Conheça a capital do Marrocos e seus pontos turísticos!

Conhecer a capital do Marrocos é mergulhar em uma cultura rica, repleta de símbolos e significados que misturam sabores, aromas e cores.

De longe é possível perceber que a cultura marroquina tem seus próprios traços inconfundíveis, como construções feitas com terra, uma cultura diferente de tudo o que você já viu, uma arquitetura única, e por aí vai.

Criamos o guia turístico definitivo de Rabat para te ajudar a planejar uma viagem inesquecível. Veja só!

Confira também alguns preços imperdíveis para passagens aéreas promocionais!

Capital do Marrocos: Qual é a atual?

Quer visitar lugares exóticos, cheios de construções históricas e coloridas, com paisagens naturais de tirar o fôlego e um povo acolhedor? Então você deve considerar uma viagem a um dos países mais visitados do mundo, o Marrocos.

Listado entre os destinos internacionais mais baratos do mundo, o país reúne cidades incríveis, como a colorida Marraquexe, a movimentada Casablanca e a desenvolvida capital Rabat, com atrações incríveis para diferentes perfis de viajantes.

Em meio a museus, construções históricas e cenários naturais inesquecíveis, o viajante pode conhecer o melhor da gastronomia marroquina, além de imensos mercados para garantir os presentes da família na volta para casa.

Rabat: história e curiosidades

A cidade de Rabat, atual capital do Marrocos, tem quase 2.000 anos de história: por volta do ano 40 d.C os romanos se instalaram na então chamada cidade de Chellah para garantir sua influência no Norte da África.

Após a saída dos romanos da região, no ano 250, os árabes tomaram conta do local: por volta do século XI, o califa almóada Abde Almumine batizou a cidade de Rabat e a transformou numa fortaleza. 

Não é à toa que o nome da capital do Marrocos significa “lugar fortificado”.

Desde então, a cidade se transformou em uma das maiores do país, com mais de 1,6 milhão de habitantes, foi convertida em cidade imperial no século XVII e, enfim, capital do Protetorado Francês durante a primeira metade do século XX.

Depois da independência marroquina, em 1956, o rei Mohammed V decidiu manter Rabat como a capital do país. Hoje, as ruínas locais estão listadas como Patrimônio Mundial da Humanidade pela Unesco.

Qual a capital do Marrocos antes de Rabat?

Qual era a capital do marrocos antes?
Fonte: Pxhere

A milenar Rabat não é a única capital que o país já teve. Diversas outras localidades já ostentavam o título e hoje são conhecidas como “cidades imperiais”.

A mais antiga capital de Marrocos é a cidade de Fez, construída no século VII e localizada a cerca de 200 km do atual centro político do país. 

Hoje, a cidade está dividida em três regiões: Fez el-bali, a cidade medieval; Fez el-Jedid, construída no século XIII; e a Ville Nouvelle, atual coração financeiro local.

Em seguida, a capital marroquina foi transferida para a colorida Marraquexe, construída no século XI e até hoje principal destino turístico do país.

Por fim, a capital do Marrocos antes de Rabat foi Meknès, fundada em 1672 a menos de 60 km de Fez e tombada como Patrimônio da Humanidade pela Unesco.

Qual a maior cidade do Marrocos?

A maior cidade marroquina é a icônica Casablanca, na costa atlântica, com mais de 5 milhões de habitantes, cerca de 10% da população do país inteiro.

Imortalizada nos cinemas pelo icônico filme com Humphrey Bogart e Ingrid Bergman, a cidade é um dos principais destinos turísticos do país, destacando-se pela arquitetura única, que mistura heranças francesa, árabe e da Andaluzia.

A atual capital do Marrocos, Rabat, é a segunda maior cidade, com pouco mais de 1,6 milhão de habitantes.

Procurando passagens em promoção? Confira a dica!

Você não precisa ser milionário para conhecer a capital do Marrocos: o país está entre os destinos mais baratos do mundo para viajar. Para garantir ainda mais economia, a melhor alternativa é encontrar passagens aéreas em promoção.

Nessa tarefa você pode contar com o nosso site de buscas, Passagens Promo, que te ajuda a encontrar as melhores ofertas para viajar barato com as melhores companhias aéreas do mercado.

Passagens aéreas imperdíveis para Marrocos!
Passagens aéreas saindo de

Utilize nossos filtros para identificar o melhor momento para viajar e conte com o apoio de uma central de atendimento exclusiva para tirar dúvidas em qualquer etapa do processo.

Lembre-se de acionar o alerta para receber notificações quando o trecho desejado sofrer alguma alteração de preço e não se esqueça de seguir as redes sociais do Passagens Promo para ficar por dentro de ofertas e novidades!

O que tem para fazer em Rabat?

A capital de Marrocos é uma cidade tranquila e bem organizada, que ostenta o título de “cidade verde” por ter mais de 200 hectares de áreas verdes, além de ter sido tombada como Patrimônio da Humanidade pela Unesco.

Confira o que fazer em Rabat!

Visitar a Medina

Capital do Marrocos: visitar a medina
Fonte: Pxhere

Assim como diversas cidades medievais, Rabat tem uma grande Medina, um mercado de especiarias ao ar livre protegido por muralhas.

A Medina da capital do Marrocos segue o mesmo padrão da cidade, ou seja, é bastante organizada e limpa, com diversas lojas, restaurantes e quiosques que vendem produtos tipicamente marroquinos. 

O mercado tem quatro ruas principais e diversos becos alternativos, por onde o visitante pode se perder desvendando comércios e barracas diferentes a cada esquina.

Na continuação da avenida Mohammed V ficam os quiosques que vendem comida de rua e dão acesso às praças do mercado. Na rua paralela Zanqa Sidi Fateh é feito o comércio de tecidos. 

Se você está procurando lojinhas de artesanatos, souvenires e itens em geral, vale a pena caminhar pelas ruas Souika e des Consuls.

Vantagens Promo tem as melhores ofertas para você economizar na sua viagem! Encontre cupons e descontos para seguro viagem, hotel, aluguel de carro, e muito mais! Clique aqui e confira.

Torre Hassan 

Um dos principais pontos turísticos de Rabat nunca chegou a ser concluído. A Torre Hassan, que pode ser avistada de diversos pontos da cidade, faz parte de um projeto interrompido no meio do caminho.

O monumento, que está instalado em frente ao Mausoléu Mohammed V, foi concebido para fazer parte da maior mesquita do mundo, um projeto ambicioso do sultão Yacoub El Mansou no século XII.

O sultão, porém, morreu pouco depois da construção do minarete, que tem 44 metros de altura, e a mesquita acabou nunca sendo construída.

Boa parte do que restou da obra inacabada ainda foi destruída pelo mega terremoto de 1755 que abalou a capital do Marrocos, mas o visitante pode ver a torre e o que sobrou de algumas colunas.

Mausoléu Mohammed V

O Mausoléu Mohammed V é uma das principais atrações de Rabat, onde estão os restos mortais dos reis Mohammed V e Hassan II, avô e pai do atual rei marroquino, Mohammed VI.

Considerado obra-prima da arquitetura marroquina, o mausoléu enche os olhos dos visitantes com a arquitetura em mármore branco e seu tradicional telhado verde, que representa a cor do islã.

Mais de 400 artesãos participaram da construção do mausoléu, batizado em homenagem ao rei que liderou a luta pela independência do Marrocos.

O mausoléu fica em um complexo que inclui a Torre Hassan e uma mesquita, mas apenas muçulmanos podem entrar na mesquita.

    Está gostando do conteúdo?
    Receba as melhores dicas de viagens no seu e-mail!

    Fique tranquilo, não enviamos spam!

    E-mail cadastrado com sucesso!
    A partir de agora, você receberá as melhores
    dicas de viagem diretamente no seu e-mail!

    Museu Mohammed VI

    O Museu Mohammed VI foi o primeiro museu marroquino que tem exclusivamente peças contemporâneas em seu acervo, parte do projeto ‘Rabat cidade luz, capital cultural de Marrocos”, que busca impulsionar a cultura local.

    Fundado em 2014, o museu reúne obras de fotografia e artes plásticas de mais de 200 artistas do Marrocos em um edifício de arquitetura futurista projetado por Karim Chakor.

    Kasbah dos Oudaias 

    Capital do Marrocos: Kasbah dos Udaias
    Fonte: Pxhere

    Um dos lugares mais interessantes da capital do Marrocos, a Kasbah dos Oudaias é uma vila medieval construída por soldados de origem árabe, os Oudaias, para vigiar os corsários da cidade vizinha de Salé.

    A cidade é cercada por uma muralha e tem ruas estreitas, bem organizadas e cheias de charme, com construções pintadas de azul e branco.

    A partir da Kasbah dos Oudaias é possível ter vista panorâmica de Rabat e da praia: um dos motivos pelos quais a atração está entre as mais visitadas da cidade.

    Fica na cidade medieval o templo mais antigo da cidade, uma mesquita construída em 1150 com recursos doados por um pirata inglês.

    Vale a pena conhecer o Museu dos Oudaias para conhecer mais sobre as origens da cidade fortificada e os Jardins Andaluzes, que parecem convidar o visitante a relaxar contemplando o oceano ao fundo.

    Para garantir a vista mais imperdível da Kasbah, não deixe de conhecer o Plateforme du Sémaphore, a praça mais alta da cidade medieval.

    Farol de Rabat

    Rabat é uma cidade banhada pelo Oceano Atlântico, o que significa que o visitante encontra boas praias para se refrescar. 

    Na principal praia da cidade fica o Phare du Fort de la Calette, ou simplesmente Farol e Rabat, uma construção datada de 1920, que chega a mais de 30 metros de altura. 

    É possível visitar a parte externa do farol, que ainda está em funcionamento. O melhor horário para conferir a atração é no fim da tarde, quando o pôr do sol colore o horizonte em tons avermelhados.

    Orla do Rio Bu Regregue

    Capital do Marrocos: Rio Bouregreg
    Fonte: Pixabay

    Às margens do rio Bu Regregue, que corta a capital do Marrocos, o viajante encontra uma orla pequena, porém animada, com restaurantes, lojas e cafés, com vista para as muralhas da Kasbah dos Oudaias e da Medina.

    É um lugar bastante agradável, com decks de madeira e tradicionais barquinhos azuis que fazem a travessia de Rabat para Salé, a cidade vizinha que fica do outro lado do rio.

    Porch Door Alruah

    A Porta dos Ventos, ou Porch Door Alruah, é um dos atrativos históricos mais importantes de Rabat, localizado na região sul da cidade, pertinho do Palácio Real.

    Trata-se de um imenso portal construído em uma muralha amóada erguida no século XII com 28 metros de largura e 12 metros de altura.

    Além de aproveitar para tirar fotos incríveis, o visitante pode conferir uma galeria de exposições artísticas, com entrada gratuita, localizada dentro da muralha.

    As ruínas de Chellah 

    As ruínas de Chellah contam as origens de Rabat: essa antiga fortaleza foi erguida pelos romanos séculos antes de os árabes se instalarem na região.

    No local os visitantes podem ver casas, escola, mausoléu, mesquita, mercados, minaretes e jardins que eram utilizados pelo Império Romano, além de dezenas de cegonhas, que tornam o cenário ainda mais incrível.

    Atualmente, as ruínas de Chellah são o endereço de um dos festivais mais badalados do Marrocos, o Festival de Jazz au Chellah, que acontece desde 1996 na antiga necrópole, sempre no mês de junho.

    Palácio Real

    O Palácio Real de Rabat é um dos poucos pontos turísticos da cidade que não está aberto à visitação: afinal, é a residência oficial de Mohammed VI, o rei do país. 

    Mesmo assim, vale a pena conhecer a fachada da construção, que também funciona como sede de várias instituições do governo.

    O palácio foi construído no século XIII sobre as ruínas de um palácio ainda mais antigo e abriga um belíssimo jardim em estilo andaluz projetado pelos franceses durante a ocupação do país.

    Como chegar a Rabat?

    Como chegar a Rabat?
    Fonte: Pixabay

    Chegar à capital do Marrocos é mais fácil do que você pensa! A cidade recebe voos diários da Air France e da Latam a partir do Brasil.

    O aeroporto mais próximo é o Rabat-Salé (RBA), que fica na cidade vizinha de Salé, a menos de 8 km de distância, e opera voos civis e militares.

    Para se deslocar do aeroporto até a capital marroquina, o viajante pode recorrer ao Stareo Bus, que leva até o centro da cidade, ou, ainda, pagar cerca de US$ 20 em táxi.

    Qual a melhor época para conhecer a capital do Marrocos?

    Pode não ser uma boa ideia viajar para a capital do Marrocos durante o verão, quando as temperaturas podem superar 38ºC e o clima fica bastante abafado.

    A melhor época para conhecer a cidade de Rabat é entre a primavera e o inverno, entre os meses de outubro e maio, quando o clima fica mais agradável.

    Mesmo assim, o viajante deve se preparar para enfrentar dias bem quentes e noites geladas!

    Compre passagens aéreas para o Marrocos em Promoção

    A capital do Marrocos é apenas uma das belíssimas cidades do país africano mais perto da Europa. Você pode conhecer Rabat sem prejudicar o seu orçamento, com passagens aéreas que cabem no seu bolso.

    Não perca as melhores promoções de passagens aéreas
    Passagens aéreas saindo de

    Visite o nosso site de buscas, Passagens Promo, para encontrar as passagens mais baratas do mercado e ofertas imperdíveis! 

    Não se esqueça de ativar o alerta de preços para ser notificado sempre que /o trecho escolhido tiver alteração de valor.


    Leia também:

    Recomendado para você
    Onde fica o Marrocos: mapa e atrações turísticas

    Onde fica o Marrocos: mapa e atrações turísticas