O que fazer em Moscou: 19 atrações imperdíveis na capital da Rússia

O que fazer em Moscou? Com suas ruas largas, praças lendárias e prédios exuberantes, a capital da Rússia é um dos destinos mais procurados por turistas no país. 

A cidade é o lugar ideal para quem deseja conhecer mais sobre os tempos vermelhos da União das Repúblicas Socialistas Soviéticas (URSS).

Sabia que na Rússia há dias que duram 24h? Pois é! Na segunda quinzena de junho acontecem as famosas “noites brancas”, que são dias em que o sol não se põe e não há noite.

Com muitas opções de turismo entre museus e palácios, jardins e prédios históricos. Selecionamos 19 atrações imperdíveis para você fazer e conhecer em Moscou.

O que fazer em Moscou, capital da Rússia

O que fazer em Moscou

Moscou é uma cidade complexa e misteriosa. Famosa pelos prédios e muros vermelhos, possui enigmas históricos e atrações icônicas.

Importante centro econômico, político, financeiro, cultural e religioso do país, essa cidade irá te conquistar facilmente.

O turismo de Moscou gira em torno de Kremlin – símbolo do poder soviético, Praça Vermelha e sua magnífica Catedral de São Basílico.

Mas há mais o que desbravar na capital da Rússia. Os turistas podem ir muito além com os museus, teatros, jardins, espetáculos de balé e restaurantes.

Uma facilidade da cidade é a sua fascinante rede de metrôs, que além de ser uma atração turística, te leva para os demais passeios.

Ah, geralmente os nativos não falam línguas ocidentais, como o inglês e o francês. Mas são pessoas simpáticas e prestativas, que farão o possível para te ajudar a chegar ao seu destino.

Moscou é realmente surpreendente! Prepare-se para descobrir as belezas e os segredos da cidade!

-> Confira passagens aéreas para Moscou na Promoção

Qual a melhor época para ir a Moscou?

O que fazer em Moscou

Fonte: Unsplash

Um dos principais pontos a serem definidos na hora de programar uma viagem é: quando viajar? Mas então qual a melhor época para ir a Moscou?

Tudo vai depender da sua disponibilidade de datas e a intenção de passeios. Mas já adianto que a Primavera e o início do Verão são as melhores épocas para conhecer a capital da Rússia.

Entre os meses de maio a setembro, as temperaturas em Moscou estão mais amenas, marcando máximas de 23ºC e mínimas de 13ºC.

Nessa época os dias também são mais longos, o que possibilita fazer passeios até mais tarde e aproveitar todos os lindos cenários de Moscou.

Caso você tenha interesse em aproveitar a neve na Rússia, viaje entre os meses de dezembro e março. Mas vá muito preparado, viu? Os termômetros marcam entre -3ºC e -9ºC.

Nesse período fica mais difícil fazer os passeios ao ar livre e caminhar pela cidade. O inverno russo é muito rigoroso.

O Outono também tem um clima mais ameno, porém, é tempo chuvoso, o que dificulta os passeios ao ar livre.

Mas não é uma estação ruim para conhecer Moscou. Nos momentos em que o sol aparece, a cidade ganha um toque especial com festivais e a famosa festa do Outono Dourado.

Quantos dias em Moscou?

Quantos dias em Moscou

Fonte: Unsplash

Por ser uma capital, Moscou é uma cidade muito grande, com aproximadamente 12 milhões de habitantes. Portanto, é importante levar esse ponto em consideração no momento de planejar a viagem.

Um tempo mais longo de estadia garantirá que você tenha tranquilidade para conhecer e se locomover pela cidade, já que os pontos turísticos poderão ser mais distantes um dos outros.

Tenha pelo menos 7 dias disponíveis para conhecer as principais atrações de Moscou e também fazer o que há de melhor na cidade, como restaurantes e passeios.

Passagens aéreas para Moscou

Na hora de comprar suas passagens aéreas para Moscou, fique atento! Planeje-se antes e faça uma boa pesquisa.

A nossa dica é que você use um site comparador de passagens para encontrar os melhores preços para a viagem.

Pesquise em dias e horários diferentes e evite os fins de semana, momento que a busca de passagens aumenta, e, consequentemente, os preços também.

Nunca deixe esse item da sua viagem para última hora. É muito importante cumprir o planejamento inicial.

Passagens Aéreas para Moscou
Passagens aéreas saindo de

O que fazer em Moscou

Moscou é uma cidade grande e de muitas possibilidades. Há atrações e entretenimento para todos os gostos e estilos.

Museus, parques e prédios históricos te levam para um mundo completamente diferente e de muita cultura e conhecimento.

A cidade já tem por si só um aspecto histórico bem relevante. E por isso, qualquer cantinho de Moscou será uma descoberta e te ensinará alguma coisa nova

Pensando em facilitar a sua viagem, nós selecionamos 19 atrações entre museus, catedrais, parques e espetáculos, para você incluir no seu roteiro e aproveitar ao máximo Moscou.

Vem ver!

Mapa de Pontos Turísticos de Moscou

1. Catedral de São Basílio

O que fazer em Moscou

Fonte: Pixabay

Cartão postal mais conhecido de Moscou, a Catedral de São Basílio é uma construção de 1555 para homenagear a vitória do Império Russo contra os tártaros do Canato de Kazan.

A famosa Catedral vermelha com torres coloridas chama atenção de quem passa pela Praça Vermelha. O formato e as cores diferenciadas dão um toque especial à imponente construção.

A Catedral de São Basílio reúne 10 igrejas interligadas por corredores decorados com painéis e pinturas com muitas características da Igreja Ortodoxa Russa.

Para entrar na Catedral é necessário desembolsar 400 rublos, o equivalente a R$23. A visita entre as igrejas demora aproximadamente 1h30min.

2. Praça Vermelha

O que fazer em Moscou

Fonte: Pixabay

A Praça Vermelha é, talvez, o ponto turístico mais importante de Moscou. Ela reúne várias atrações que devem estar no seu roteiro. Então prepare-se para ficar um bom tempo pela área.

Muitos pensam que o nome da praça é por causa da cor dos prédios nos arredores ou em relação com a era comunista.

Mas o nome Praça Vermelha é apenas a tradução dada na época para a palavra “krasniy”, que na verdade significa “bela”.

Ali você estará próximo de diversos pontos turísticos que citaremos a seguir, como Mausoléu de Lenin e o Shopping GUM.

Aproveite a localização da praça. Ela oferece uma ótima opção de restaurantes e bares para as típicas refeições russas.

3. Kremlin Moscovo

O que fazer em Moscou Kremlin Moscovo

Fonte: Pixabay

Os muros de Kremlin são a estrutura arquitetônica do século XV mais significativa da Rússia.

O nome do complexo significa “fortaleza dentro de uma cidade”, o que justifica também a sua função. Já que foi construída com o objetivo de proteger a cidade de ataques estrangeiros.

Para se ter uma noção do tamanho dessa construção, o muro possui cerca de 2.500 metros de comprimento e a altura varia de 5 a 19 metros. Já a sua torre mais alta tem 81 metros.

Os muros dão proteção a catedrais, palácios e jardins denominados Patrimônio da Humanidade pela UNESCO. E, desde 1991, Kremlin é sede do governo e residência oficial dos presidentes russos.

Devido à sua importância no governo russo, você verá seguranças armados por todo lado e só poderá entrar em metade das atrações do Kremlin de Moscou.

Lá você poderá conhecer os Jardins de Alexandre, com o Túmulo do Soldado Desconhecido, que representa todos os soviéticos mortos na Grande Guerra Patriótica.

Bem como a Praça das Catedrais, Palácio do Patriarca, Tsar Pushka – um gigante canhão de 18 toneladas, o Jardim Secreto e o Palácio do Terem. Ao todo são mais de 40 atrações.

Para fazer a visitação é necessário adquirir o ingresso em um dos postos dos Jardins de Alexandre ou pelo site oficial de Kremlin.

São 3 opções de ingressos que possuem acessos diferentes para as atrações de dentro da fortaleza.

Os quatro portões do local são facilmente identificados com as estrelas rubis da era comunista. Procure por um deles!

4. Parque Zaryadye

O que fazer em Moscou Parque Zaryadye

Fonte: Unsplash

O Parque Zaryadye vai te surpreender com uma infraestrutura diferenciada do que você já viu.

Ponte flutuante, caverna, teatros e passagens subterrâneas, restaurantes, hotéis e cinema também em um centro subterrâneo e um anfiteatro para 2.500 pessoas.

A ponte flutuante é um enigma por seu tamanho e por não possuir nenhum tipo de suporte para segurá-la. Já o anfiteatro recebe apresentações e concertos.

Ah, e todo o seu passeio pelo Parque Zaryadye será levado pelo som de músicas clássicas, que tocam pelo local. É realmente uma experiência incrível e diferenciada.

5. Catedral da Assunção

Catedral da Assunção em Moscou

Fonte: Domínio Público

A Catedral da Assunção é uma das igrejas que formam a Praça das Catedrais do Kremlin – a sede do governo russo.

A igreja ortodoxa se destaca entre as demais pelo seu belo design com cúpulas douradas, que chamam a atenção de quem passa por ali.

O seu interior também não fica para trás. O destaque interno é para a iconóstase – uma espécie de parede de ícones emoldurados de 1813.

Palco de acontecimentos importantes como a coroação de Ivan, o Terrível, ainda preserva o trono que ele utilizava para rezar, entre outros tesouros.

Para visitar a Catedral da Assunção é necessário comprar o passe em um dos postos de vendas nos Jardins de Alexandre. Mas fique atento a quais atrações o ingresso lhe dá direito.

Ah, e fique atento aos dias e horários de visitação. Apesar de acontecer todos os dias, exceto às quintas-feiras, os horários são predeterminados.

6. Catedral de Cristo Salvador

O que fazer em Moscou Catedral de Cristo Salvador

Fonte: Pixabay

A Catedral de Cristo Salvador foi construída, inicialmente, em 1812, para comemorar a vitória do exército russo sobre Napoleão Bonaparte.

Em 1931, foi demolida para dar lugar a um palácio do centro do poder soviético. Depois com o fim do regime comunista começou a reconstrução da atual versão, inaugurada em 2000.

Localizada no distrito de Arbatskaya, às margens do rio Moscou, também possui cúpulas douradas, que podem ser visualizadas de várias partes da cidade.

Uma das mais altas igrejas ortodoxas do mundo, abriga aproximadamente 10 mil pessoas no seu salão principal.

Além da visitação ao interior da igreja, possui um ambiente externo ótimo para ser explorado, como a Ponte Patriarshy, que dá acesso à Catedral.

Dentro da igreja não é autorizada a utilização de câmaras fotográficas e celulares. Ah, a entrada é gratuita!

7. Catedral de Kazan

O que fazer em Moscou Catedral de Kazan

Fonte: Pixabay

Localizada na famosa Praça Vermelha de Moscou, a Catedral de Kazan tem seu charme especial.

Pequena e delicada quando comparada com as demais igrejas russas, também é uma reconstrução da original, que foi destruída por Josef Stalin, em 1936.

Ao entrar na Catedral de Kazan você recebe lenços para cobrir a cabeça, mas não é obrigatório utilizar. Porém é um sinal de respeito à religião.

A decoração é simples, mas linda! As igrejas ortodoxas russas não possuem esculturas de santos e sim pinturas que os representam.

Construída em homenagem à Virgem de Kazan, a Catedral abre diariamente e a entrada é gratuita. Também não é permitido fotografar o interior da igreja.

8. Catedral do Arcanjo Miguel

A Catedral do Arcanjo Miguel, como o nome já sugere, é uma homenagem ao anjo, protetor do líder da Moscóvia.

Essa em especial possui um cemitério, onde príncipes e czares estão sepultados. Na entrada da igreja há um mapa com a localização exata e informações sobre os túmulos.

Há também uma iconóstase com ícones emoldurados e uma seção de retratos fúnebres.

A Catedral do Arcanjo Miguel faz parte do conjunto de igrejas do Kremlin. Então para visitá-la é necessário adquirir o ingresso nos postos oficiais nos Jardins de Alexandre.

Ah, o ingresso é o mesmo das outras catedrais que fazem parte do complexo, então aproveite para visitar todas de uma só vez.

9. Jardins de Alexandre

Os Jardins de Alexandre são um conjunto de três jardins distribuídos ao longo da muralha ocidental de Kremlin. O nome é em homenagem ao czar Alexandre I.

Construído entre 1819 e 1823, foi um dos primeiros parques públicos de Moscou. O local é muito procurado por turistas e moradores para descansar e fazer passeios em família.

Os Jardins de Alexandre são tranquilos e relaxantes. O gramado verde, as flores e as muitas fontes distribuídas pelo parque são destaques de um lindo paisagismo.

Em um dos jardins há o Túmulo do Soldado Desconhecido. Se aproxime, pegue um lugar de boa visualização e aguarde a troca da guarda, que acontece de hora em hora.

Nos Jardins de Alexandre há muitos outros memoriais e monumentos históricos da Rússia. Aproveite para desvendá-los.

Ah, o local rende ótimas fotos de recordação de sua viagem a Moscou.

10. As Sete Irmãs de Stalin

O que fazer em Moscou As Sete Irmãs de Stalin

Fonte: Unsplash

As Sete Irmãs de Stalin são sete arranha-céus que representam o poder e a ostentação da Rússia.

Os prédios também foram construídos em comemoração da vitória sobre a Alemanha, na Segunda Guerra Mundial, durante o governo de Josef Stalin, entre 1947 e 1953.

Andando por Moscou em um ponto ou outro é possível visualizar alguma de suas arquiteturas conhecidas como Classicismo Monumental ou Stalinista.

As imponentes construções são chamadas de “irmãs”, mas não são idênticas. Possuem apenas uma arquitetura semelhante.

Grandiosas e clássicas, algumas pessoas as comparam com um belo bolo de casamento devido às muitas camadas e cascatas.

Na era soviética, os prédios eram utilizados como apartamentos compartilhados. Atualmente abrigam hotéis, apartamentos privados e estabelecimentos comerciais.

Caso esteja caminhando pelas ruas e alguma delas se apresente ao meio da paisagem urbana, saiba quem são as Sete Irmãs de Stalin:

11. Parque Gorky

O que fazer Moscou

Fonte: Domínio Público

O principal parque urbano de Moscou é uma ótima opção de passeio tanto no verão como no inverno.

Fundado em 1928 com o objetivo ser uma área de lazer para os trabalhadores, recebe atualmente mais de 40.000 visitantes por dia.

O parque possui uma programação diversificada com eventos e exposições durante o ano todo. No inverno as ruas alagam e se transformam em uma das maiores pistas de patinação no gelo.

Já o verão é ideal para os passeios de bicicletas e caminhadas. O parque fica colorido com as diversas flores e plantas.

Localizado às margens do rio Moscou, a estrutura local é perfeita para os passeios em família. Há lanchonetes, ambulantes, água potável e wi-fi.

12. Shopping GUM

O que fazer em Moscou Shopping GUM

Fonte: Unsplash

O Shopping GUM, também chamado de Galeria GUM, é um dos pontos turísticos mais famosos de Moscou. Uma herança czarista quase destruída pelos bolcheviques.

Sua estrutura é da década de 90 e mistura uma arquitetura russa tradicional com a inglesa do século XIX. É tanta beleza que é impossível ignorá-la.

Faça um passeio pelos corredores e aprecie cada detalhe do centro comercial mais luxuoso da Rússia.

O GUM é uma franquia muito conhecida, que reúne as principais lojas de departamento e de luxo, como Louis Vitton e Hermès.

E para você que está se perguntando: o que comer em Moscou? Esse também é o lugar certo!

Almoce no Stolovaya 57 e conheça a verdadeira culinária russa. O restaurante é um dos mais famosos da cidade.

13. Mausoléu de Lenin

O Mausoléu de Lenin é um ponto turístico que você não pode deixar, de forma alguma, de visitar.

Além de sua arquitetura soviética de tirar o fôlego, é um ponto reverenciado por muitos russos.

O lugar possui um formato de pirâmide e abriga o sacófago do líder da Revolução Russa de outubro de 1917, Vladimir Lenin.

Inicialmente, a intenção era expor o corpo temporariamente, mas depois dirigentes da URSS resolveram conservar o corpo, transformando o Mausoléu em um importante símbolo do regime soviético.

Parece estranho visitar um Mausoléu, né? Mas esse é um dos pontos turísticos mais visitados de Moscou, tanto pela curiosidade quanto pela importância histórica.

É muito importante que você se programe para esse passeio, pois o Mausoléu só abre às terças, quartas, quintas e sábados, de 10h às 13h.

14. Mosteiro Novodevichy

viagem Moscou

Fonte: Domínio Público

Convento ou Mosteiro Novodevichy é mais uma sugestão de passeio ao ar livre e com um pouco de contato com a natureza.

Se você pensa que Moscou será uma selva de pedras, está enganado. Lá é possível encontrar muitos parques e ótimos passeios a céu aberto.

O local é um pouco mais afastado do centro e demandará mais tempo de deslocamento. Mas uma coisa é certa: vale a pena!

Fundado em 1524, abriga a Catedral de Nossa Senhora de Smolensk com uma rica iconóstase com imagens santas emolduradas em ouro. Uma doação de Sophia, meia-irmã de Pedro, o Grande.

O muro do convento é parecido com o de Kremlin, pois inicialmente também seria uma fortaleza de defesa.

No Mosteiro Novodevichy é possível encontrar outras pequenas igrejas e museus com exposição de obras de artes e artistas religiosos.

Atrás do convento fica um cemitério, onde descansam importantes personalidades russas, como presidentes, heróis nacionais, cientistas, artistas e bailarinas.

Estranho, né? Mas interessante! As decorações dos túmulos e esculturas são diferenciadas. Tem até escultura em forma de avião e tanques de guerra.

15. Museu Histórico do Estado

viagem Moscou

Fonte: Pixabay

Está a fim de conhecer a história do território russo desde o período paleolítico? Este é o lugar certo.

O Museu Histórico do Estado possui um acervo com aproximadamente 4,5 milhões de artigos e mais de 15 milhões de documentos importantes para a história do país.

Mas calma! Não são todos que estão expostos e podem ser visitados. Isso é só para você ter noção da importância deste museu.

Localizado na Praça Vermelha, o museu já impressiona só pela belíssima fachada no estilo revivalismo russo, planejado pelo arquiteto Vladimir Sherwood.

O Museu Histórico do Estado abre todos os dias, exceto às terças-feiras e nas primeiras segundas-feiras de cada mês.

Não deixe de acessar o site oficial do museu para conferir horários e exposições temporárias.

16. Museu Pushkin

Um dos museus mais importantes da Rússia, o Museu Pushkin de Belas Artes é dedicado à arte europeia.

O nome é em homenagem ao grande poeta russo Alexander Pushkin.

Composto por três prédios, o museu possui importantes coleções de pinturas, esculturas, fotografias, moedas e desenhos. Ao todo são mais de 700 mil obras de diferentes épocas.

O museu também é conhecido por ter uma das maiores coleções de réplicas do mundo em gesso e bronze.

Já deu pra imaginar o tamanho das coleções e o tempo que você levará para conhecer o lugar, né? Prepare-se para um programa para o dia inteiro.

17. Galeria Tretyakov

O que fazer em Moscou Galeria Tretyakov

Fonte: Domínio Público

Com o intuito de regionalizar e preservar a arte russa do século XX, a Galeria Tretyakov é exclusiva para a exposição de artes nacionais.

Para conhecer a galeria é necessário fazer uma caminhada pelo Parque dos Monumentos Caídos. Aproveite para apreciar as esculturas da era comunista.

Ao chegar lá procure pela Casa Central dos Artistas – um prédio moderno em formato de caixa, dentro do parque.

Lá você terá a oportunidade de conhecer obras de artistas pioneiros da arte abstrata, como Kandinsky e Malevich.

Além de exemplos da arte russa vanguardista que ajudam a entender a evolução da arte moderna.

O que fazer em Moscou: passeios imperdíveis

O ponto forte do turismo em Moscou são os parques, catedrais e museus. Mas a cidade é muito mais que isso.

Há passeios de entretenimento que são tão incríveis quanto os famosos monumentos. Nós te indicamos dois. Veja só!

18. Teatro Bolshoi em Moscou

O que fazer em Moscou Teatro Bolshoi em Moscou

Fonte: Domínio Público

Ir a Moscou e não assistir um espetáculo no Teatro Bolshoi é imperdoável. Ainda mais se for de balé, né? Referência mundial!

O prédio do teatro já é um espetáculo por si só. Foi desenhado por Joseph Bové, em 1856, para receber espetáculos de ópera e balé.

O Teatro de Bolshoi esteve em reforma por 6 anos para recuperar a sua qualidade acústica e decoração do período soviético. Imagine a belezura que ficou.

Para conhecer o local e, principalmente, assistir a um espetáculo das bailarinas de Bolshoi é necessário uma boa programação.

Pesquise os dias de apresentação e compre os ingressos com antecedência para não correr o risco de perder o melhor passeio de Moscou.

19. Passeio de barco pelo Rio Moskva

Passeio de barco pelo Rio Moskva

Fonte: Unsplash

Ah… um passeio de barco é sempre bem vindo, né? Ainda mais em Moscou! Separe um fim de tarde e vá curtir essa atração.

O rio Moscou cruza a cidade, então é praticamente um tour de barco. Dá para você ver o Kremlin, a Catedral São Basílio, o Mosteiro, entre outros pontos turísticos.

Ah, ver os monumentos que você já visitou durante sua viagem de uma perspectiva diferente é uma atração à parte. A iluminação noturna é maravilhosa!

Existem várias empresas que fazem o trajeto. Alguns possuem bar, restaurante e deck aberto. É uma verdadeira viagem de luxo.

Ao chegar na cidade escolha o que melhor atender suas necessidades e expectativas.

Passagens aéreas para Moscou na Promoção

Chegou o momento de comprar suas passagens aéreas para Moscou. Tem coisa melhor do que economizar nessa hora?

Pesquise o seu destino com antecedência e em dias e horários variados, assim você encontrará os melhores preços.

Ah, não esqueça de ativar os alertas de preços, assim, quando o seu trecho cadastrado tiver alteração, nós te avisaremos!

Siga nossas redes sociais e descubra o seu próximo destino dos sonhos e as principais promoções.

Malas prontas? De PROMO você pode!

Passagens Aéreas para Moscou
Passagens aéreas saindo de
Recomendado para você
Turismo na Rússia: quando ir, documentação e cidades turísticas

Turismo na Rússia: quando ir, documentação e cidades turísticas

Lugares frios para viajar: os 18 melhores destinos no inverno

Lugares frios para viajar: os 18 melhores destinos no inverno