o seu roteiro de viagem, veja só!

Confira melhores passagens aéreas, e com até 35% de desconto neste link!

Capital da Guiana Francesa: conheça Caiena!

Para muitos brasileiros, a capital da Guiana Francesa é um verdadeiro mistério. Mas quem conhece, garante: Caiena é um lugar encantador.

Essa charmosa cidade surge como uma gigante em meio à densa floresta tropical, onde o Oceano Atlântico se encontra com a Amazônia.

Por isso, o destino é capaz de oferecer a seus visitantes cenários naturais incríveis e uma cultura diferente de todas as outras, bem retratada em um centro histórico cheio de heranças dos séculos passados.

Entre fortalezas, catedrais e museus, não é difícil sentir-se em pleno coração da Europa enquanto caminha por uma das menores capitais da América do Sul. 

Nos restaurantes, traços da gastronomia francesa se misturam a sabores amazônicos, influências africanas e ingredientes do mundo inteiro, que chegam pelo porto de Dégrad des Cannes, o maior do país.

Embora a cidade esteja logo ali, quase na fronteira com o Amapá, parece até que um oceano inteiro separa o Brasil da única capital sul-americana que tem o francês como língua oficial.

Por isso, é essencial fazer um bom planejamento de viagem antes de fazer as malas para conhecer a capital franco-guianense, e nós vamos te ajudar nessa tarefa!

Neste artigo, você vai encontrar as principais informações sobre a capital da Guiana Francesa: onde fica, quando visitar, o que fazer e outras dicas preciosas para o seu roteiro de turismo! Vamos lá!

Qual o nome da capital da Guiana Francesa?

Qual o nome da capital da Guiana Francesa?
Fonte: Pxhere / CC0

A capital da Guiana Francesa é a globalizada Caiena, ou Cayenne, como é oficialmente chamada em francês, onde vivem pouco menos de 60 mil pessoas.

O nome da cidade soa familiar? Pode ser porque a famosa pimenta-caiena (também conhecida como dedo-de-moça) foi descoberta na região e só depois foi exportada para o mundo inteiro, incluindo países da Ásia, da África e da Europa!

Onde fica a Guiana Francesa?

A Guiana Francesa está localizada no nordeste da América do Sul e faz fronteira com o Brasil, o Suriname e o Oceano Atlântico. 

O país é menor que o estado de Santa Catarina, com cerca de 83 mil km² de área. A capital, Caiena, é a maior cidade, lar de 20% da população.

Vale lembrar que a Guiana Francesa é “cortada” pela Linha do Equador, uma linha imaginária que separa a Terra nos Hemisférios Sul e Norte, o que garante o clima tropical em qualquer época do ano.

Quando ir para a Guiana Francesa?

Como está localizada sobre a Linha do Equador, a Guiana Francesa tem clima quente e úmido em qualquer época do ano, com temperaturas que variam entre 23ºC e 33ºC.

Isso significa que viajar no período chuvoso e enfrentar a mistura do calor intenso com a umidade elevada pode ser bastante desconfortável. 

Por essas e outras, a melhor época para conhecer as cidades da Guiana Francesa é a temporada seca entre os meses de agosto e novembro.

Mas lembre-se de que você estará visitando um país de clima tropical e chuvas fazem parte do dia a dia local, então não se esqueça de colocar um guarda-chuva na mala!

Passagens aéreas para a capital da Guiana Francesa!

Conhecer a capital da Guiana Francesa pode sair mais barato do que você imagina, especialmente se você pesquisar bastante antes de comprar suas passagens aéreas.

Em nosso site de buscas, Passagens Promo, você pode fazer a cotação de passagens aéreas com desconto em poucos cliques.

passagens-promo
Passagens aéreas saindo de
Passagens aéreas até 30% mais baratas Encontre sua promo ⇾

Basta digitar as cidades de origem e destino, selecionar as datas da viagem e escolher a melhor oferta para o seu bolso. 

O viajante pode até simular outras datas e rotas para encontrar o momento mais barato para viajar!

Para não perder nenhuma promoção para o destino dos seus sonhos, não se esqueça de ativar o alerta de preços, que envia notificações sempre que o trecho desejado sofrer alteração de valor!

Mapa de Caiena

Caiena não é uma cidade muito grande, tem apenas 23,6 km² de território, o que significa que você poderá conhecer boa parte dos atrativos a pé.

De qualquer forma, quem se informa previamente sobre onde ficam os principais pontos turísticos pode poupar muito tempo em deslocamentos.

Confira onde ficam as atrações mais imperdíveis da capital da Guiana Francesa no mapa!

O que fazer em Caiena

Caiena é uma cidade que tem várias similaridades com os principais destinos turísticos brasileiros. 

A capital da Guiana Francesa tem um dos Carnavais mais animados do mundo, uma história riquíssima e belas paisagens naturais.

Ficou curioso sobre o que te espera nesse pedacinho da Europa na América do Sul? Então confira o que fazer em Caiena!

Fort Cépérou

Fort Cépérou
Fonte: Chatsam / Wikimedia Commons / CC BY-SA 3.0

Localizado no alto do Monte Cépérou, bem no centro da cidade, o Fort Cépérou fica em um dos pontos mais elevados de Caiena, o que garante uma vista privilegiada da capital do país.

Antiga fortaleza, erguida durante o período colonial, o forte hoje está praticamente abandonado e não oferece nenhuma infraestrutura para o visitante. 

A torre do sino, por exemplo, datada do século XIX, acabou até isolada para evitar acidentes devido a seu péssimo estado de conservação.

Mesmo assim, vale a pena incluir o local em seu roteiro de viagem simplesmente pela paisagem da qual você poderá desfrutar do alto.

Fort Diamant

Situado na foz do rio Mahury, que corta a capital do país, o Fort Diamant foi construído durante a década de 1840 sobre as ruínas de uma antiga fortaleza que protegia a cidade de Caiena de eventuais ataques estrangeiros.

Não demorou muito até a fortaleza perder seu caráter estratégico e protagonismo militar.

Assim como muitos edifícios históricos, a construção acabou abandonada por décadas e só voltou a ser utilizada na Segunda Guerra Mundial, quando passou a receber prisioneiros de guerra.

O forte foi tombado como Monumento Histórico pela França em 1980 e, desde então, já passou por dois processos de restauração.

Hoje, os visitantes podem conhecer seus 150 m² de área, incluindo a bateria de artilharia, um baluarte dedicado à proteção contra ataques por terra e um forte que abrigava os soldados ali guarnecidos, hoje dedicado a receber exposições artísticas.

Cathédrale Saint-Sauveur de Cayenne

Principal edificação religiosa da capital da Guiana Francesa, a Cathédrale Saint-Sauveur de Cayenne é datada do começo do século XIX, mas só foi oficialmente inaugurada em 1874, graças a uma estratégia ousada.

O governo francês desmontou uma igreja que existia em Ilet de la Mère, uma ilha-presídio localizada a 11 km da costa da Guiana Francesa, e transportou partes de sua estrutura para a nova igreja.

O púlpito, o confessionário e até o altar central foram realocados para a igreja, que foi oficialmente elevada ao título de catedral em 1933, pelas mãos do primeiro bispo franco-guianense, Monseigneur Courtay.

Desde então, a construção já passou por diversas restaurações e ampliações, sem nunca perder os traços típicos da arquitetura colonial francesa: uma atração imperdível em qualquer passeio pelo centro histórico de Caiena!

Place des Palmistes

Place des Palmistes
Fonte: Cayambe / Wikimedia Commons / CC BY-SA 4.0

Praça mais importante da cidade, localizada no coração do centro histórico, a Place des Palmistes (ou Praça das Palmeiras) é um lugar pelo qual você deverá passar em várias ocasiões durante a sua estadia em Caiena.

Afinal, é nos arredores da praça que estão os principais pontos turísticos, restaurantes e comércios da cidade.

Ficam ali, por exemplo, o Musee Departmental Alexandre-Franconie, dedicado à preservação da memória de Caiena, e a Coluna da República, um monumento em bronze criado para celebrar a queda da Bastilha, durante a Revolução Francesa.

Tanto a praça quanto seus monumentos são tombados como Patrimônio Histórico da França

Se você não é muito aficionado por história, talvez a tradição boêmia da região seja o suficiente para atrair a sua atenção: acontece na Place des Palmistes o happy hour mais animado de Caiena!

Musée des Cultures Guyanaises

O Musée des Cultures Guyanaises apresenta um rico acervo arqueológico e documental sobre os diferentes grupos étnicos que formam a população do país, incluindo indígenas, europeus, africanos e até brasileiros.

Instalado em um casarão histórico em estilo crioulo que pertenceu a Herménégilde Tell, um dos expoentes da política local, o museu também dispõe de um moderno edifício em anexo que abriga exposições artísticas temporárias.

O Musée des Cultures Guyanaises funciona diariamente, mas o horário varia de acordo com o dia da semana, então confira o período de funcionamento online antes de visitar o espaço para não correr o risco de dar com a cara na porta!

Jardim Botânico

Maior área verde no perímetro urbano de Caiena, o Jardim Botânico se estende por uma área de 3 hectares ao lado do campus da Universidade da Guiana Francesa, no final da avenida Charles de Gaulle.

O espaço é um dos parques urbanos mais antigos da América do Sul, inaugurado em 1879 sob a alcunha de Jardin du Roi, ou “Jardim do Rei”.

O Jardim Botânico preserva em seu acervo espécies botânicas endêmicas da Guiana Francesa e da Amazônia, bem como sedia diversos eventos culturais e sociais do calendário local.

Além disso, a entrada no local é gratuita: um incentivo a mais para que você passe uma tarde inteira relaxando em meio a um cenário natural exuberante!

Salines de Montjoly

Salines de Montjoly
Fonte: Didwin973 / Wikimedia Commons / CC BY-SA 3.0

Diferentemente do que o nome pode sugerir, as Salines de Montjoly não são salinas dedicadas à extração de sal, mas uma imensa lagoa de água salgada cercada por manguezais a 10 km do centro de Caiena.

A paisagem é formada por depósitos de sal que restaram após a evaporação natural da água do mar na região: é possível percorrer uma trilha de 1,5 km ao redor da lagoa, onde estão instalados painéis explicativos a respeito do ecossistema local.

Além de observar pássaros que não existem em nenhum outro lugar do mundo, você pode aproveitar o passeio para conhecer as praias da região!

Porque a Guiana Francesa não é considerada um país?

O território da Guiana Francesa é considerado um território ultramarino francês, ou seja, é uma província da França, apesar de estar localizado a mais de 7.000 km do país europeu.

Na prática, isso significa que a maior fronteira da França é justamente com o Brasil: uma linha de 673 km separa os dois países!

Por que a Guiana Francesa pertence à França?

Por que a Guiana Francesa pertence à França?
Fonte: Pxhere / CC0

A Guiana Francesa foi ocupada durante o século XVII por colonizadores franceses: um grupo de 1.200 pessoas oriundas do país europeu se assentou na região e reclamou o território em nome do país.

No entanto, diferentemente de todos os vizinhos da América do Sul, o país nunca alcançou a independência e, por isso, segue sob bandeira da França.

Isto significa que o idioma da Guiana Francesa é o francês, a moeda oficial é o euro e as leis de imigração e turismo são as mesmas da União Europeia. 

A única diferença é que Paris está a mais de 7.000 km de distância de Caiena!

Como se chama a pessoa que nasce na Guiana Francesa?

A pessoa que nasce na Guiana Francesa é chamada franco-guianense

Além disso, o indivíduo que nasce no território ultramarino é considerado cidadão francês e, por consequência, cidadão europeu.

Promoção de passagem para a capital da Guiana Francesa!

A rica e diversa capital da Guiana Francesa pode ser o destino perfeito para a sua próxima viagem. O melhor de tudo é que você não precisa abrir mão da economia para conhecer Caiena!

Visite agora mesmo nosso site buscador, Passagens Promo, para fazer a cotação de passagens aéreas baratas para a capital ou qualquer outro destino do mundo!

passagens-promo
Passagens aéreas saindo de
Passagens aéreas até 30% mais baratas Encontre sua promo ⇾

Você só precisa incluir as cidades de origem e destino, selecionar as datas da viagem e escolher a melhor oferta! 

Não deixe de ativar o alerta de preços para não perder nenhuma promoção para o destino desejado!

Conhecer um pedacinho da Europa na América do Sul sem comprometer o seu bolso? De Promo você pode!

Recomendado para você
Guiana Francesa: turismo, melhores cidades e praias e outras curiosidades

Guiana Francesa: turismo, melhores cidades e praias e outras curiosidades