Coronavírus e viagens: como posso me preparar durante a crise?

* TEXTO ATUALIZADO NO DIA 18/03/2020, ÀS 17 HORAS.

Vai tirar férias? Saiba sobre coronavírus e viagens. Seja para passeios nacionais ou internacionais, descubra tudo sobre o novo corona e garanta sua segurança e seu descanso! 

O novo vírus já causou o fechamento de atrações turísticas, empresas e comércios, levou a população a uma corrida por máscaras e álcool em gel. Mas, afinal, existe motivo para pânico? Confira!

Confira voos promocionais no Passagens Promo!

Coronavírus e viagens: o que devo saber?

O aumento dos casos do novo coronavírus no mundo está preocupando pessoas que já tinham passagens compradas para locais que, hoje, sofrem as consequências da pandemia.

Desde janeiro, vários voos para a China foram cancelados, museus da França foram fechados, a Itália entrou em quarentena e muitos países tomam as precauções que precisam para evitar o aumento da pandemia.

Há razão para alarde? O que fazer com as passagens e reservas já compradas?

Respondemos a essas e outras perguntas para desmistificar boatos e esclarecer a verdade sobre o novo coronavírus.

CORONAVÍRUS E AS PASSAGENS AÉREAS: COMO PODEMOS TE AJUDAR

É importante ressaltar que o Passagens Promo entende e respeita a decisão dos seus clientes em adiar ou cancelar as suas viagens.

Sua segurança sempre será prioridade, principalmente diante de uma situação atípica como a pandemia atual.

Se você tem viagens marcadas para lugares que estão sendo afetados pelo coronavírus, considere cancelar a viagem e ficar com o crédito oferecido pela companhia aérea. Esse procedimento é isento de multas.

O fechamento de fronteiras e as recomendações da OMS (Organização Mundial de Saúde) têm um forte impacto na decisão de muitos passageiros em alterar seus destinos de férias.

Por isso, o nosso atendimento estará à disposição para auxiliá-los em caso de dúvidas e demandas, da melhor forma possível. 

Pedimos um pouco de paciência, pois no momento, estamos sobrecarregados com os pedidos de cancelamento e adiamento de viagens.

Por conta disso, procuramos priorizar os casos emergenciais de viagens mais próximas.

Mas não se preocupe! Estamos fazendo o possível para manter o nosso fluxo, assim possibilitamos que todos sejam devidamente atendidos.

A nossa principal orientação nesse momento, é que os nossos clientes procurem solicitar o cancelamento com crédito ou adiamento da viagem.

Assim, eles poderão garantir as condições da compra e obter o benefício de ser isento de multas. Não deixe de conferir as condições e datas estabelecidas por cada companhia aérea.

Para auxiliar nesse processo, caso o cliente opte por solicitar o cancelamento com crédito, preparamos este formulário para agilizar o atendimento.

Deixaremos as nossas plataformas o mais atualizadas possível. Assim, mantemos você bem informado diante dessa situação.

Principalmente sobre os processos referentes aos adiamentos, compras, vendas ou cancelamentos de passagens aéreas.

CORONAVÍRUS E O TURISMO

Estamos, como já dissemos, vivendo um momento atípico em que diversos setores da economia estão sofrendo com o avanço do novo coronavírus. O setor do turismo é um dos mais impactados.

E por sempre priorizar a transparência e sinceridade em todos os nossos processos com o nosso público, pedimos, encarecidamente, que se você tiver a chance de adiar a sua viagem ao invés de cancelá-la, adie.

Nos ajude a atravessar JUNTOS este momento delicado do nosso planeta. Essa crise irá passar e você voltará a viajar e viver experiências incríveis! E se nos permitir, adoraríamos fazer parte dessa trajetória!

Vamos fortalecer o turismo: adie sua viagem para um futuro próximo!

Confira no final deste artigo as principais medidas tomadas pelas companhias aéreas diante da situação atual.

O que é o coronavírus?

O que é o coronavírus
Fonte: Everypixel

O coronavírus é basicamente uma família de vírus que causa infecções e complicações respiratórias

O novo coronavírus, ou COVID-19, é um novo agente desse vírus, e foi descoberto apenas no fim de dezembro de 2019.

O que pouca gente sabe é que a maioria das pessoas já foi infectada por essa família de vírus ao menos uma vez na vida. 

Os tipos mais comuns do vírus estão entre os mais comuns a atingir crianças, por exemplo.

Variações mais antigas do coronavírus já são velhas conhecidas dos cientistas: SARS-CoV e MERS-CoV já fizeram vítimas mundo afora e foram devidamente controladas.

Agora, o desafio é outro: pesquisadores e especialistas hoje estudam o COVID-19 em busca de respostas sobre o vírus, que surgiu no fim de 2019 com novas características.

Como o coronavírus é transmitido?

O primeiro tipo de coronavírus, descoberto na década de 1930, chegou aos humanos por contato com animais: gatos e dromedários foram os agentes que nos trouxeram a Sars e a Mers, respectivamente. 

Desta vez, porém, ninguém sabe como a primeira transmissão ocorreu.

O que se sabe é que agora a infecção vai de pessoa para pessoa. Especula-se que uma vítima do novo vírus possa transmiti-lo para outras duas ou três pessoas.

A transmissão acontece pelo ar ou pelo contato pessoal com secreção contaminada, como gotículas de saliva, espirro, catarro, tosse ou mesmo o contato com objetos ou superfícies contaminadas.

No entanto, não há motivo para pânico: para termos de comparação, um vírus comum da gripe tem contágio muito mais intenso do que o novo coronavírus. 

Quais são os sintomas do coronavírus?

Quais são os sintomas do coronavírus
Fonte: Pexels

Os sintomas do COVID-19 são, em geral, semelhantes aos de um resfriado comum: febre, tosse e dificuldades para respirar.

Boa parte dos sintomas atinge as vias respiratórias e pode gerar complicações como pneumonia em pessoas com sistema imunológico comprometido, demandando mais cuidado para superar a doença.

O que é período de incubação?

O período de incubação é, basicamente, o tempo entre a transmissão do vírus e o surgimento dos primeiros sintomas no paciente.

No caso do COVID-19, esse período pode variar entre 2 e 14 dias.

Vale lembrar que a transmissão viral acontece apenas quando o paciente apresenta sintomas, ou seja: casos assintomáticos ou que estejam no período de incubação não são contagiosos.

Existe algum tipo de tratamento?

Existe tratamento para o coronavirus?
Fonte: Pxhere

Ainda não existe um tratamento específico para o COVID-19. Em geral, é indicado ao paciente que descanse e se mantenha hidratado, além de ser medicado em caso de febre e dor. 

Para alívio da tosse e da dor de garganta, recomenda-se o uso de umidificador de ar no ambiente ou até mesmo um banho quente.

Se os sintomas persistirem ou se apresentarem em maior gravidade, procure assistência médica.

Como posso me prevenir?

A prevenção é, de fato, o melhor remédio em relação ao novo coronavírus. A boa notícia é que bastam cuidados básicos para diminuir os riscos de contrair ou transmitir o COVID-19.

O Ministério da Saúde recomenda que as mãos sejam frequentemente lavadas com água e sabonete por, no mínimo, 20 segundos. Você pode usar, também, desinfetantes à base de álcool para essa limpeza. 

Lembre-se de não colocar as mãos em qualquer parte do rosto se não tiver lavado as mãos. Também vale a pena evitar o contato com pessoas doentes.

Não se esqueça de proteger boca e nariz ao tossir, se possível, com lenço de papel. Em seguida, jogue o lencinho no lixo.

Lembre-se de limpar e desinfetar objetos tocados com frequência, como telefone, controle de televisão ou até interruptores de luz.

Por fim, uma dica importante: se estiver doente, evite o contato com outras pessoas. 

Fique em casa para evitar uma potencial proliferação dos casos de COVID-19 e só deixe o repouso caso precise de cuidados hospitalares.

Está gostando do conteúdo?
Receba as melhores dicas de viagens no seu e-mail!

Fique tranquilo, não enviamos spam!

E-mail cadastrado com sucesso!
A partir de agora, você receberá as melhores
dicas de viagem diretamente no seu e-mail!

Seguro viagem e coronavírus: o que ele cobre nesse caso?

As seguradoras, em geral, não oferecem cobertura médica à lista de “riscos excluídos”, ou seja, casos relacionados a surtos, epidemias ou pandemias. 

A crise do COVID-19 foi declarada pandemia no último dia 11 de março.

Assim, as seguradoras podem teoricamente deixar de cobrir os custos com despesas hospitalares e médicas para sintomas e tratamento da infecção. 

Seguro Viagem: Seguros Internacionais
GTA 60 EUROMAX GTA 60 EUROMAX Assistência médica EUR 60.000 Bagagem extraviada USD 1.200 R$ 24/dia*
APRIL 60 USA Basic APRIL 60 USA Basic Assistência médica USD 60.000 Bagagem extraviada USD 1.000 R$ 34/dia*
Intermac 60 Prata Intermac 60 Prata Assistência médica USD 60.000 Bagagem extraviada USD 1.000 (SUPLEMENTAR) R$ 21/dia*

Leia com atenção sua apólice de seguro viagem para descobrir as situações cobertas pela seguradora que você contratou. 

A declaração de pandemia do coronavírus também não é tão boa sobre o cancelamento de viagens.

Se o motivo para o cancelamento da viagem for o coronavírus, você pode ter dificuldades para conseguir reembolso da seguradora.

Coronavírus e viagens: destinos internacionais

Coronavírus e viagens são, hoje, uma questão global. Já foram registrados casos em todos os continentes, o que já gerou iniciativas para reduzir a circulação de pessoas em vários países.

A China chegou a fechar fábricas, a Itália colocou milhões de pessoas em quarentena, a França fechou museus e Israel impediu o acesso de visitantes a monumentos e espaços turísticos.

Dessa forma, é indicado que você procure saber como está a situação no seu destino caso esteja planejando uma viagem ao exterior.

Devo cancelar a minha viagem por causa do coronavírus?

Coronavírus: devo cancelar meu voo?
Fonte: Pexels

O Ministério da Saúde recomendou o reagendamento de viagens para os países mais afetados pelo coronavírus, como China e Itália. No entanto, trata-se de uma recomendação, e não de uma regra.

Enquanto o coronavírus não cumprir seu ciclo completo de propagação e contágio, o que ainda deve demorar algumas semanas, viajar para países afetados pela doença pode ser pouco proveitoso.

Vários destinos têm tomado medidas restritivas, muitas vezes sem avisos prévios, e o que está funcionando normalmente hoje pode estar interditado amanhã. 

Assim, se você tem uma viagem marcada para o Hemisfério Norte nas próximas semanas, vale a pena verificar as condições de remarcação e cancelamento da sua viagem. 

Caso não seja possível, tome cuidados de higiene para evitar o contágio.

Só se recomenda o cancelamento da viagem nos casos em que o viajante já apresenta sintomas, como febre, tosse e dificuldades para respirar.

Viajar dentro do avião: é seguro?

Está com viagem marcada a lazer ou a trabalho, não pode cancelar e está com medo de ser infectado no avião? Então temos uma boa notícia!

Você vai gostar de saber que o risco de pegar uma infecção viral ao tocar apoio de braço, assentos ou outra superfície da aeronave é bem baixo.

Isso acontece porque os aparelhos de ar-condicionado dos aviões são tão modernos quanto os utilizados em salas cirúrgicas.

Ou seja: quase não existem grandes chances de ser contaminado em um avião, a não ser que você interaja diretamente com passageiros que já estejam contaminados com o coronavírus.

Atrações turísticas estarão abertas?

Coronavírus: as atrações estarão fechadaas?
Fonte: Pexels

A Itália sofre restrições no deslocamento, os museus portugueses estão fechados e, em Paris, você só conseguirá visitar museus como o Louvre e Versailles caso tenha um ingresso com hora marcada.

Assim, se você tem viagem marcada para algum país que tenha registrado casos de coronavírus, deverá acompanhar dia após dia as restrições que possam ser anunciadas.

Viagens e coronavírus: principais riscos

Até o momento, as taxas de mortalidade do coronavírus são relativamente baixas: em torno dos 3%. Esse valor, porém, ainda é impreciso e pode se alterar com o passar do tempo.

Isso quer dizer que é prudente colocar o coronavírus no radar de preocupação dos viajantes. Afinal, prevenir é melhor do que remediar. 

Busque se informar sobre restrições adotadas pelo país que você pretende visitar e tome cuidado com a contaminação para evitar problemas. 

Se você está se policiando ao lavar as mãos e mudou os hábitos na hora de tossir, provavelmente não tem com o que se preocupar.

Como as companhias aéreas estão lidando com o coronavírus?

Como as companhias aéreas estão lidando com o coronavírus?
Fonte: Pexels

O PROCON tem recebido centenas de reclamações de consumidores interessados em cancelar ou remarcar viagens por conta da pandemia que não têm sido atendidos em suas demandas. 

As companhias aéreas e agências de viagem, de fato, não têm a obrigação de cancelar a viagem, mas cabe negociação.

O governo brasileiro orienta empresas e clientes a firmarem acordo sobre a questão, como oferta de voos para outros trechos com tarifas promocionais. 

Minha passagem já foi comprada, e agora?

Passagem já comprada, e agora?
Fonte: Pixabay

Cancelamentos por questões relativas à saúde pública não são previstos pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). 

Dessa forma, estamos diante de uma situação extraordinária, que demanda compreensão por parte das companhias aéreas.

De acordo com o PROCON-SP, as companhias aéreas não podem se recusar a oferecer alternativas para o consumidor. 

Se você já comprou sua passagem, entre em contato com a companhia aérea para negociar: o Código de Defesa do Consumidor prevê a proteção dos interesses do lado mais fraco, nesse caso, o consumidor.

CORONAVÍRUS E VIAGENS: QUAIS MEDIDAS AS COMPANHIAS ESTÃO ADOTANDO?

Procurando te ajudar sempre, listamos abaixo as principais medidas tomadas pelas companhias aéreas diante da situação atual: 

GOL

AZUL

LATAM

COMPANHIAS AÉREAS INTERNACIONAIS

Posso adiar a data da minha viagem?

Sem rodeios: adiar a data de uma viagem será mais fácil do que cancelar. Sobretudo diante da apresentação de uma justificativa formal.

Muitas companhias aéreas, inclusive, já têm oferecido o adiamento da viagem sem custos adicionais no caso de voos para áreas de risco. 

Entre em contato com a empresa e tente negociar o adiamento. Chances são de que você conseguirá mudar a data de sua viagem sem maiores problemas.

Posso trocar o destino da minha viagem?

Coronavirus: posso trocar meu destino?
Fonte: Pixabay

Por conta da pandemia do coronavírus, muitas companhias aéreas já cancelaram voos para alguns destinos e ofereceram outras rotas como alternativa.

A Associação Brasileira de Agências de Viagens já está em negociação para que fornecedores de pacotes turísticos não imponham multas a consumidores que prefiram adiar ou mudar o destino de uma viagem.

Com uma justificativa oficial, você deverá conseguir trocar o destino de sua viagem, provavelmente sem custos adicionais.

Encomendas importadas: existe algum risco?

A contaminação pelo coronavírus pode acontecer pelo contato com secreções, como a saliva ou o catarro. No entanto, dificilmente o vírus vai contaminar uma mercadoria comercial.

Mesmo no caso de contaminação, é bastante improvável que o coronavírus sobreviva a uma viagem tão longa quanto da China para o Brasil. Assim, pode receber sua encomenda sem medo de contágio. 

Cotação passagens aéreas na promoção

Se você já procurou saber sobre a real situação no país que escolheu para passar as férias ou ao qual precisa viajar a trabalho e decidiu embarcar, chegou a hora de procurar passagens aéreas.

Com a queda na procura registrada por companhias aéreas, aumentam as chances de o consumidor conseguir bons preços.

A melhor forma de conseguir uma economia importante nos custos de passagens aéreas é por meio da pesquisa. 

Utilize ferramentas comparadoras, como a nossa, do Passagens Promo, para encontrar os melhores preços para a rota dos seus sonhos.

Passagens aéreas saindo de
Gol MCP Macapa BEL Belém 03 Jul 08 Jul R$ 188 Gol BEL Belém MCP Macapa 15 Ago 22 Ago R$ 188 Gol POA Porto Alegre CWB Curitiba 06 Abr 13 Abr R$ 197 Gol CWB Curitiba POA Porto Alegre 07 Ago 17 Ago R$ 197 Gol FOR Fortaleza REC Recife 03 Jul 06 Jul R$ 200 Gol REC Recife FOR Fortaleza 27 Ago 01 Set R$ 200 Ver mais ofertas

Quer viajar com segurança e economia? De Promo você pode!