Danças brasileiras: conheça as mais populares e tradicionais

As danças brasileiras carregam tanto da história e essência do nosso povo que, muitas vezes, são atrações turísticas por si só!

Todos os anos, milhares de viajantes desembarcam para curtir os batuques nas ladeiras de Salvador, o ritmo do tradicional samba do Rio de Janeiro ou o vibrante frevo de Pernambuco.

Sinônimo de festa e cultura, as danças mais populares do país contam a história do povo brasileiro por meio de movimentos, ritmos e cores que, muitas vezes, se transformam em festas importantes do calendário de cada região.

Vem conhecer um pouco mais sobre a cultura da dança em cada canto do país e aprenda sobre a riqueza musical brasileira!

Compre passagens aéreas nacionais com o menor preço neste link!

Danças brasileiras: quais são as mais populares?

Você provavelmente já se deixou levar pelos batuques ritmados do samba carioca ou se encantou com as cores vibrantes do frevo pernambucano. Quem sabe, já se jogou no axé baiano ou dançou aquele forró “arretado”.

Fato é que as danças brasileiras estão enraizadas na cultura do nosso povo e orientam o viajante sobre o que esperar de um destino turístico.

Mais que isso, as danças tradicionais do país contam muito sobre a miscigenação brasileira e os povos que ajudaram a construir a identidade da nação.

Cada ritmo, incluindo seus instrumentos e movimentos, tem sua própria origem e carrega suas próprias heranças, sejam elas indígenas, africanas ou europeias.

Neste artigo, vamos contar tudo sobre os ritmos mais famosos do país e suas curiosidades, como samba, maracatu, carimbó, bumba-meu-boi e baião, então já vá se preparando para “sacudir o esqueleto” em sua próxima viagem!

Como surgiram as danças brasileiras?

Como surgiram as danças brasileiras?
Fonte: Pixabay

As danças populares brasileiras são reflexos das diferentes culturas que se encontraram no solo tupiniquim e marcaram a história do nosso povo. 

Por isso, a história dessas danças se confunde com a história do próprio Brasil.

Muito antes da chegada dos portugueses, em 1550, as danças indígenas já eram praticadas de norte a sul daquilo que hoje é o território brasileiro, especialmente nas datas comemorativas das diferentes etnias que existiam por aqui.

Aos poucos, essas danças foram se tornando conhecidas dos europeus que se instalaram na colônia portuguesa e, consequentemente, acabaram misturadas, gerando estilos completamente distintos.

A relação do brasileiro com a dança só se afinou no decorrer dos tempos, mas esse movimento de incorporação se tornou ainda mais extremo a partir da chegada dos africanos à América, especialmente durante o século XVII.

Os negros escravizados trouxeram consigo os ritmos já consolidados na África e sua tradição com instrumentos de percussão: não demorou muito até que tambores, atabaques e outros instrumentos fossem “absorvidos” por diferentes estilos musicais.

E é justamente dessa mistura entre culturas completamente diferentes que foram originando-se as principais manifestações de dança no país, como o samba, o carimbó, o forró, o maracatu e muitas outras!

Qual é a influência da dança na cultura brasileira?

Os diferentes tipos de danças brasileiras se entranharam de tal forma na cultura do povo que, hoje, são praticamente parte intrínseca da cultura brasileira.

Afinal, o país para entre fevereiro e março para curtir os festejos e as danças carnavalescas, seja o samba do Sudeste, o axé da Bahia ou o frevo pernambucano.

Em junho, é a vez de multidões se arrastarem com o bumba-meu-boi maranhense ou o tradicional forró que embala as festas de São João por todo o país.

Mesmo fora das datas comemorativas, a dança faz parte do dia a dia do brasileiro: está no boteco, nas festas e em casa, sobretudo nos momentos de lazer.

Afinal, mais que manifestações artísticas, as danças brasileiras são uma importante forma de expressão popular exatamente por estarem profundamente enraizadas na cultura de cada região!

    Está gostando do conteúdo?
    Receba as melhores dicas de viagens no seu e-mail!
    Fique tranquilo, não enviamos spam!
    E-mail cadastrado com sucesso!
    A partir de agora, você receberá as melhores
    dicas de viagem diretamente no seu e-mail!

    Encontre passagens aéreas em promoção para todo o Brasil!

    Já imaginou dançar um genuíno forró pé-de-serra no Nordeste, curtir o axé nas areias baianas, cair no samba em uma roda no Rio de Janeiro ou sentir a vibração do maracatu e do frevo pelas ruas de Recife e Olinda?

    E que tal fazer tudo isso sem comprometer o seu bolso?

    Visite agora mesmo nosso site de buscas, Passagens Promo, para encontrar as passagens aéreas mais baratas para qualquer destino do Brasil em poucos cliques!

    Não se esqueça de acionar o alerta de preços para não perder nenhuma promoção para o destino que você procura! 

    Melhores passagens aéreas nacionais do mercado!
    Passagens aéreas saindo de

    Quais são as danças brasileiras?

    A mistura de diferentes culturas tornou o Brasil um verdadeiro caldeirão de estilos musicais e suas respectivas danças, reflexo de toda a riqueza cultural do povo brasileiro.

    O melhor de tudo é que você pode conhecer essas danças em suas regiões de origem, aproveitando para conhecer não apenas a cultura, mas também os cenários mais icônicos de cada canto do Brasil.

    Já imaginou tomar um banho na praia de Ipanema e depois curtir uma roda de samba na Cidade Maravilhosa ou curtir o frevo após um passeio pelas ladeiras de Olinda?

    Confira quais as danças mais populares do Brasil e onde encontrá-las!

    Samba 

    Entre todas as danças brasileiras, nenhuma representa tão bem o Brasil quanto o samba. 

    O ritmo é conhecido pela comunidade estrangeira como “tipicamente brasileiro” e, muitas vezes, é considerado sinônimo de brasilidade.

    À medida que o Carnaval se aproxima, a paixão brasileira pelo samba parece aflorar ainda mais, arrastando multidões por praticamente todos os cantos do país.

    Embora muita gente acredite que o samba é carioca, foi nos morros baianos que surgiu o ritmo, trazido para a América pelos africanos: não demorou muito até os batuques ultrapassarem a fronteira das senzalas e caírem no gosto do povo.

    O atabaque, o pandeiro, o repique, a cuíca e o tamborim se juntam a outros instrumentos, como cavaquinho, banjo, flauta e violão, para contar as histórias mais cotidianas do povo.

    Um dos gêneros musicais mais populares do Brasil, o samba hoje é encontrado nas mais diversas roupagens, ou variações: samba-enredo, gafieira, samba de roda, e por aí vai!

    Forró 

    Forró
    Fonte: Prefeitura De Olinda / Flickr / CC BY 2.0

    Na batida da zabumba, sob o toque do triângulo e o chorar da sanfona, é difícil ficar parado. Bate logo aquela vontade irresistível de puxar seu par para um genuíno “arrasta-pé”.

    Diferentemente do samba, trazido para o Brasil pelos africanos, o forró é um gênero musical que se orgulha de ser genuinamente brasileiro: foi criado no Nordeste e se espalhou por todos os cantos do país!

    Dançado em pares, o forró se resume em movimentos circulares em que os pés se arrastam pelo chão, para trás e para a frente. 

    Quanto mais experiência dos dançarinos, mais ousados são os movimentos incorporados à dança. 

    Mas não se desanime se você nunca teve contato com o ritmo: mesmo que não tenha experiência, pode arriscar uns passos típicos do forró sem grandes dificuldades.

    Para curtir o ritmo em sua plenitude, que tal planejar uma viagem para o famoso Festival Nacional de Forró da cidade de Itaúnas, no Espírito Santo?

    Maracatu 

    Você sabia que Pernambuco é um verdadeiro “celeiro” de danças brasileiras? Apesar de muitas vezes ficar em segundo plano ao lado do “irmão” frevo, o maracatu é mais um dos gêneros originados na região!

    A “dança do batuque invertido” foi trazida para o Brasil pelos africanos: o maracatu nasceu nos cultos religiosos de matriz africana e, por isso, é marcado pela espiritualidade até hoje.

    A percussão é o carro-chefe do gênero, puxada por instrumentos como tambores, caixas e ganzás, mas não é só o som que importa. 

    Os participantes da festa também saem vestidos à caráter pelas ruas, com roupas bem coloridas, enquanto cantam, dançam e tocam os ritmos dedicados às figuras folclóricas típicas do maracatu.

    Frevo 

    Frevo
    Fonte: Prefeitura De Olinda / Flickr / CC BY 2.0

    O Carnaval brasileiro é um caldeirão de diferentes estilos musicais, como o samba e o axé. 

    Em Pernambuco, no entanto, o principal som pelas ruas é bastante peculiar: trata-se do festivo frevo!

    As músicas não são acompanhadas por letras, mas ninguém parece se importar. 

    O que importa é o ritmo contagiante e a alegria inconfundível dos dançarinos a sacudir seus guarda-chuvas coloridos de um lado para o outro, incorporando elementos da marchinha, da contradança e da polca.

    Muitas vezes, resta a impressão de que “meros mortais” são incapazes de reproduzir os malabarismos dos dançarinos de frevo, mas até o final de uma viagem por Olinda ou Recife, especialmente no Carnaval, você não vai resistir a arriscar uns passinhos!

    Carimbó 

    O carimbó compartilha muitas similaridades com o samba brasileiro: os movimentos e os instrumentos de percussão nos dois gêneros acentuam essas semelhanças.

    Mas não se confunda: o também chamado samba de roda do Marajó é um estilo de dança único, com sua própria identidade e origem.

    Em vez de vir dos africanos, é indígena, criado a partir de um instrumento de percussão comprido, feito de tronco de árvore e pele de animais, chamado pelos tupis-guaranis de curimbó. 

    O carimbó nasceu no Norte do Brasil, mais especificamente em Belém do Pará, e é caracterizado por movimentos tradicionais que pouco variam: o homem bate palmas a fim de chamar a mulher para dançar com sua saia rodada, bem colorida.

    Não apenas os dançarinos se movem no ritmo da música, mas também suas roupas, especialmente confeccionadas para o carimbó, garantindo um espetáculo encantador aos espectadores!

    Lambada 

    Não foi só o samba que ultrapassou as fronteiras brasileiras e ganhou o mundo: a lambada, um dos ritmos latinos mais conhecidos no exterior, é fruto da cultura do Brasil!

    Os movimentos sensuais da lambada são intercalados por giros e acrobacias ousadas, inspirados nos gestos tradicionais do forró, do carimbó, da cumbia e do merengue.

    Os especialistas se dividem sobre o local exato de origem do gênero. Há quem diga que nasceu no Pará, enquanto outros apontam para o Nordeste.

    Uma coisa, porém, é certa: difícil é ficar parado quando começa a tocar “Chorando Se Foi”, um sucesso estrondoso da música brasileira, que vendeu mais de 5 milhões de cópias no mundo inteiro!

    Bumba-meu-boi 

    Bumba-meu-boi
    Fonte: Michael_Swan / Flickr / CC BY-ND 2.0

    Uma das principais danças tradicionais do Brasil, o bumba-meu-boi (ou boi-bumbá) é particularmente popular no Norte e no Nordeste do país, combinando dança, teatro e crenças populares para gerar um belo espetáculo cultural.

    Tombado como Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade pela Unesco, o bumba-meu-boi gira em torno da lenda da morte e ressurreição do boi mais bonito de uma fazenda.

    A figura colorida do boi é uma mescla de heranças portuguesas, espanholas, africanas e indígenas, representando bem a miscigenação do povo brasileiro.

    A cidade de Parintins, no Amazonas, é hoje o principal endereço para quem quer conferir essa expressão cultural de perto: todos os anos, o Festival Folclórico de Parintins arrasta milhares de pessoas com os desfiles dos bois Caprichoso e Garantido!

    Baião 

    Para o ouvido desatento, o baião pode até ser confundido com o forró: as duas danças tipicamente brasileiras dividem alguns movimentos em comum, são dançadas em pares e carregam em suas letras traços da cultura nordestina.

    No entanto, o baião se orgulha de carregar heranças indígenas e caipiras em cada uma de suas notas, utilizando movimentos de balanceio e marcando os passos a partir dos calcanhares.

    O ato de tirar seu par para a dança também chama a atenção, pois só é possível pela “umbigada”: você precisa aproximar o umbigo de seu parceiro para oficializar o convite!

    Foi o ícone Luiz Gonzaga, rei do baião, que popularizou o ritmo além do Nordeste, firmando seu nome entre as grandes lendas da música brasileira.

    Jongo 

    Mais um ritmo de origem africana para nossa lista: jongo para alguns, caxambu para outros!

    O gênero é caracterizado pelo bater de palmas e pelos batuques que embalam os dançarinos: a cada hora um participante vai ao centro da roda e executa seus movimentos, até dar lugar ao próximo colega.

    Embora não seja muito popular por todo o mapa brasileiro, o jongo é praticado em diferentes pontos da região cafeeira de Minas Gerais, bem como no Vale do Paraíba, no meio do caminho entre Rio de Janeiro e São Paulo.

    Coco 

    Coco
    Fonte: Anizio (Olinda) Da Silva / Flickr / CC BY-SA 2.0

    Nascido no Nordeste, o coco é bastante conhecido no interior de Alagoas, Pernambuco e Paraíba, mas também pode ser encontrado em regiões que abrigam comunidades quilombolas, incluindo no interior de Minas Gerais e São Paulo.

    O ritmo dos quilombos combina os tambores africanos ao som característico dos cocos sendo quebrados para a retirada de amêndoas, daí o nome do gênero.

    Por sua importância para os povos de origem africana e para a construção da cultura local, o coco é hoje tombado como Patrimônio Cultural Imaterial de Alagoas pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional!

    Quais são as danças brasileiras de origem indígena?

    Os moradores originais do nosso país deixaram muitas marcas nas principais danças brasileiras. 

    Afinal, vieram dos indígenas um dos ritmos mais populares do Brasil, como o bumba-meu-boi, o baião e o carimbó, e outros menos conhecidos, como a catira, o caiapó, o cururu e a jacundá.

    Além disso, quando você estiver dançando xote pela próxima vez, lembre-se de que o ritmo derivado do forró incorporou influências indígenas em seus principais instrumentos e movimentos!

    Quais são as danças brasileiras com influência africana?

    Não é difícil encontrar danças brasileiras com influência africana. 

    Pelo contrário, a maioria dos gêneros tradicionais do país, incluindo o samba e o maracatu, só foram criados a partir de instrumentos musicais, tradições e movimentos apresentados pelos africanos trazidos ao Brasil a partir do século XVI.

    O jongo, o axé, o maculelê e a congada são mais alguns exemplos de danças de origem africana que se popularizaram na antiga colônia portuguesa e continuam em prática até hoje!

    Vantagens Promo tem as melhores ofertas para você economizar na sua viagem! Encontre cupons e descontos para seguro viagem, hotel, e muito mais! Clique aqui e confira.

    Quais são as danças brasileiras de origem europeia?

    Não vá pensando que apenas os indígenas e os africanos deixaram suas heranças nos ritmos musicais do Brasil. Também existem danças brasileiras de origem europeia!

    Nesta categoria se encaixa, por exemplo, o fandango, um estilo de dança bastante popular no Sul do Brasil que segue o som do acordeão, da viola e da rabeca, apresentado por imigrantes portugueses.

    A caninha-verde também foi trazida pelos colonos de Portugal, com canções improvisadas na viola a embalar os dançarinos em rodas, uma para homens e outra para mulheres.

    Outros ritmos, embora não tenham sido originados na Europa, também receberam influências do Velho Continente, como o bumba-meu-boi.

    Melhores ofertas de passagens aéreas nacionais!

    Quer conhecer as principais danças brasileiras em seus cenários carregados de folclore e cultura? 

    Então garanta agora mesmo a sua passagem aérea mais barata no melhor site de buscas do Brasil, o Passagens Promo!

    Você consegue encontrar a oferta que cabe no seu bolso em poucos cliques: basta digitar as cidades de origem e destino, selecionar as datas da viagem e escolher a melhor oferta!

    Lembre-se de ativar o alerta de preços para não perder nenhuma promoção para o destino que você procura! 

    Quer explorar os ritmos do Brasil com economia? De Promo você pode!

    Melhores passagens aéreas nacionais do mercado!
    Passagens aéreas saindo de
    Azul MVF Mossoro NAT Natal 01 Abr 06 Abr R$ 193 Azul MVF Mossoro NAT Natal 01 Abr 06 Abr R$ 197 Gol CNF Belo Horizonte GRU São Paulo 03 Mar 07 Mar R$ 227 Gol CNF Belo Horizonte GRU São Paulo 09 Abr 19 Abr R$ 227 Gol CNF Belo Horizonte GRU São Paulo 11 Mar 15 Mar R$ 227 Ver mais ofertas

    Continue sua leitura!