Juatinga: visite as melhores praias e pontos turísticos da região!

Ainda desconhecida para muita gente, Juatinga é quase um tesouro escondido em um dos principais destinos turísticos do Brasil, a histórica Paraty, no Rio de Janeiro.

Em uma área de 9.797 hectares, o visitante pode conhecer toda a riqueza ambiental do litoral fluminense, com a paisagem dividida em trechos de mata atlântica nativa, manguezais, costões rochosos e vegetação de restinga.

Na linha do horizonte, o Atlântico ganha contornos paradisíacos, com águas cristalinas ricas em diversidade animal: prato cheio para quem gosta de mergulho com cilindro ou snorkel.

O que você acha de conhecer um dos maiores santuários de vida animal do Brasil? Confira as dicas que reunimos para te ajudar no planejamento da viagem. Veja só!

Compre passagens aéreas com o menor preço neste link!

Juatinga: como aproveitar o passeio pela reserva?

A reserva ecológica de Juatinga, Paraty, RJ, oferece ao viajante a oportunidade de conhecer um lado bem mais selvagem desse destino já badalado entre os amantes de história e cultura.

Em vez das ruas de pedra que carregam séculos de história e pousadas cheias de charme, na reserva, a protagonista é a natureza em todas as suas formas.

As praias paradisíacas da região são rigorosamente protegidas, o que garante cenários exuberantes, praticamente intocados pela mão do homem, desde o Saco do Mamanguá até a mais conhecida Praia do Sono.

Esses cenários idílicos são conectados por uma das mais famosas travessias do Sudeste brasileiro, formando um roteiro de trekking listado com frequência entre os melhores do país

Afinal, quem não gostaria de percorrer trilhas em meio à mata nativa, entre animais que não existem em outros cantos, até chegar a praias belíssimas e pouco badaladas, até mesmo durante a alta temporada?

Visitar esse paraíso escondido em um dos principais destinos da Estrada Real, porém, demanda bom planejamento por parte do viajante, e nós vamos te ajudar nessa empreitada.

Neste artigo, você encontra tudo sobre a reserva, incluindo a melhor época para visitar, como chegar, o que fazer e o que levar na mochila! Vamos lá!

O que é uma reserva ecológica?

O que é uma reserva ecologica?
Fonte: Pexels

A Reserva Ecológica Estadual da Juatinga é uma das chamadas Áreas de Proteção Ambiental do estado do Rio de Janeiro.

Isso significa que estamos falando de uma região com área bem delimitada, criada com o intuito de garantir a preservação ambiental, bem como sua diversidade animal, a partir da proibição de atividades que sejam nocivas à natureza.

Onde fica Juatinga?

A reserva de Juatinga pertence à cidade de Paraty e fica a cerca de 20 km de distância do centro da cidade histórica, na Costa Verde do Rio de Janeiro.

A região está localizada a pouco mais de 200 km ao sul da capital fluminense, no meio do caminho entre Angra dos Reis (100 km) e Ubatuba (80 km), já em São Paulo.

Mapa reserva da Juatinga

A reserva foi criada oficialmente em 1992 para proteger uma área de 9.797 hectares anexa à Área de Proteção Ambiental de Cairuçu. 

Ali vivem pouco mais de 1.500 pessoas em oito comunidades caiçaras que oferecem alguma infraestrutura aos visitantes. Confira no mapa!

Como ir para Juatinga?

O aeroporto mais próximo a Juatinga é o Aeroporto Internacional Tom Jobim, também conhecido como Galeão, no Rio de Janeiro.

Depois de desembarcar, você precisará encarar uma viagem de aproximadamente 4 horas pelas rodovias Governador Mário Covas e BR-101 até Paraty. 

Quem está viajando sem carro pode utilizar o ônibus para fazer o trajeto: a Rodoviária Novo Rio oferece viagens em vários horários com destino ao Terminal Rodoviário de Paraty, com passagens a partir de R$ 81.

Se você está saindo de São Paulo, o percurso é feito também em 4 horas pelas rodovias BR-116 e BR-459. 

De ônibus, o trecho é feito com saída da Rodoviária do Tietê, com passagens a partir de R$ 60 (preços em agosto/2021).

Depois de chegar a Paraty, você precisará embarcar em um ônibus até Paraty Mirim, com saídas a cada 2 horas, a partir de onde você poderá iniciar a travessia pelo Saco do Mamanguá.

Passagens aéreas em promoção para Juatinga

Quer conhecer as belezas de Juatinga sem sacrificar suas economias? 

Visite agora mesmo nosso site buscador, Passagens Promo, para adquirir passagens aéreas mais baratas para o Rio de Janeiro ou qualquer outro destino!

Encontrar as melhores promoções é fácil com nossa plataforma moderna e exclusiva: você só precisa digitar as cidades de origem e destino, incluir as datas da viagem e escolher a oferta que mais chamar a sua atenção!

Não se esqueça de ligar o alerta de preços para não perder nenhuma promoção para o destino que você procura!

passagens-promo
Passagens aéreas saindo de

Como fazer a travessia da Juatinga, Paraty?

Para fazer a popular travessia da Juatinga, você vai precisar pegar um barco em Paraty Mirim até o Saco do Mamanguá, onde o roteiro começa de fato.

Também é possível embarcar no cais turístico ou no cais pesqueiro de Paraty, mas essas opções ficam em segundo plano por seu tempo de duração, superior a 2 horas, enquanto a viagem a partir de Paraty Mirim leva apenas 20 minutos.

A travessia, em si, pode levar até quatro dias, percorrendo cerca de 40 km em meio à natureza até chegar à Vila de Laranjeiras, pertinho do distrito de Trindade, onde fica a Enseada do Sono, última parada do roteiro.

No trajeto, você não encontrará pontos de apoio ou estrutura de atendimento aos turistas, mas poderá encontrar hospedagem e alimentação nas comunidades caiçaras espalhadas pela reserva.

Quando ir para Juatinga?

Quando ir para Juatinga?
Fonte: Pxhere / CC0

Tradicionalmente, a travessia é realizada durante o verão, quando os trilheiros podem intercalar seus trechos de caminhada com banhos em praias paradisíacas, bem como nas cachoeiras e rios distribuídos pelo trajeto.

O problema é que o verão, de dezembro a fevereiro, é particularmente cruel nessa região, com calor intenso, acima de 30ºC, e chuvas frequentes.

Isso não quer dizer que você não possa visitar a reserva em outras épocas do ano. No inverno, por exemplo, o tempo fica mais firme, embora os termômetros dificilmente passem dos 22ºC.

O segredo é se planejar bem, independentemente da época escolhida para a viagem, para evitar perrengues e garantir o máximo de conforto possível à sua experiência na reserva!

O que levar em um passeio a Juatinga?

Se a sua intenção é fazer a travessia, você precisa viajar leve para evitar desgastes desnecessários: recomenda-se que a mochila tenha, no máximo, 10% do peso do trilheiro.

Alguns elementos facilitam a vida do viajante: você estará em um destino quente e, por isso, poderá dispensar casacos pesados ou sacos de dormir, o que se resume em mochila mais leve.

Vale a pena colocar uma camisa de fleece na mochila para se proteger nas noites mais frescas, além de uma manta leve.

Além de roupas confortáveis e adequadas para trilha, de preferência impermeáveis, não se esqueça de levar lanterna (e pilhas), barraca e isolante térmico, roupas de banho, talheres e copo, kit de primeiros socorros e medicamentos de uso contínuo. 

Você também precisará levar seus próprios itens de higiene pessoal, como escova e pasta de dentes, sabonete, shampoo e condicionador, desodorante e filtro solar.

Invista em um calçado confortável, que se adapte ao seu pé, como tênis, bota e até mesmo sandália de trilha para os dias mais quentes.

Por fim, coloque na mochila sacolas plásticas para coletar seu lixo e descartar nos pontos apropriados.

Praias de Juatinga

Praias de Juatinga
Fonte: Pexels

Depois de se preparar para a sua viagem, chegou a hora de curtir algumas das praias mais bonitas do Rio de Janeiro, com águas cristalinas, areia branquinha e vegetação exuberante!

Confira as melhores praias de Juatinga!

Saco do Mamanguá

O Saco do Mamanguá é um tipo de fiorde tropical, com uma única entrada pelo mar com pouco mais de 2 km de largura espremida entre duas montanhas, totalizando 8 km de extensão.

O relevo da região garante águas bem calmas e limpas, até o fim do Mamanguá, onde o visitante encontra um manguezal bem preservado e uma belíssima cachoeira!

A região do Saco do Mamanguá pode ser o começo ou o fim da sua travessia, com a Enseada do Sono no extremo oposto. 

De qualquer forma, vale a pena passar ao menos uma noite na região e depois pegar a trilha de volta para a Vila de Laranjeiras, de onde você poderá pegar um ônibus para Paraty ou pegar o seu carro, caso o tenha estacionado por lá.

Praia Grande da Cajaíba

A Praia Grande da Cajaíba é a segunda maior comunidade da reserva, onde vivem famílias que preservam o estilo de vida tradicional caiçara.

Para chegar até ali, é necessário encarar um trecho de barco ou percorrer uma trilha a partir do Saco do Mamanguá, mais especificamente a partir da Praia de Itaoca ou da Praia do Engenho.

Ali, o visitante pode se hospedar na casa dos nativos ou em campings improvisados à beira-mar, além de contar com alguns pequenos restaurantes que servem peixes e frutos do mar frescos.

Depois de passar o dia nas águas transparentes da região, você pode encarar uma trilha com apenas 500 metros de extensão até a Cachoeira Grande da Cajaíba, uma das mais bonitas da reserva!

Praia de Martim de Sá

Praia de Martim de Sá
Fonte: Monique Figueira / Wikimedia Commons / CC BY-SA 4.0

Pitoresca e quase selvagem, a Praia de Martim de Sá é o lar de apenas uma família caiçara, cujos membros recebem de braços abertos os visitantes.

A região não recebe energia elétrica e, por isso, a infraestrutura é bastante rústica, sem muitos luxos. 

Até mesmo o consumo de alimentos perecíveis é delicado, já que não há como realizar o armazenamento adequado dos insumos.

O patriarca do grupo mantém o único camping da praia, frequentado sobretudo por surfistas em buscas do excelente pico da região.

O trajeto até a Praia de Martim de Sá é feito a partir da Praia Pouso da Cajaíba, mas prepare-se para encarar 4 km árduos, subindo e descendo pelos morros da região.

Ponta da Juatinga

A Ponta da Juatinga fica no extremo da península de mesmo nome e é, até hoje, um dos pontos mais isolados de toda a reserva.

Assim como a Praia de Martim de Sá, a região não recebe energia elétrica e até o acesso à água doce é precário, mas não são apenas esses motivos que afastam os turistas da Ponta.

Este ponto da reserva não tem praia e o acesso não é fácil, pois demanda experiência por parte dos navegantes: só é possível desembarcar na região se o mar estiver com as condições ideais de navegabilidade.

Se o mar não reunir as condições mínimas, você precisará desembarcar em Saco Claro e percorrer uma trilha de 3 km de extensão para chegar à comunidade.

O principal atrativo da região é o Farol da Juatinga, que pode ser visitado por meio de uma trilha íngreme com 500 metros de extensão e oferece vista privilegiada da reserva.

Praia da Sumaca

Uma das praias mais isoladas da reserva, a Praia da Sumaca abriga apenas um pequeno restaurante de comida caseira e uma área de camping.

A região não tem águas muito calmas e, em dias de mar agitado, recomenda-se cuidado na hora do banho, especialmente nos cantos da praia, onde a correnteza tende a ser mais forte e pode haver repuxo.

O acesso pode ser feito tanto a partir da Praia do Pouso da Cajaíba quanto a partir da Praia de Martim de Sá.

Praia da Ponta Negra

Praia da Ponta Negra
Fonte: Daniela Lopes Segadilha / Wikimedia Commons / CC BY-SA 4.0

Terceira comunidade mais populosa da reserva, a Praia da Ponta Negra, menor que a Praia do Sono, abriga pouco mais de 160 pessoas que vivem em perfeita harmonia com a natureza.

Os banhistas e trilheiros podem desfrutar de alguma infraestrutura turística na região: ali existem casas para aluguel por temporada, três áreas de camping e alguns restaurantes modestos, especializados em frutos do mar e peixes frescos.

Você pode chegar à Praia da Ponta Negra de barco, a partir da Vila Oratório, ou de trilha, cruzando 7,8 km a partir da já mencionada Praia do Sono, passando pelas praias dos Antigos e Antiguinhos e Galhetas.

Praia dos Antigos e Antiguinhos

Provavelmente a praia mais deserta de toda a reserva, Antigos e Antiguinhos é um lugar como poucos outros no Sudeste brasileiro, onde as águas são incrivelmente transparentes e o movimento turístico praticamente não existe.

É proibido acampar por ali e o mar pode ser bastante bravo, a depender das condições climáticas, então tome cuidado na hora do banho!

Espremida entre as praias do Sono e da Ponta Negra, Antigos e Antiguinhos pode ser visitada por três trilhas: a partir da Praia do Sono (1,5 km), da Praia da Ponta Negra (2 km) e da Vila do Oratório (5 km).

Praia do Sono

Maior praia da reserva, a Praia do Sono fica em uma enseada natural e abriga a maior comunidade caiçara de Juatinga.

É também ali que os visitantes encontram a melhor infraestrutura da região, com várias áreas de camping, casas para aluguel por temporada, restaurantes, bares e até atividades turísticas, como banana-boat e passeios de barco.

Chegar até a praia de águas turquesas e areia branquinha não é difícil: o trajeto de 3 km a partir da Vila do Oratório pode ser percorrido até mesmo por pessoas sem experiência!

Se você não gosta de trilhas ou tem alguma dificuldade de locomoção, é só contratar o serviço dos barqueiros a partir da Vila do Oratório para fazer o percurso por mar em menos de 15 minutos!

Faça já a sua cotação de passagens aéreas para todo o Brasil!

Você pode conhecer as belezas exuberantes da reserva de Juatinga com toda a economia que você merece. 

É só garantir suas passagens aéreas com desconto em nosso site de buscas, Passagens Promo!

Nossa plataforma te ajuda a economizar em poucos passos: basta digitar as cidades de origem e destino, incluir as datas de ida e volta, e pronto. Você terá acesso às melhores ofertas para o trecho que você procura.

Não deixe de ligar o alerta de preços para não perder nenhuma promoção-relâmpago para o destino dos seus sonhos! 

Quer conhecer algumas das praias mais bonitas do Rio de Janeiro com economia? De Promo você pode!

passagens-promo
Passagens aéreas saindo de
Gol CNF Belo Horizonte GIG Rio de Janeiro 08 Nov 11 Nov R$ 264 Gol CNF Belo Horizonte GIG Rio de Janeiro 25 Nov 29 Nov R$ 270 Gol CNF Belo Horizonte GIG Rio de Janeiro 05 Nov 12 Nov R$ 270 Azul CNF Belo Horizonte GIG Rio de Janeiro 02 Out 08 Out R$ 270 Azul CNF Belo Horizonte GIG Rio de Janeiro 25 Set 29 Set R$ 270 Ver mais ofertas

Veja também: 

Recomendado para você
Rio de Janeiro: 9 cidades para você conhecer!

Rio de Janeiro: 9 cidades para você conhecer!

Pontos turísticos no Rio de Janeiro realmente imperdíveis

Pontos turísticos no Rio de Janeiro realmente imperdíveis

Rock In Rio: programação, ingressos e mais!

Rock In Rio: programação, ingressos e mais!

O que fazer em Cabo Frio: descubra as melhores atrações pra colocar no roteiro!

O que fazer em Cabo Frio: descubra as melhores atrações pra colocar no roteiro!

Cachoeiras do Rio de Janeiro: conheça as maiores, melhores e mais populares do estado

Cachoeiras do Rio de Janeiro: conheça as maiores, melhores e mais populares do estado

Prepare-se para conhecer o que fazer na Ilha da Gigóia

Prepare-se para conhecer o que fazer na Ilha da Gigóia