Culinária do Centro-Oeste: história, pratos típicos e curiosidades

Conhecer os sabores da culinária do Centro-Oeste é uma forma de viajar pela história e aprender muito mais sobre a cultura da segunda maior região brasileira.

Nos pratos típicos de Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Distrito Federal, é marcante a presença de ingredientes e temperos com características bem regionais. 

O “toque final” vem da influência da gastronomia de países vizinhos, e o que vai à mesa é uma comida com cara e gosto genuinamente únicos no Brasil.

Venha conhecer alguns dos pratos mais populares da região, não sem antes ser avisado: este post é capaz de deixar qualquer um com água na boca! 

Confira as passagens aéreas com os melhores preços neste link!

Culinária do Centro-Oeste: os principais pratos de cada estado

Região rica em destinos voltados para o ecoturismo, o Centro-Oeste é um lugar onde os viajantes podem conhecer uma gastronomia variada e bastante ligada às próprias raízes culturais.

No Goiás, o pequi, fruto nativo do Cerrado, dá o gosto especial do famoso arroz com pequi. 

O ingrediente também está presente em pratos do Mato Grosso, mas lá são os peixes de água doce que se destacam no cardápio. Pintado, pacu e até a piranha são a base de pratos como a mojica de pintado e o caldo de piranha, iguaria típica do Mato Grosso do Sul.

E embora no Distrito Federal a culinária seja mais abrangente, não é difícil encontrar carnes exóticas de animais nativos da região pantaneira.

Logo, pode esperar por refeições fartas e temperos e sabores marcantes na hora de comer nos seus destinos pelo Centro-Oeste brasileiro.  

História da culinária da região Centro-Oeste

História da Culinária do Centro-Oeste
Fonte: Pixabay

A gastronomia da região Centro-Oeste do Brasil tem sua origem intimamente ligada à evolução histórica do Brasil.

Dos índios, primeiros habitantes da nossa terra, vem a herança do uso de raízes, como a mandioca e o palmito, peixes e frutos.

O avanço dos portugueses, inclusive dos bandeirantes, para o interior do país até a região onde fica o Centro-Oeste, levou temperos específicos e produtos como a farinha, que acabaram sendo incorporados nas receitas típicas da região.

Pela proximidade com outros países sul-americanos, entre eles Bolívia e Paraguai, alguns elementos da gastronomia desses lugares também conquistaram espaço no paladar e nos cardápios regionais.

Mesmo com essa apropriação, é fácil associar a culinária da região aos costumes e às tradições preservados por séculos nas mesas centro-oestinas.

Passagens aéreas em promoção

Culinária marcante e paisagens sensacionais. Essa combinação é perfeita para despertar em qualquer turista a vontade de descobrir o Centro-Oeste.

E para ficar ainda melhor, é possível viajar pelos estados da região com mais economia.

Como? É só utilizar o Passagens Promo. No nosso site buscador de passagens aéreas, você encontra voos com preços promocionais para os principais aeroportos da região, além, é claro, de rotas para vários lugares do Brasil e do mundo.

Confira as melhores passagens aéreas nacionais!
Passagens aéreas saindo de
Azul REC Recife CPV Campina Grande 22 Set 26 Set R$ 218 Azul JPA Joao Pessoa REC Recife 24 Out 01 Nov R$ 225 Azul JPA Joao Pessoa REC Recife 24 Out 05 Nov R$ 225 Azul JPA Joao Pessoa REC Recife 19 Nov 21 Nov R$ 225 Azul REC Recife JPA Joao Pessoa 24 Out 05 Nov R$ 225 Ver mais ofertas

Não dá para marcar bobeira. É só pesquisar, comprar com antecedência e poupar para fazer as melhores viagens de férias.

E para não perder as principais ofertas, ative o nosso alerta de preços para o trecho de sua escolha, assim você será avisado sempre que os valores sofrerem alteração. 

Qual é a culinária da região Centro-Oeste?

As comidas típicas da região Centro-Oeste são inspiradas, principalmente, nos ingredientes característicos dos seus estados.

A culinária local, por exemplo, tem uma grande variedade de pratos feitos a base de peixes de água doce, aproveitando a vasta bacia hidrográfica que abrange seu território.

O pintado é um dos peixes mais apreciados na culinária local, mas há espaço para receitas feitas com o pacu, o dourado, a piranha e outros mais.

Do Pantanal, outros tipos de carnes deram origem a pratos, no mínimo, exóticos, como as carnes de jacaré, capivara, paca e filé de tatu.

Frutas típicas da região também deram um toque diferenciado a vários pratos. Além do pequi, tradicional do Cerrado, a gabiroba, o cajá e a graviola foram incorporados em várias receitas, sejam elas doces ou salgadas.

E não dá para mencionar comida sem sentir aquele temperinho, não é mesmo? O açafrão e a pimenta estão entre os mais lembrados para dar um sabor especial aos pratos do Centro-Oeste.

Comidas típicas de Mato Grosso

Culinária do Mato Grosso
Fonte: Pxhere

Os cardápios mato-grossenses são dignos de conquistar o paladar de qualquer apaixonado por peixe.

A carne de animal é muito consumida, principalmente pela diversidade de espécies: o pacu, o pintado e o dourado são alguns dos mais apreciados e presentes nos pratos do estado.

E para acompanhar um bom peixe, nada melhor que arroz e pirão. O “segredinho” da cozinha do Mato Grosso do Sul está nos temperos típicos da região, deixando o sabor da comida ainda mais irresistível para qualquer visitante.  

Mojica de Pintado

Da mesma forma que o pintado é um dos peixes mais consumidos pelo centro-oestinos, a mojica de pintado está entre os principais destaques da culinária da região Centro-Oeste.

Junto do peixe, a mandioca é o outro alimento base deste prato.

A raiz é cozida com os temperos (cebola, sal, coentro, cheiro verde, pimenta), que podem variar de acordo com a receita. Só depois o pintado vai para a panela, por ser um peixe que cozinha muito rapidamente.

O que vai para o prato é uma espécie de ensopado, ótimo para comer com pirão.

Um dos motivos para o pintado ser um peixe muito apreciado na região é o fato dele ter poucas espinhas e ter uma das carnes mais saborosas entre os peixes de água doce.

    Está gostando do conteúdo?
    Receba as melhores dicas de viagens no seu e-mail!
    Fique tranquilo, não enviamos spam!
    E-mail cadastrado com sucesso!
    A partir de agora, você receberá as melhores
    dicas de viagem diretamente no seu e-mail!

    Bolinho de Arroz

    O bolinho de arroz lembra uma receita que muitos conhecem, aquele fritinho, geralmente feito com arroz requentado…

    Ok, paramos aqui porque esse não tem nada a ver com o bolinho de arroz mato-grossense.

    A combinação de sabores do bolo de arroz cuiabano, como também é conhecido, faz dele uma excelente opção para acompanhar o café da tarde.

    Nesta receita, o arroz é cozido e triturado, para servir como a farinha do bolo. O ingrediente é misturado com um mingau de mandioca, água e açúcar, além de outros complementos, como canela, manteiga, coco e o fermento em pó.

    É importante deixar a massa descansar antes de ir para o forno. Depois de assado, é só curtir a prosa depois de apreciar as belezas do Mato Grosso. 

    Galinhada com pequi

    Não podia faltar um prato com o pequi, um dos frutos mais tradicionais da região. 

    Aqui ele entra em cena para acompanhar a galinhada, prato que tem legiões de fãs Brasil afora. O segredo da galinhada com o pequi é justamente a junção dos dois sabores.

    Vantagens Promo tem as melhores ofertas para você economizar na sua viagem! Encontre cupons e descontos para seguro viagem, hotel, aluguel de carro, e muito mais! Clique aqui e confira.

    Mas ela acontece quase na hora de ir para a mesa. A galinhada é preparada tal qual em vários lugares e o pequi é cozido separadamente. Só depois de prontos é que os dois se encontram na panela e levam cor e aroma para a mesa.

     A guariroba, um palmito típico da região, é outro alimento regional presente neste prato.

    Quais são os pratos típicos de Mato Grosso do Sul?

    Culinária do Mato Grosso do Sul
    Fonte: Pixabay

    O turista pode até “descer estrada” e cruzar a divisa, mas os pratos típicos do Mato Grosso do Sul seguem a mesma linha da culinária do estado irmão.

    A cultura pantaneira e a diversidade encontrada em seus incontáveis rios continua presente na arte de cozinhar dos locais.

    Talvez o pouco que diferencia os dois estados é a influência argentina e paraguaia em alguns pratos típicos, como o locro, a chipa e a sopa paraguaia.

    Caldo de Piranha

    Logo de cara, um prato bem exótico para dar as boas vindas ao Mato Grosso do Sul, o caldo de piranha.

    Essa iguaria é feita com piranha cozida, sem espinhas. O prato é preparado com salsinha, alho, tomate, coentro e a pimenta bode, bastante tradicional nos estados do Centro-Oeste.

    De tão ralinho, o caldo costuma ser tomado em cumbucas ou xícaras. Tem que prefira engrossá-lo com um pouco de farinha, fazendo uma espécie de pirão.

    Na região, há quem diga que o caldo de piranha é um ótimo afrodisíaco, por isso é capaz de fazer sucesso entre os homens.

    Pacu assado recheado

    Depois do pintado, o pacu é outro peixe bastante consumido na região central do Brasil.

    Os sul-mato-grossenses têm o hábito de comê-lo de uma forma diferente, recheado e assado. E a alternativa é boa, já que o pacu é considerado um peixe de gosto terroso.

    A farofa que recheia a carne dá um sabor diferente ao prato. Ela costuma ser feita com farinha de mandioca, azeitona, ovos cozidos e cebola, mas pode ter outros ingredientes.

    Depois de assado, o peixe vai ao forno para ser assado e servido junto de uma saladinha. 

    Caribéu pantaneiro

    Para alguns, a origem do caribéu pantaneiro é indígena. Outros garantem que o prato veio do costume das fazendas e campos.

    A verdade mesmo é que a combinação de sabores é uma das melhores de toda a região.

    O prato é uma espécie de guisado feito a base de carne seca e mandioca. A pimenta, o coentro e o cheiro verde puxam o sabor marcante desta comida típica, pedida certeira de quem deseja cair de boca nos sabores e na cultura do Centro-Oeste.  

    Qual a comida típica do Goiás?

    Culinária do Goiás
    Fonte: Pixabay

    Muitos elementos da culinária goiana possuem clara influência de Minas Gerais — verdade seja dita, os dois estados se assemelham em muita coisa.

    Só que a característica marcante está, principalmente, nos frutos e produtos vindos da terra, como castanhas e palmeiras de onde se extrai a guariroba.

    Arroz com Pequi

    Inconfundível, o arroz com pequi é uma das principais comidas típicas de Goiás e está na mesa do goiano constantemente.

    A diferença para a galinhada é que neste prato o pequi é refogado junto com o alho e cebola no óleo. Depois que a fruta começa a soltar sua cor, o arroz começa a ser preparado junto.

    A coloração e o sabor do arroz, dizem, é incrível. O açafrão também é usado para mexer ainda mais com o paladar de quem experimenta o prato. 

    Pamonha

    Encontrada em todo o país, a pamonha tem o status especial no estado de Goiás, sendo muito consumida tanto na capital quanto no interior goiano.

    Não tem muito segredo sobre a forma de fazer este prato originário do milho verde.

    Mas os goianos capricham nos recheios, tanto de sal como doce, e a pamonha é prato certo em restaurantes, mercados e nas barraquinhas de rua.

    Comidas típicas do Distrito Federal

    Culinária do Distrito Federal
    Fonte: Pixabay

    O único lugar do Centro-Oeste onde a culinária não tem forte apelo cultural é o Distrito Federal, influenciada por diferentes vertentes gastronômicas brasileiras e mundiais.

    Ainda assim, principalmente as carnes exóticas tem um lugar garantido no cardápio candango e mostram o lado regional dos pratos da capital federal.

    Paca ensopada

    Não falamos que o Distrito Federal era o lugar de carnes exóticas? A carne de paca tem sabor leve e é muito macia, comparada com a carne de porco.

    Por isso, os brasilienses costumam prepará-la como ensopado, que é rápido e fácil de fazer e pode ser uma boa opção no almoço.

    Filé de Tatu

    Da paca para o tatu, outro animal bastante incomum quando falamos em comida, mas que é servido na região central.

    Ele pode ser feito em filés ou na panela, com acompanhamentos como pimentão, tomate e cebola. A dica é usar limão na hora de temperar para equilibrar o gosto forte da carne.

    Bifes de Capivara

    Sabia que a carne de capivara tem seus benefícios? Seus bifes contêm baixos índices de gordura e um percentual de ferro maior que carnes bovinas.

    Também é possível preparar o prato de várias formas. Um deles é o bife de capivara à milanesa, que, com certeza, é encontrado em restaurantes candangos. 

    Quais são os doces típicos da região Centro-Oeste?

    Culinária do Centro-Oeste: Doces
    Fonte: Pixabay

    Não vão faltar pratos diferentes para experimentar em qualquer roteiro escolhido para a parte central do Brasil. E depois de uma refeição farta, é bom aproveitar e conhecer os doces típicos da região Centro-Oeste.

    O furrundu é uma sobremesa típica de Cuiabá que combina o doce de cidra, ou de mamão ralado, com rapadura, tudo isso derretido no açúcar mascavo. 

    Cravo, canela e gengibre são boas opções para encorpar o sabor do doce.

    Já em Goiás, é bastante tradicional encontrar potes de doces de frutas (laranja, mamão, figo, entre outros) cristalizados ou em compota. O doce de leite é outra sobremesa muito encontrada no estado.

    Curiosidades da culinária do Centro-Oeste

    O sabor genuíno da comida típica da região Centro-Oeste é uma das percepções mais interessantes que os turistas vão ter durante sua viagem.

    Como você pode ver, a cozinha local se agarra muito aos alimentos e temperos que são característicos do território central do Brasil e dos biomas que lá existem.

    Claro que, como toda regra, existem as exceções, que são as influências de fora. E uma delas nós ainda não mencionamos por se tratar de uma bebida.

    No Centro-Oeste, consome-se muito o tereré (ou tererê), que lembra muito o chimarrão durante o consumo, mas que tem diferenças na temperatura da água e nas ervas utilizadas.

    Cotação de passagens aéreas em promoção

    Quem tem “boca boa” para comida pode ir se preparando para ser conquistado pelo paladar inconfundível da culinária do Centro-Oeste.

    Agora você já tem mais um bom motivo para conhecer essa região brasileira. Para ficar ainda mais fácil, é só aproveitar as promoções em passagens aéreas que só o Passagens Promo tem para quem quer viajar pelo país pagando mais barato.

    Passagens aéreas para todo o brasil!
    Passagens aéreas saindo de
    Azul REC Recife CPV Campina Grande 22 Set 26 Set R$ 218 Azul REC Recife JPA Joao Pessoa 24 Out 05 Nov R$ 225 Azul JPA Joao Pessoa REC Recife 19 Nov 21 Nov R$ 225 Azul JPA Joao Pessoa REC Recife 24 Out 01 Nov R$ 225 Azul JPA Joao Pessoa REC Recife 24 Out 05 Nov R$ 225 Azul REC Recife JPA Joao Pessoa 01 Out 03 Out R$ 225 Azul MVF Mossoro NAT Natal 27 Ago 30 Ago R$ 228 Ver mais ofertas

    Conheça novos sabores e lugares com conforto e mais economia. De Promo você pode!


    Leia também:

    Recomendado para você
    Quais são os estados da região do Centro Oeste e seus atrativos?

    Quais são os estados da região do Centro Oeste e seus atrativos?