Pucón, Chile: o que fazer, dicas de viagem, mapa e roteiro

Pucón, Chile, é um destino ainda pouco explorado por brasileiros em comparação a outras cidades do país, como Santiago, Valparaíso e San Pedro do Atacama. Quem visita, porém, corre o risco de se apaixonar à primeira vista.

A cidade é um verdadeiro refúgio turístico em meio a florestas exuberantes de araucária, lagos de água pura e transparente, montanhas a perder de vista, cachoeiras, fontes termais e vulcões, muitos deles ainda em atividade.

O ecoturismo e o turismo de aventura florescem nesse charmoso município chileno, mas as atrações não acabam por aí: a cidade é o endereço de vinícolas, pousadas charmosas, spas hidrotermais e excelentes restaurantes.

Antes de fazer suas malas para conhecer esse lugar incrível, confira as dicas que reunimos para te ajudar a planejar uma viagem fantástica! 

Compare e compre passagens aéreas com os melhores preços do Brasil neste link!

Pucón, Chile: ecoturismo e diversão!

A natureza é o carro-chefe do turismo em Pucón: seja no inverno ou no verão, esse verdejante destino chileno oferece ao viajante diversas atividades ao ar livre, em meio a cenários paradisíacos.

Que tal se divertir no rafting em rios cristalinos, percorrer trilhas que levam a vulcões com quase 3.000 metros de altitude, praticar rapel, escalada e arvorismo, visitar algumas das melhores vinícolas da América do Sul ou relaxar em termas terapêuticas?

Como já deu para perceber, o rol de atrativos da cidade é imenso e pode encher dias de viagem! Por isso, um bom roteiro é capaz de facilitar, e muito, a vida do viajante.

Para te ajudar nessa tarefa, reunimos tudo que você precisa saber sobre Pucón: como chegar, quando visitar, onde comer, o que fazer e muito mais. Veja só!

Como chegar em Pucón no Chile?

Como chegar em Pucón no Chile?
Fonte: Pixabay

Chegar a Pucón é uma tarefa simultaneamente desafiadora e tranquila. A cidade dispõe apenas de um pequeno aeroporto que funciona apenas sazonalmente e recebe apenas voos domésticos. 

A boa notícia é que os municípios vizinhos têm aeroportos mais ativos, que recebem voos a partir da capital chilena.

A distância de Santiago para Pucón é de 780 km: 1h30 de voo até o aeroporto de Valdívia ou Temuco, mais 1h30 de viagem por terra até o destino final.

Os aeroportos das duas cidades dispõem de guichês de transfer, que oferecem o percurso até Pucón. Você também pode fazer o restante da viagem de táxi ou de ônibus, a partir do terminal rodoviário da cidade em que você desembarcar.

Prefere desembarcar em Santiago e fazer o trecho até Pucón por terra? A viagem dura cerca de 11 horas e é oferecida por diferentes viações, como Tur Bus, JAC e Pullman. De carro, é só seguir pela Ruta 5 Sur.

Qual a melhor época para visitar Pucón?

Diferentemente de muitos destinos chilenos, que vivem o auge da temporada turística no inverno, a alta temporada em Pucón é no verão, de dezembro a fevereiro.

Nos dias mais quentes, os termômetros chegam a mais de 30ºC, e praticamente não chove: cenário ideal para passar longas horas ao ar livre, em meio à natureza.

O clima bom e o cenário natural exuberante, porém, atraem muitos viajantes à cidade, então faça suas reservas de hospedagem com a devida antecedência se você decidir viajar durante o verão.

No inverno, chove bastante e as temperaturas ficam em torno de 8ºC. Na cidade não costuma nevar, mas nos pontos mais elevados, como o Vulcão Villarica e as termas, pode haver ocorrência de neve.

Na prática, isso significa que a melhor época para viajar vai depender dos objetivos que você tem para a viagem.

Se quer curtir o clima de balneário em Pucón e se refrescar nas praias de água doce e cachoeiras da cidade, o verão pode ser a ocasião mais indicada. 

Se você gosta de frio, deseja conhecer a neve e se aquecer em frente à lareira com um bom vinho na mão, talvez seja melhor viajar no inverno.

Quem quer economizar o máximo possível deve considerar a viagem na temporada de transição, primavera ou outono, quando as temperaturas estão mais amenas e a cidade está menos cheia.

O que fazer em Pucón no inverno?

Vai viajar durante a estação mais fria do ano? Você poderá desfrutar de diversas atividades que só estão disponíveis de junho a agosto!

Apesar de não nevar em Pucón, você poderá se divertir na neve nas encostas do Vulcão Villarica, onde está a estação de esqui da cidade, além de passear de trenó puxado por cachorros ou percorrer trilhas de moto de neve.

O viajante ainda tem a oportunidade de espantar o frio em piscinas termais bem fumegantes em meio à montanha, como as Termas Geométricas, localizadas a 80 km do centrinho de Pucón.

Aproveite para se aquecer com uma boa taça de vinho chileno e um tradicional fondue em frente à lareira!

Pucón, Chile: passagens aéreas em promoção!

O que você está esperando para começar a planejar uma viagem inesquecível? Garanta agora mesmo a sua passagem para Pucón, Chile, pelo menor preço do mercado em nosso site de buscas, Passagens Promo!

passagens-promo
Passagens aéreas saindo de

Você só precisa digitar as cidades de origem e destino, selecionar as datas da viagem e escolher a melhor oferta para o seu bolso.

Utilize a plataforma do Passagens Promo para simular datas e rotas de viagem diferentes: assim vai ficar mais fácil encontrar o momento mais barato para viajar.

Não se esqueça de acionar o alerta de preços para receber notificações sempre que o trecho desejado entrar em promoção!

Pucón, Chile: mapa

Pucón tem apenas 22 mil habitantes, mas tem um território bastante vasto. Em alguns casos, os atrativos turísticos podem estar a até 100 km do centro da cidade!

Para te ajudar a montar o seu roteiro de viagem, destacamos abaixo Pucón, Chile: mapa com as principais atrações! Veja só!

Pucón, Chile: o que fazer

Em Pucón, Chile, lugares para visitar é o que não falta: tem vulcão, centro histórico, cachoeira, lagos, reservas florestais e muito mais.

Por isso, é essencial montar um bom roteiro de viagem, especialmente se você não vai passar muito tempo na cidade e não tem um minuto a desperdiçar em deslocamentos ineficientes!

Confira o que fazer na cidade e comece a planejar o seu roteiro agora mesmo!

Avenida Bernardo O’Higgins 

Avenida Bernardo O’Higgins
Fonte: Robert Cutts / Flickr / CC BY-SA 2.0

O centrinho de Pucón, Chile, fica nos arredores da avenida Bernardo O’Higgins: é ali que você encontra agências turísticas, lojas, bancos, bares e restaurantes.

Você não vai se arrepender de passar algumas horas caminhando pela região: aproveite para conhecer a Calle Miguel Ansorena, onde fica a feirinha de artesanato da cidade, e a Calle Fresia, maior polo gastronômico de Pucón.

O lago Villarica fica bem ao final da avenida Bernardo O’Higgins: você pode se sentar na pracinha do local para contemplar o belíssimo pôr do sol sobre as águas.

Plaza de Artesania 

A Plaza de Artesania é onde ocorre a tradicional feirinha de artesanato da cidade: lugar ideal para garantir umas lembrancinhas para presentear amigos e familiares.

No local é possível encontrar de quase tudo, como luvas e gorros feitos à mão, brinquedos e utensílios de madeira, itens de decoração e muito mais.

Plaza de Armas 

Uma quadra inteira do centrinho de Pucón é ocupada pela Plaza de Armas, uma parada obrigatória em qualquer roteiro pela cidade.

Apesar de ser relativamente simples em comparação a outras grandes praças sul-americanas, a praça é bastante verde, com árvores altas que oferecem sombra refrescante a qualquer hora do dia.

Vale a pena se sentar por alguns minutos entre um passeio e outro pelo centro para recuperar as forças e desfrutar do clima pacato da cidade.

Playa Grande 

Playa Grande
Fonte: Falk2 / Wikimedia Commons / CC BY-SA 4.0

A praia de Pucón, banhada pelas águas do lago Villarica, é chamada de Playa Grande, mas a água doce não é a única diferença em relação às praias brasileiras.

A Playa Grande tem areia escura, quase preta, bem grossa e com muito cascalho, por conta de sua origem vulcânica. As águas, por sua vez, são bem mais geladas em comparação ao litoral brasileiro.

Mesmo assim, durante o verão Pucón se transforma em um badalado balneário que recebe gente do Chile inteiro em busca de suas águas limpas!

Parque Nacional Huerquehue 

Situado a apenas 35 km do centrinho de Pucón, Chile, o Parque Nacional Huerquehue é uma reserva florestal aberta a visitação gratuita, que dispensa a exigência de guia turístico, pois tem cada trilha muito bem-sinalizada.

Além do visual paradisíaco, os visitantes podem conhecer cachoeiras, florestas de araucária, lagos de água transparente e centenas de quilômetros de trilhas em meio à natureza.

A trilha mais famosa, Los Lagos, se estende por 12 km e pode ser bastante íngreme em alguns trechos.

O esforço é recompensado com vista panorâmica das quedas d’água Nido de Águilas e Trufulco, dos lagos Tinquilco, Verde, Chico Toro e Huerquehue e, em dias com boa visibilidade, até do Vulcão Villarrica!

Vale lembrar que o parque não dispõe de nenhuma infraestrutura, então leve água e lanches em sua mochila. Não deixe de utilizar calçados confortáveis e impermeáveis para passar o dia na reserva.

Parque Nacional Villarica 

Parque Nacional Villarica
Fonte: Pixabay

Uma das maiores estrelas de Pucón, o Parque Nacional Villarica está localizado a 110 km da cidade e abriga o maior atrativo local, o vulcão Villarica, que chega a 2.800 metros de altitude.

A reserva florestal é lar de espécies animais e botânicas exclusivas da Patagônia, além de mais de 15 trilhas que levam a diferentes pontos, como o pico Los Nevados e a montanha Pichillancahue, além de lagos, miradouros e cachoeiras.

O horário de funcionamento do parque varia de acordo com a época do ano: das 8h30 às 20h entre os meses de novembro e março, e das 8h30 às 18h de abril a outubro.

Termas Geométricas 

A intensa atividade vulcânica na região onde fica Pucón, Chile, favorece o surgimento de fontes hidrotermais que oferecem água quentinha, com propriedades terapêuticas. As mais famosas de todas são as Termas Geométricas.

Localizadas a cerca de 80 km da cidade, as termas são piscinas naturais que brotam de uma fenda entre duas montanhas de origem vulcânica.

A atração está disponível em qualquer época do ano, mas se torna ainda mais inesquecível no inverno, quando você pode sentir na pele o contraste entre as baixas temperaturas do ar e as águas quentinhas das termas.

O passeio é imperdível e custa entre 20 mil e 24 mil pesos, a depender do horário em que você visita o local (preços em junho/2021).

O visitante deve levar sua roupa de banho separadamente, mas as toalhas e os armários com chave para deixar seus pertences estão inclusos no preço do ingresso.

Salto el Leon

Salto el Leon Pucón
Fonte: Carlos7252 / Wikimedia Commons / CC BY-SA 3.0

Maior cachoeira da cidade, o Salto el Leon se destaca em meio a bosques com séculos de existências, despencando a mais de 90 metros de altura.

A queda d’água fica em uma propriedade privada e você precisará pagar um valor simbólico para acessar o local, que fica a apenas 45 minutos do centro da cidade. Aproveite a sua visita para conhecer as trilhas que levam até o salto!

Ojos del Caburgua 

Quem gosta de cachoeiras não pode deixar de incluir uma visita ao complexo Ojos del Caburgua em seu roteiro de viagem!

Localizado a apenas 20 km da cidade, o parque abriga várias quedas d’água com coloração azulada, que se torna quase neon à medida que a luz do sol incide sobre ela.

Embora as cachoeiras sejam belíssimas, o nado não é permitido no local. Mesmo assim, você não vai se arrepender de incluir um passeio pelos Ojos del Caburgua em seu roteiro!

Onde comer em Pucón, Chile

Onde comer em Pucón, Chile
Fonte: Pixabay

Descobrir onde comer em Pucón, Chile, não é tarefa muito complicada. A cidade dispõe de uma cena gastronômica efervescente e diversa, com menus para todos os paladares!

O restaurante Cassis, por exemplo, tem um cardápio bastante diferenciado, com boas opções para todas as refeições. O La Maga, por sua vez, serve vários cortes de carne em porções generosas.

Para experimentar os sabores mais característicos da região de Pucón, recomendamos uma visita ao La Fleur de Sel, referência em alta gastronomia.

A cidade ainda dispõe de cantinas italianas que servem massas frescas, como o Fiorentini e o Senzo, e a La Creperie, de inspiração francesa.

Por fim, não deixe Pucón sem antes experimentar um bom chocolate quente cremoso na chocolateria Kuchenladen ou no Cafe de La P.

Quantos dias devo ficar em Pucón?

O tempo ideal para a sua estadia em Pucón, Chile, vai depender dos objetivos da sua viagem.

Em geral, três dias podem ser suficientes para conhecer os principais atrativos da cidade. No entanto, caso você deseje praticar atividades ao ar livre e subir o Vulcão Villarica, é melhor reservar cinco dias para a sua estadia.

Os viajantes que não querem se apressar e desejam desfrutar com calma da paisagem local, por sua vez, devem reservar entre 5 e 8 dias para conhecer Pucón.

Melhores ofertas de passagem para Pucón, Chile

De florestas verdejantes a lagos cristalinos, Pucón, Chile, reúne atrações para todos os gostos. 

Você pode conhecer todas elas sem comprometer o seu bolso: faça agora mesmo a cotação de passagens aéreas baratas em nosso site de buscas, Passagens Promo.

passagens-promo
Passagens aéreas saindo de
Sky Airline GRU São Paulo SCL Santiago 27 Abr 01 Mai R$ 992 Sky Airline GRU São Paulo SCL Santiago 29 Abr 03 Mai R$ 992 Sky Airline GRU São Paulo SCL Santiago 08 Mai 15 Mai R$ 992 Sky Airline GRU São Paulo SCL Santiago 24 Mai 29 Mai R$ 992 Sky Airline GRU São Paulo SCL Santiago 08 Mai 16 Mai R$ 992 Ver mais ofertas

Utilize a nossa plataforma para simular diferentes datas e rotas de viagem a fim de encontrar o momento mais barato para viajar.

Para não perder nenhuma promoção para o destino desejado, lembre-se de ativar o alerta de preços.

Conhecer as belezas de Pucón com economia e praticidade? De Promo você pode!

Recomendado para você
O que fazer em Valdivia, Chile: conheça o turismo nessa bela cidade

O que fazer em Valdivia, Chile: conheça o turismo nessa bela cidade

O que fazer em Puerto Varas? Dicas e roteiro!

O que fazer em Puerto Varas? Dicas e roteiro!

Viagem para o Chile: roteiro por região, passeios e gastronomia

Viagem para o Chile: roteiro por região, passeios e gastronomia

Punta Arenas, Chile: 7 lugares que você não pode deixar de explorar

Punta Arenas, Chile: 7 lugares que você não pode deixar de explorar

Cidades do Chile: conheça as principais cidades do país para turismo

Cidades do Chile: conheça as principais cidades do país para turismo

Viña del Mar no Chile: 7 pontos turísticos imperdíveis na cidade

Viña del Mar no Chile: 7 pontos turísticos imperdíveis na cidade