Pelotas, RS: veja localização, clima e dicas de viagem!

Passear por Pelotas, RS, é como “viajar no tempo”, a um período em que os casarões coloniais entre as ruas de pedra do centro histórico eram os lares de fazendeiros e estancieiros ricos.

As heranças do passado pelotense estão muito bem preservadas em cada canto: muitas dessas construções se transformaram em excelentes museus que contam tudo sobre o antigo centro econômico do Rio Grande do Sul.

Os atrativos da cidade, porém, não param por aí. Esse destino da Rota Farroupilha abriga museus, fábricas de doces, charqueadas e até praias de água doce, banhadas pela Lagoa dos Patos.

Antes de fazer suas malas para conhecer essa formidável cidade gaúcha, confira as informações que reunimos sobre a Princesa do Sul! Veja só!

Compre passagens aéreas para todo o Brasil com os melhores preços neste link!

Pelotas, RS: como aproveitar a Princesa do Sul?

Diferentemente do que muitas pessoas pensam, a pacata Pelotas nunca foi capital gaúcha, mas sempre ocupou um espaço de protagonismo, não apenas na economia do estado, mas de todo o Sul do país.

Parada obrigatória na Costa dos Doces e na Rota das Charqueadas, cada rua da cidade parece guardar lembranças de uma época de ostentação e luxo, impulsionada pelo dinheiro abundante que circulava pelo principal polo econômico do Sul do Brasil.

O apelido Princesa do Sul, legado do século XIX, ainda parece bastante atual.

Era na cidade de Pelotas, RS, que os fazendeiros que fizeram fortuna com o charque gastavam seu dinheiro, erguendo palacetes, mansões, estâncias e charqueadas.

Boa parte desse patrimônio histórico e arquitetônico segue bem preservado: o casario colonial foi convertido em museus com acervos riquíssimos que contam muito sobre a história do país.

O passado não é a sua praia? Não se preocupe! Não faltarão atrativos para turistas com todos os gostos!

Você pode se perder pelas dezenas de lojas de doce, conhecer alguns dos melhores restaurantes do Rio Grande do Sul, se refrescar em praias de água doce ou simplesmente desfrutar de estadia agradável em bons hotéis e pousadas.

Existe uma Pelotas que você precisa conhecer melhor, e neste artigo vamos te contar tudo sobre a cidade: principais atrações turísticas, como chegar, quando visitar e muito mais. Veja só!

Qual é a história de Pelotas?

Qual é a história de Pelotas?
Fonte: Prefeitura De Pelotas / Flickr

A cidade de Pelotas nasceu em 1758, quando o coronel português Thomáz Luiz Osório recebeu do conde de Bobadela terras às margens da Lagoa dos Patos em agradecimento por seus esforços na luta contra investidas espanholas no Sul do Brasil.

Não demorou muito até que retirantes e pessoas que fugiam da seca se instalassem na região, formando, enfim, o que se transformaria no município pelotense.

O auge econômico aconteceu logo no século seguinte, à medida que o charque se transformava na “galinha dos ovos de ouro” do Sul do Brasil.

Dezenas de charqueadas foram construídas pelos arredores da cidade, a maioria delas abertas à visitação até hoje.

Nesses mais de 260 anos de história, Pelotas se transformou em referência nacional na produção de leite, couro e peles, atraindo imigrantes europeus e pessoas de outras partes do país, o que se reflete até hoje na arquitetura e na gastronomia.

Quais são os distritos de Pelotas?

Pelotas, RS, está dividida em dez zonas administrativas que podem ser formidáveis destinos de turismo rural pelo Sul do país.

São elas: Pelotas, Arroio do Padre, Capão do Leão, Cascata (antigamente conhecido como Santa Eulália), Cerrito Alegre, Laranjal (que era chamado de Dunas no passado), Monte Bonito, Morro Redondo, Quilombo e Santa Silvana.

Como é o clima em Pelotas? 

O clima ameno torna Pelotas, RS, um destino agradável em qualquer época do ano, não importa a estação.

No verão, as temperaturas têm média entre 21ºC e 24ºC, dificilmente ultrapassando 30ºC: clima ideal para se divertir na Praia do Laranjal, na Lagoa dos Patos!

No inverno, por sua vez, os termômetros ficam entre -2ºC e 14ºC: nada mal para desfrutar de um jantar aconchegante em frente à lareira.

O regime de chuvas é bastante equilibrado na cidade, dividido ao longo dos meses. Ou seja, mesmo nos meses mais úmidos, a certeza é de que o sol logo aparece!

Onde fica a cidade de Pelotas?

Onde fica a cidade de Pelotas?
Fonte: Unsplash

A localização do município de Pelotas é estratégica para uma das principais capitais regionais do país: a cidade fica no sul do Rio Grande do Sul, quase no meio do caminho entre Porto Alegre e a fronteira com o Uruguai.

A capital gaúcha está a 260 km de distância, enquanto outros destinos badalados do estado estão mais próximos, como Rio Grande (37 km), São Lourenço do Sul (73 km) e Bagé (188 km).

A cidade está às margens da maior laguna da América do Sul, a Lagoa dos Patos, que ocupa mais de 10.144 km² de área e chega a 7 metros nos pontos mais profundos.

Se você prefere água salgada, basta visitar as praias da cidade de Cassino, a apenas 60 km de distância.

Como chegar em Pelotas?

Uma das cidades mais importantes do Sul do Brasil, Pelotas tem seu próprio aeroporto, localizado a apenas 8 km do centro da cidade.

O terminal é bastante movimentado, recebendo mais de 130 mil passageiros por ano: consequência da localização privilegiada, último ponto para escala de voos rumo ao extremo sul, incluindo a Antártida.

Se você já está na região e pretende viajar por terra, o acesso pode ser feito pelas rodovias BR-116, BR-392 e BR-241.

Oferta de passagem para Pelotas, RS

Você pode encontrar passagens aéreas promocionais para Pelotas, RS, ou qualquer outro destino em nosso site de buscas, Passagens Promo.

Para isso, basta digitar as cidades de origem e destino, incluir as datas da viagem e selecionar a melhor oferta para o seu bolso.

O viajante pode simular quantas rotas e datas de viagem desejar para encontrar o momento mais barato para viajar.

Se você não quiser perder nenhuma promoção para o destino dos seus sonhos, não se esqueça de acionar o alerta de preços, que envia notificações via e-mail sempre que o trecho desejado sofre alteração de valor!

Mapa de Pelotas

Uma das maiores cidades do Rio Grande do Sul, a Princesa do Sul (como é carinhosamente conhecida) tem mais de 340 mil habitantes e nada menos que 10 distritos!

Para que você não se perca enquanto estiver montando seu roteiro de viagem, confira Pelotas, RS: mapa turístico com as principais atrações!

O que fazer em Pelotas, RS

Admirada por seu rico acervo patrimonial e histórico, Pelotas, RS, oferece atrativos para todos os gostos, de museus a praias, passando pelas tradicionais charqueadas.

Confira o que fazer na cidade!

Charqueadas 

Charqueadas Pelotas RS
Fonte: Richardsmenezes / Wikimedia Commons / CC BY-SA 3.0

Pelotas chegou a ter mais de 50 charqueadas no auge do ciclo do charque, no século XIX. 

Cerca de 10 dessas fazendas mantiveram-se devidamente preservadas e hoje encantam quem visita a cidade.

Algumas delas, como as charqueadas Santa Rita e Boa Vista, são verdadeiros complexos turísticos, com pousada, restaurante e visita guiada.

A mais famosa de todas é a Charqueada São João, que serviu de cenário para a série A Casa das 7 Mulheres, exibida pela Globo em 2003: o estabelecimento oferece visitas guiadas e passeio de barco pelas águas plácidas do Arroio Pelotas.

Vale lembrar que as charqueadas são propriedades privadas, o que significa que você precisará pagar pelo ingresso para visitá-las.

Na São João, a visita guiada sai a R$ 40, enquanto o passeio de barco custa R$ 50. Na Santa Rita, por sua vez, a entrada custa R$ 20 (preços em junho/2021).

Praça Coronel Pedro Osório 

A Praça Coronel Pedro Osório é o coração pulsante da cidade, onde estão casarões coloniais, museus com entrada gratuita e ótimos restaurantes.

Ficam na praça, por exemplo, a histórica Biblioteca Pública Municipal e o impressionante Museu do Doce, que apresenta tudo sobre a tradição dos doces portugueses produzidos na cidade, bem como o Museu da Cidade ou o Centro Cultural Adail Bento Costa.

A praça abriga, ainda, a Fonte das Nereidas, o Museu de Ciências Naturais Carlos Ritter e o Museu de Arte Leopoldo Gotuzzo.

Fonte das Nereidas

Fonte das Nereidas
Fonte: Eugenio Hansen, Ofs / Wikimedia Commons / CC BY-SA 3.0

Motivo de orgulho entre os moradores de Pelotas, RS, a Fonte das Nereidas foi produzida sob encomenda na França, na segunda metade do século XIX.

A peça em bronze retrata as nereidas, ninfas que, de acordo com a mitologia grega, viviam no fundo das águas geladas do Mar Egeu.

A fonte é um ponto de encontro entre pelotenses e turistas, além de ser bastante disputada por pombos.

Bibliotheca Pública Municipal 

Inaugurada em 1875, a Biblioteca Pública Pelotense fica em um casarão colonial no centro da cidade, de frente para a Praça Coronel Pedro Osório.

O acervo da biblioteca da cidade inclui centenas de obras raras, jornais antigos, mapas históricos, livros a respeito da Revolução Farroupilha e outros temas relativos ao Rio Grande do Sul.

Mercado Público 

Durante o seu passeio pelo centro histórico de Pelotas, não deixe de incluir uma visita ao Mercado Público em seu roteiro.

No prédio, construído em 1848, é possível encontrar de tudo, de restaurantes populares que vendem refeições completas a R$ 13 a estabelecimentos mais requintados, que servem os melhores sabores pelotenses com um toque de sofisticação.

No ponto central do Mercado Público você encontra um relógio e um farol inspirado na Torre Eiffel: a peça foi produzida na Europa, em 1914, pois o Brasil ainda não tinha nenhuma indústria siderúrgica na época.

Você pode visitar a parte interna do mercado diariamente, das 9h às 19h30, enquanto os bares e restaurantes da parte externa funcionam até 24h.

Catedral Metropolitana São Francisco de Paula 

Catedral Metropolitana São Francisco de Paula
Fonte: Fotos Antigas Rs / Flickr

Um dos edifícios mais antigos e importantes de Pelotas, RS, a Catedral Metropolitana São Francisco de Paula teve origem em 1813, quando uma pequena capela foi construída no centro da cidade para abrigar a capela local.

À medida que o tempo foi passando, a igreja passou por revitalizações, reformas e ampliações, até 1948, quando uma ampla restauração deixou a construção da maneira que a conhecemos hoje.

O interior da catedral é ornado com afrescos e esculturas dos artistas de origem italiana Aldo Locatelli, Emilio Sessa e Adolfo Gardoni, por ordem do papa João XXIII.

Você pode visitar a Catedral Metropolitana São Francisco de Paula gratuitamente: de segunda a sábado, das 10h às 19h30; aos domingos, das 9h às 12h.

Museu da Baronesa 

O Museu da Baronesa fica em um agradável parque público bem no centro da cidade e ajuda a contar muito sobre a história do Brasil.

O casarão foi construído por volta de 1863 para receber os então recém-casados Annibal e Amélia, que ficaram famosos anos depois por assinarem a alforria de todos os seus escravos, anos antes da promulgação da Lei Áurea.

Em celebração ao gesto do casal, o imperador Dom Pedro II presenteou Annibal com o título de Baronato de Três Serros, de onde vem o nome do museu. 

É possível visitar tanto o parque quanto o museu de terça a sexta-feira, das 13h30 às 18h, e aos sábados, domingos e feriados, das 14h às 18h.

A entrada no parque é franca, enquanto o museu cobra R$ 2 pelo ingresso. Estudantes e idosos com mais de 60 anos pagam meia entrada, enquanto crianças até 12 anos não pagam.

Praias do Laranjal 

Embora não fique no litoral, Pelotas tem praias! Praias de água doce, mais especificamente, localizadas a apenas 10 minutos do centro da cidade.

As chamadas Praias do Laranjal (nome inspirado em um projeto de plantação de laranjas na área que nunca saiu do papel) oferecem infraestrutura completa para seu dia de diversão nas águas da Lagoa dos Patos.

Os banhistas encontram banheiros, restaurantes, pousadas e comércio, além de amplas faixas de areia, onde você poderá praticar esportes, relaxar ou simplesmente contemplar a paisagem.

Theatro Guarany 

Um dos teatros mais antigos do Brasil ainda em funcionamento fica em Pelotas, RS: o Theatro Guarany foi construído em 1920 e batizado em homenagem à primeira ópera que recebeu, O Guarany, de Carlos Gomes.

A construção representa bem o estilo arquitetônico brasileiro dos primeiros anos do século XX, além de receber espetáculos teatrais e musicais, atos solenes e cerimônias pelotenses.

Promoção de passagem para Pelotas, RS

Já está fazendo as malas para conhecer a Princesa do Sul? Então visite agora mesmo nosso site de buscas, Passagens Promo, para encontrar passagens mais baratas para Pelotas, RS!

Você só precisa digitar as cidades de origem e destino, selecionar as datas da viagem e escolher a melhor oferta para o seu bolso.

Não deixe de ativar o alerta de preços para receber notificações sempre que o trecho desejado entrar em promoção!

Conhecer uma das principais capitais regionais do Brasil como economia? De Promo você pode!

Recomendado para você
O que fazer em Porto Alegre: passeios, restaurantes, hóteis e mais!

O que fazer em Porto Alegre: passeios, restaurantes, hóteis e mais!

Turismo em Porto Alegre: gastronomia, pontos turísticos e passeios

Turismo em Porto Alegre: gastronomia, pontos turísticos e passeios

O que fazer em Torres, RS: conheça pontos turísticos e praias imperdíveis!

O que fazer em Torres, RS: conheça pontos turísticos e praias imperdíveis!

Lagoa da Harmonia, Teutônia: conheça os atrativos dessa cidade sulista!

Lagoa da Harmonia, Teutônia: conheça os atrativos dessa cidade sulista!

Canela, RS: onde fica a cidade, o que fazer, história e outras curiosidades

Canela, RS: onde fica a cidade, o que fazer, história e outras curiosidades

Praia de Torres: conheça a praia mais bonita do Rio Grande do Sul

Praia de Torres: conheça a praia mais bonita do Rio Grande do Sul