Mambaí, Goiás: 9 atrações para explorar o turismo de aventura

Mambaí, Goiás, é um dos principais destinos de ecoturismo e turismo de aventura do Brasil, reduto de cachoeiras de águas cristalinas, lagos, cavernas, cânions e florestas exuberantes.

Localizado em uma Área de Proteção Ambiental (APA), que preserva as nascentes do Rio Vermelho, o município é pacato e tem apenas 8.000 habitantes, mas reserva surpresas incríveis aos visitantes.

Para aproveitar ao máximo cada atrativo dessa cidadezinha goiana, o melhor caminho é o planejamento minucioso de viagem.

É importante saber onde ficar, onde comer, o que visitar, a melhor época para viajar e outras informações que podem garantir uma excelente estadia, além de prevenir imprevistos e situações desagradáveis.

Visite Mambaí com as passagens aéreas com os melhores preços neste link!

Mambaí, Goiás: refúgio de cachoeiras e cavernas no cerrado

Uma das mecas do ecoturismo no Brasil, Mambaí, GO é o lugar ideal para quem quer relaxar, conhecer paisagens deslumbrantes ou simplesmente se divertir em meio à natureza.

Já imaginou escalar paredões, praticar rafting, mergulhar em rios transparentes, se divertir em tirolesas e outras atividades animadas sem enfrentar multidões de turistas?

Este pequeno paraíso goiano entrou de vez no radar de quem gosta de turismo de aventura por guardar diversas belezas naturais, como cânions que recortam o cerrado, cavernas escondidas em meio à mata e belíssimas cachoeiras.

Some-se a isso um vilarejo charmoso, com bons restaurantes e pousadas charmosas: Mambaí é um destino completo, ideal para viagens românticas, passeios em família ou aventuras com os amigos.

Onde fica Mambaí, GO?

Onde fica Mambaí, Goiás
Fonte: Pxhere

A cidade de Mambaí, Goiás, fica quase na divisa com a Bahia, a pouco mais de 300 km de Bahia e 500 km de Goiânia, no coração do Brasil.

O município tem localização-chave para quem deseja conhecer outras belezas do Centro-Oeste brasileiro, como o Parque Estadual Terra Ronca, que fica a menos de 200 km de distância.

Mapa de Mambaí, Goiás

Com uma geografia privilegiada, grande diversidade de fauna e flora, cavernas preservadas e outras belezas naturais,

Mambaí é um dos mais badalados destinos de ecoturismo e turismo de aventura no Centro-Oeste. Confira no mapa!

Como chegar em Mambaí?

A maneira mais fácil de chegar a Mambaí é pela BR-020, a partir de Brasília: o motorista deve passar pela cidade de Formosa e, em seguida, pegar a saída para Alvorada do Norte.

Depois, é preciso entrar à direita no trevo que leva até Buritinópolis. Por fim, basta seguir pela rodovia GO-236 por um trecho de 45 km até chegar a Mambaí.

Qual é o aeroporto mais próximo de Mambaí, Goiás?

O aeroporto de Brasília (DF) é o mais próximo de Mambaí, a pouco mais de 320 km de distância. O trajeto leva, em média, 4h20.

Para encontrar passagens aéreas em promoção para a capital federal, visite nosso site de buscas, Passagens Promo, que reúne as melhores ofertas para qualquer destino do mundo!

passagens-promo
Passagens aéreas saindo de
LATAM GYN Goiânia BSB Brasília 09 Out 16 Out R$ 284 Azul VCP Campinas BSB Brasília 12 Jun 17 Jun R$ 320 Azul VCP Campinas BSB Brasília 30 Ago 01 Set R$ 320 Gol VCP Campinas BSB Brasília 12 Jun 17 Jun R$ 320 Gol VCP Campinas BSB Brasília 30 Ago 01 Set R$ 320 Ver mais ofertas

O primeiro passo é digitar as cidades de origem e destino. Em seguida, inclua as datas de ida e volta. 

Depois, nossa plataforma faz uma ampla pesquisa em poucos segundos e te apresenta as melhores ofertas das principais companhias aéreas, facilitando a comparação de preços e, é claro, a reserva das passagens.

Para não perder nenhuma promoção, acione o alerta de preços, que envia notificações sempre que um trecho entra em oferta!

Quando viajar para Mambaí?

O turismo em Mambaí, Goiás, é agradável em qualquer época do ano, mas o mês escolhido para a sua viagem pode fazer a diferença em como você desfruta da sua estadia.

Entre novembro e fevereiro costuma chover bastante na cidade, o que pode frustrar os planos dos viajantes que querem curtir passeios ao ar livre. Além disso, a chuva pode tornar passeios a cachoeiras e cavernas mais perigosos.

Por essas e outras, a melhor época para conhecer a cidade é a estação seca, entre os meses de maio e agosto: embora a estiagem deixe o tempo mais seco, você vai encontrar rios mais limpos e bonitos.

O que fazer em Mambaí, Goiás?

O que fazer em Mambaí, Goiás?
Fonte: Pixabay

Um dos principais destinos de turismo de aventura e ecoturismo no Centro-Oeste, a cidade reúne dezenas de atrações, como cachoeiras, paredões, cânions, cavernas e grutas.

Confira os principais pontos turísticos de Mambaí, Goiás!

1. Cachoeira do Funil

Que tal uma trilha leve de 800 metros até chegar à mais importante das cachoeiras em Mambaí, Goiás? A Cachoeira do Funil é o lugar ideal para tomar um banho de rio, praticar pêndulo, rapel e escalada, entre outros.

A pouco mais de 6 km da cidade, o cenário é paradisíaco: o rio passa por cima de uma caverna e cai por uma altura de 50 metros. A água escoa por dentro da pedra e continua a correr dentro da caverna.

Vale a pena fazer a trilha completa, que atravessa parte da caverna até chegar à parte debaixo da queda d’água, de onde é possível contemplar a cachoeira por um ângulo todo especial.

O poço principal não é adequado para banho, mas os visitantes podem aproveitar o trecho mais acima do rio para se refrescar.

Não se esqueça de levar uma lanterna para iluminar o interior da caverna e prepare-se para molhar seu tênis ou bota durante a trilha!

2. Cachoeira Paraíso do Cerrado

Mambaí, Goiás cachoeira paraíso
Fonte: Pixabay

Uma das melhores coisas a respeito do turismo do cerrado é a grande quantidade de cachoeiras espalhadas por todo lado: em Mambaí não é diferente.

Assim como a Cachoeira do Funil, a Cachoeira Paraíso do Cerrado tem mais de 50 metros de queda, mas o cenário é bastante diferente.

A cascata tem cor esbranquiçada e águas cristalinas, como um véu gigante que despenca até chegar a um poço com 6 metros de profundidade, em meio à mata.

Para chegar até lá é preciso enfrentar uma trilha de 1,6 km, de dificuldade leve, a 32 km da cidade, na divisa com Damianópolis. A cachoeira fica em uma fazenda particular e é preciso pagar ingresso no valor de R$ 10.

A Cachoeira Paraíso do Cerrado é a única da cidade em que não é obrigatória a companhia de um guia. Mesmo assim, se você não quiser se perder em meio à natureza, é recomendado contratar um guia turístico.

3. Poço Azul

Poço Azul, Mambaí, é um passeio três em um: trata-se de um complexo de cachoeiras com não apenas um, mas três poços de água mineral transparente em tons que variam entre azuis e esverdeados.

O viajante precisa ter fôlego para chegar até o local, acessível a partir de uma trilha com 3,5 km de extensão entre os cânions e o Rio Vermelho, com trechos em que é preciso caminhar com a água na altura da coxa.

Boa parte da trilha é coberta por vegetação densa e paredões de pedra, o que significa que você não precisa se preocupar com o sol forte durante o passeio. 

Recomendamos que o visitante utilize calças e camisa de manga longa para evitar arranhões em meio a árvores e galhos.

O esforço da trilha é compensado com uma linda paisagem em meio à floresta, com três poços adequados para banho, a pouco mais de 16 km da cidade.

4. Lapa do Penhasco

Lapa do Penhasco
Fonte: Wikimedia Commons, foto de Salma Bahia

Na mesma região em que fica Poço Azul está a Lapa do Penhasco, uma caverna formada por estalactites e estalagmites incríveis que geram sombras e formações rochosas diferentes de tudo que você já viu!

É possível percorrer uma trilha de 400 metros na galeria da caverna ou, ainda, fazer uma travessia de 1,4 km de extensão por dentro da Lapa do Penhasco.

A trilha que leva até a caverna não é muito difícil, embora seja íngreme e esteja parcialmente submersa: você precisará enfrentar água na altura de 1,57 m para chegar ao interior da caverna.

Assim como a maior parte das atrações de Mambaí, o turismo de aventura é o principal atrativo dessa caverna: aproveite para se divertir na tirolesa do Penhasco, com 320 metros de extensão sobre o Rio Vermelho.

Se você não tem coragem para enfrentar o brinquedo, vale a pena ao menos visitar a plataforma de partida da tirolesa, onde existe um mirante com vista do Vale do Rio Vermelho.

5. Caverna Lapa das Dores

Já imaginou visitar uma caverna a partir do teto, por uma fenda em meio às pedras? É por essas e outras que a Caverna Lapa das Dores é uma das paradas preferidas dos ecoturistas que visitam a cidade.

A trilha que leva até a caverna é fácil, mas a fenda, também chamada de Claraboia, é o único acesso até o rio: ou seja, se você quiser se refrescar, será necessário enfrentar um rapel até o interior da caverna.

Para visitar a Lapa das Dores e a claraboia, é obrigatório o acompanhamento por um guia da região. Você pode contratar um dos guias particulares da cidade ou recorrer aos serviços de uma das várias agências de turismo de Mambaí.

6. Trilha Itaguassú

A trilha Itaguassú se estende por 6 km em um trajeto circular na APA do Rio Vermelho, entre cânions, vales e cavernas do principal rio da cidade.

Localizada a menos de 2 km do centro de Mambaí, a trilha tem nível fácil e passa por trechos de asfalto e outros de terra em excelentes condições, em meio à floresta e às curiosas formações rochosas da região.

7. Cachoeira do Alemão

Cachoeira do Alemão
Fonte: Wikimedia Commons, foto de Salma Bahia

A Cachoeira do Alemão é ideal para quem quer descansar e não pretende enfrentar trilhas muito longas para se refrescar nas cachoeiras mambaiensis.

A trilha que leva até a cachoeira tem apenas 200 metros de comprimento e nível facílimo, indicado para iniciantes, idosos e crianças.

Mais uma vez, é obrigatória a companhia de um guia para visitar a cachoeira, que fica em uma propriedade privada. No local, você encontra uma pequena prainha e águas quentinhas (em comparação a outras cachoeiras, claro)!

8. Caverna Borá

A caverna Borá é o local onde o córrego Borá se encontra com o Rio das Pedras em suas galerias, por onde o visitante encontra espeleotemas inacreditáveis, como colunas, cortinas, estalagmites e estalactites.

Chegar até a caverna é fácil: a trilha tem 600 metros de extensão e um nível fácil. Dentro da caverna, é possível caminhar até 1.100 metros em meio às galerias. O acompanhamento por um guia é obrigatório.

9. Pôr do sol na divisa de Goiás e Bahia

O pôr do sol pode ser uma experiência inacreditável onde quer que você esteja, mas é inegável que o poente na divisa entre os estados de Goiás e Bahia é paradisíaco!

O local fica a apenas 12km do centro da cidade e pode ser acessado sem dificuldade de carro, mesmo sem guia turístico. 

Vale a pena colocar alguns vinhos ou cervejas na mochila e curtir o cair da noite, que colore o horizonte de tons alaranjados até o escurecer.

O ponto exato da divisa entre os dois estados fica em uma estrada e é marcado por uma placa simples, mas durante o percurso não será difícil encontrar o melhor lugar para estacionar o carro e curtir o espetáculo da natureza. 

Quantos dias ficar em Mambaí?

Quantos dias ficar em Mambaí?
Fonte: Unsplash

Uma das maiores vantagens em relação a Mambaí é a flexibilidade turística: um viajante consegue montar um roteiro de apenas 3 dias ou de até duas semanas repletas de atividades na cidade.

Ou seja, quanto tempo ficar em Mambaí vai depender da sua disponibilidade e do seu interesse em conhecer os atrativos locais.

Em média, 3 dias podem ser o suficiente para conhecer as principais cachoeiras, alguns mirantes e cavernas. Se você quiser visitar tudo com calma, é melhor reservar pelo menos 5 dias para sua estadia.

Onde comer em Mambaí, Goiás?

Mambaí é uma cidade pequena, o que significa que não existem muitas opções gastronômicas espalhadas pelo município.

Isso não quer dizer, porém, que o viajante não encontre pratos saborosos servidos em diferentes pontos da cidade.

Quem gosta de comida caseira e quer experimentar os sabores do cerrado não pode deixar de conhecer o Restaurante da Heide.

Se você prefere um bom e velho self service, o restaurante Zebras é a melhor opção, com unidades ao lado da agência de turismo Mambaí Adventure, na entrada da cidade, e no centro.

Os viajantes que gostam de lanches rápidos e saborosos podem gostar do Açaí Central (que também serve caldos e petiscos) e da Pizzaria do Osmar.

Onde se hospedar em Mambaí?

Existe uma grande oferta de pousadas em Mambaí, Goiás, cheias de charme e com boa infraestrutura: a cidade não é muito grande, o que facilita a vida do viajante na hora de escolher onde ficar.

Afinal, não importa onde você fique, dificilmente estará mal-localizado.

A Pousada Mambaí Inn é uma das mais badaladas da cidade, situada em pleno centro, pertinho de bons bares e restaurantes.

Se você prefere a experiência intimista de ficar em chalés, vale a pena considerar o Chalés Cores do Cerrado e a Pousada da Villa.

Para economizar alguns trocados em hospedagem, você pode gostar do Savana Hotel e da Pousada Maredu.

No site de buscas ElQuarto você encontra as melhores ofertas de hospedagem para garantir a acomodação ideal para a sua viagem sem abrir mão da economia e do conforto.

Oferta de passagens aéreas para conhecer o cerrado brasileiro!

Já está morrendo de vontade de conhecer Mambaí, Goiás? Então faça agora mesmo a sua cotação de passagens aéreas baratas em nosso site de buscas, Passagens Promo!

passagens-promo
Passagens aéreas saindo de
LATAM GYN Goiânia BSB Brasília 09 Out 16 Out R$ 284 Azul VCP Campinas BSB Brasília 12 Jun 17 Jun R$ 320 Azul VCP Campinas BSB Brasília 30 Ago 01 Set R$ 320 Gol VCP Campinas BSB Brasília 12 Jun 17 Jun R$ 320 Gol VCP Campinas BSB Brasília 30 Ago 01 Set R$ 320 Ver mais ofertas

Nossa plataforma te ajuda a comparar preços para viajar para qualquer destino do mundo em poucos cliques: você pode simular diferentes datas, horários e até rotas de viagem para encontrar o momento mais barato para viajar.

Faça uma simulação e descubra que conhecer as belezas de Mambaí pode custar menos do que você pensa! De Promo você pode!


Leia também:

Recomendado para você
Trindade, GO: conheça essa cidade do Centro-Oeste e seus maiores pontos turísticos!

Trindade, GO: conheça essa cidade do Centro-Oeste e seus maiores pontos turísticos!

Cidade de Goiás: pontos turísticos, informações e dicas de viagem

Cidade de Goiás: pontos turísticos, informações e dicas de viagem

Vale da Lua: o melhor da Chapada dos Veadeiros!

Vale da Lua: o melhor da Chapada dos Veadeiros!

Cachoeiras Pirenópolis: onde ficam, valores e dicas de viagem

Cachoeiras Pirenópolis: onde ficam, valores e dicas de viagem

Formosa, Goiás: pontos para ecoturismo e esportes de aventura

Formosa, Goiás: pontos para ecoturismo e esportes de aventura

Terra Ronca, Goiás: grutas, cachoeiras e dicas para ecoturismo

Terra Ronca, Goiás: grutas, cachoeiras e dicas para ecoturismo