Puno, Peru: roteiro completo para aproveitar a sua viagem!

Principal porta de entrada para quem deseja visitar o lago navegável mais alto do mundo, Puno, Peru, é uma cidade charmosa, que tem mais cara de vilarejo que parou no tempo do que de destino turístico badalado.

O que nem todo mundo sabe é que o lago Titicaca não é a única atração desta pacata cidade onde vivem pouco mais de 130 mil pessoas.

Puno pode ser o destino perfeito para conhecer mais sobre a história peruana, a cultura asteca e os imponentes Andes, sempre a emoldurar a paisagem.

Para te ajudar a planejar uma viagem inesquecível, criamos um guia de turismo, com tudo que você precisa saber sobre a cidade: como chegar, o que visitar, atrações nos arredores e outras dicas turísticas importantes, confira!

Compre passagens aéreas com os preços imperdíveis neste link!

Puno, Peru: quando ir, o que fazer e dicas!

Considerada capital cultural do país, a cidade de Puno, no Peru, é um lugar como poucos outros no mundo, onde o pitoresco divide a cena com o contemporâneo, a riqueza cultural está à mostra em toda esquina e a natureza é sempre a protagonista.

A cidade não é muito grande nem sequer reserva muitas atrações para os visitantes, mas, acredite, vale a pena incluí-la em seu roteiro.

Localizada a mais de 3.827 metros acima do nível do mar, Puno fica praticamente na divisa do Peru com a Bolívia e guarda uma das maiores joias latino-americanas, o Titicaca, lago navegável mais alto do planeta, a 3.812 metros de altitude.

Pelas ruas estreitas desta pacata cidade será possível conhecer praticamente tudo em apenas um dia, desde que você se organize para tanto.

Neste artigo, você encontra um guia completo sobre a capital cultural do Peru, com todas as informações que você precisa para montar um roteiro de viagem incrível. Vamos lá!

Como chegar a Puno, Peru!

Como chegar a Puno, Peru!
Fonte: Unsplash

Não é difícil chegar a Puno, Peru, cidade localizada a cerca de 1.300 km de Lima e a 263 km de La Paz, na Bolívia.

O Aeroporto de Juliaca fica apenas 30 km de distância do destino e recebe voos de Cusco (380 km), Lima e até do Brasil (com escalas)!

Se você prefere viajar por terra, também é possível fazer o trajeto de ônibus. A viagem a partir de Cusco e Arequipa dura cerca de 6h30, com passagens acima de R$ 35 (preço em maio/2021).

A rota de Cusco a Puno também é feita pela viação Inka Express, que oferece passeios turísticos com paradas em pontos turísticos e almoço incluso a partir de R$ 150.

Mapa

Não importa quantos dias você passe na cidade, é importante conhecer a região antecipadamente para planejar rotas de deslocamento, meios de transporte e onde ficar, por exemplo. Isso pode te economizar muito tempo e dinheiro.

Confira as principais atrações de Puno, Peru: mapa turístico!

Passagens aéreas internacionais com desconto!

Em qualquer viagem internacional, o principal gasto costuma ser relativo às passagens aéreas. Isso não quer dizer, porém, que não é possível economizar na hora de garantir sua viagem!

Visite o nosso site buscador, Passagens Promo, para encontrar o momento mais barato para viajar em poucos cliques. 

Basta digitar as cidades de origem e destino, selecionar as datas desejadas e escolher a melhor oferta para o seu bolso e a sua conveniência.

Você pode simular quantas datas e rotas de viagem quiser e ativar o alerta de preços para receber notificações sempre que o trecho desejado entrar em promoção.

Desembarque em Lima, Peru, e viaje para Puno!
Passagens aéreas saindo de

O que fazer em Puno, Peru

Embora não seja uma cidade peruana tão bonita quanto a costeira Arequipa ou cosmopolita como a capital, Lima, Puno também tem seu charme e pode conquistar até mesmo os viajantes mais exigentes.

A cidade fica em uma ampla planície às margens do maior lago navegável do planeta, o Titicaca, com a imponente Cordilheira dos Andes ao fundo.

A maior concentração de lojas, hotéis e opções gastronômicas está nos arredores do centrinho local, como na Plaza de Armas e a Calle Lima, sem falar nas ilhas espalhadas pelo Titicaca.

Com tantas opções turísticas à disposição, é recomendado que o viajante monte um bom roteiro de viagem para planejar seus deslocamentos e os atrativos que não quer perder.

Por isso, separe o papel e a caneta, pois fizemos uma seleção com o que fazer em Puno, Peru, veja só!

Complexo Arqueológico de Sillustani

Complexo Arqueológico de Sillustani
Fonte: Pixabay

Uma das coisas mais interessantes que você poderá fazer em Puno é visitar o complexo arqueológico de Sillustani, localizado a 34 km de distância do centrinho da cidade.

Tombado pela Unesco como Patrimônio da Humanidade, o mega sítio arqueológico abriga um antigo complexo funerário de povos pré-colombianos, incluindo torres que chegam a 12 metros de altura.

Sillustani fica às margens de outro belo lago peruano, o Umayo, onde você poderá ver espécies botânicas e animais que só existem na região andina!

    Está gostando do conteúdo?
    Receba as melhores dicas de viagens no seu e-mail!
    Fique tranquilo, não enviamos spam!
    E-mail cadastrado com sucesso!
    A partir de agora, você receberá as melhores
    dicas de viagem diretamente no seu e-mail!

    Catedral de Puno

    Localizada na principal praça local, a Plaza de Armas, Puno, Peru, a Basílica San Carlos Borromeo, também conhecida como Catedral de Puno, é um belo exemplo arquitetônico colonial, datado de meados do século XVIII.

    Diferentemente das igrejas barrocas que se espalharam pelo Brasil na mesma época, a igreja peruana tem uma fachada mais exuberante que seu interior, com impressionante riqueza de detalhes em cada entalhe.

    No interior, o visitante pode conhecer os altares laterais e esculturas em pedra que remontam aos primeiros anos de ocupação espanhola no Peru.

    Aproveite a sua visita para conhecer a magnífica Plaza de Armas, onde estão as principais opções gastronômicas da cidade.

    La Casa del Corregidor

    La Casa del Corregidor
    Fonte: Jordan Israel / Wikimedia Commons / CC BY-SA 4.0

    Também situada na Plaza de Armas, La Casa del Corregidor é uma das construções mais antigas da cidade, aberta à visitação diariamente, entre as 9h e 23h.

    A casa se destaca em meio à paisagem com sua pintura amarela, em estilo colonial: é um dos lugares mais fotogênicos do centrinho de Puno.

    Como se isso já não fosse o suficiente para atrair os visitantes, La Casa del Corregidor também abriga um dos melhores cafés da cidade, com boa internet sem fio e várias delícias típicas do Peru esperando por você.

    Museo Municipal Carlos Dryer

    Quando falamos que a Plaza de Armas reúne boa parte das atrações de Puno, você pode acreditar! O Museo Municipal Carlos Dryer é mais um dos pontos turísticos na região!

    Carlos Dryer foi um pintor e colecionador de artes que viveu boa parte de sua vida em Puno: a casa colonial na qual o artista viveu foi transformada no principal museu da cidade.

    Embora seja pequeno, o museu abriga um rico acervo que conta a história da cidade com peças arqueológicas, obras de arte originais e artefatos de diferentes civilizações que ocupavam a região antes da chegada dos espanhóis.

    O museu tem ingressos a 15 soles (preço em maio/2021) e fica aberto a visitação de segunda a sexta, das 9h30 às 19h30.

    Jirón Lima

    Jirón Lima
    Fonte: Art Dino / Flickr / CC BY-SA 2.0

    A Jirón Lima (também conhecida como Calle Lima) é a principal via da cidade, exclusiva para pedestres, que conecta a Plaza de Armas ao mais importante parque local, o Parque Pino. 

    A rua não é muito larga, mas abriga algumas construções coloniais e as principais agências turísticas da cidade, além de lojinhas de artesanato, cafés e restaurantes.

    Vantagens Promo tem as melhores ofertas para você economizar na sua viagem! Encontre cupons e descontos para seguro viagem, hotel, e muito mais! Clique aqui e confira.

    Mirador El Condor

    O Mirador Kuntur Wasi, ou Mirador El Condor, é o principal mirante de Puno, Peru, que oferece vista panorâmica de toda a cidade e do impressionante lago Titicaca.

    O melhor horário para visitar o local é no fim da tarde: localizado em um dos pontos mais altos da cidade, o mirante é o melhor lugar para contemplar o pôr do sol na região.

    Vale a pena pegar um táxi para chegar até a colina: você precisará encarar mais de 600 degraus de uma escadaria íngreme para chegar até o mirador.

    Se você tiver sorte, será possível avistar alguns condores, que dão nome ao mirante, e a principal estátua de Puno, inspirada nos pássaros.

    Cerrito de Huajsapata

    O Cerrito de Huajsapata também oferece vista privilegiada da capital cultural do Peru, dos Andes e da imensidão do lago Titicaca.

    Assim como o Mirador El Condor, o Cerrito de Huajsapata abriga a estátua de Manco Capác, uma das principais lideranças incas, considerado fundador do império.

    Arco Deustua

    Arco Deustua
    Fonte: Jordan Israel / Wikimedia Commons / CC BY-SA 4.0

    O Arco Deustua é um monumento do século XIX erguido em homenagem aos combatentes peruanos falecidos nas batalhas de Junín e Ayacucho, essenciais para a independência do país.

    Apesar de não ser o atrativo mais interessante da cidade, o arco é bonito e fica pertinho do Parque Pino, o que significa que você provavelmente passará pelo local de qualquer forma durante a sua estadia.

    Parque Pino e Candelária

    O Parque Pino, mais parecido com uma praça do que com um parque, é uma construção dos primeiros anos do século XX para celebrar a vida de Dr. Manuel Pino, um dos grandes heróis da Guerra do Pacífico.

    O conflito foi travado entre Chile, Bolívia e Peru no fim do século XIX e culminou em vitória chilena.

    Bem diante do Parque Pino fica a principal igreja da cidade, o Santuário da Virgen de la Candelaria, uma belíssima construção em estilo gótico construída entre os séculos XVII e XVIII.

    A construção está aberta a visitação diariamente, de 7h30 às 12 he de 16h30 às 19h. Aos domingos, o horário de visitação é diferenciado: 6h às 13h e 17h às 18h.

    Anualmente, no mês de fevereiro, o santuário recebe a principal festa do calendário de Puno, um festival dedicado à santa padroeira da cidade que reúne milhares de visitantes.

    Chucuito

    Pertinho de Puno fica a comunidade de Chucuito, antigo endereço do povo Qollasuyo, de origem pré-colombiana.

    O sítio arqueológico abriga o antigo Templo da Fertilidade Inca, um dos lugares mais curiosos do Peru: a construção guarda diversos monumentos em formato fálico.

    Além disso, Chucuito fica próximo ao Hotel Taypikala Lago, que dispõe de restaurante panorâmico com vista do Titicaca e é aberto ao público externo.

    Quantos dias devo ficar em Puno?

    Como a cidade fica localizada a 3.827 metros acima do nível do mar, a época em que você viaja pode fazer toda a diferença na sua experiência em Puno, Peru. 

    A estação mais quente acontece entre outubro e abril, mas não espere encontrar temperaturas altas na região: as máximas nunca passam de 19ºC. Vale a pena viajar de outubro a novembro ou de março a abril, quando chove menos na região.

    O inverno, de junho a agosto, é gelado na cidade, com termômetros entre -6ºC e 0ºC, o que pode piorar o choque provocado pelo ar rarefeito em altitudes elevadas. 

    Para evitar o desconforto físico, reserve alguns dias a mais em Puno para deixar seu corpo se adaptar à altitude sem pressa, respeite seus limites físicos e se mantenha bem-hidratado e alimentado.

    Em casos mais severos, o soroche pode demandar atendimento médico especializado. Por isso, não se esqueça de contratar um bom seguro viagem para a sua estadia: você encontra as melhores coberturas no buscador Seguros Promo.

    Seguro Viagem: América do Sul
    CORIS 30 BASIC +COVID19 CORIS 30 BASIC +COVID19 Assistência médica USD 30.000 Bagagem extraviada USD 1.000 R$ 21/dia*

    Como ir de Puno a Lago Titicaca?

    Para conhecer o icônico Lake Titicaca, Puno, Peru, você poderá contar com o serviço de diversas agências turísticas instaladas no centrinho da cidade, especialmente nos arredores da Jirón Lima.

    A maior parte das empresas oferece tours de dois ou três dias pelo lago, incluindo passagens pelas principais ilhas do Titicaca.

    Se você prefere fazer o passeio com total autonomia, é possível adquirir passagens para embarcações que viajam pelas águas do lago navegável mais alto do mundo no porto das balsas de Puno.

    O que visitar no Lago Titicaca?

    Sem sombra de dúvidas, o lago Titicaca, Puno, Peru, é o maior atrativo turístico da cidade e um dos pontos de interesse mais importantes de toda a América Latina. 

    O lago reúne dezenas de ilhas (41 delas povoadas) na divisa com a Bolívia, onde o viajante pode conhecer um pouco mais das culturas andinas e tradições com séculos de história.

    As ilhas de Uros, Amantaní e Taquile são as mais famosas e reúnem atrativos interessantes, veja só!

    Ilhas Uros

    Ilhas Uros
    Fonte: Pexels

    Também conhecidas como Ilhas Flutuantes, as Ilhas Uros são um lugar diferente de tudo que você já viu: este pequeno arquipélago abriga mais de 80 ilhotas artificiais, feitas de totora, um tipo de junco bastante comum nos arredores do lago.

    As plantas são utilizadas para tudo: desde o chão das ilhas até a construção de casas, barcos, ferramentas, utensílios domésticos e artesanato.

    O passeio, em geral, inclui visita a algumas das ilhas e uma volta pelo lago nas tradicionais embarcações de totora.

    Ilha Amantaní

    Menos badalada que as ilhas flutuantes de Uros e a tradicional Ilha Taquile, a Ilha Amantaní é, provavelmente, o melhor lugar possível para conhecer a fundo a cultura do Lago Titicaca.

    Ali, todos os moradores falam o quéchua, um dos mais importantes e antigos idiomas indígenas latino-americanos.

    Os visitantes são recebidos com pompa e circunstância pelo chefe da ilha e por mulheres vestidas em cores vivas, com xales bordados à mão. 

    A principal atração durante o dia é visitar o cume da ilha, que abriga antigas ruínas incas e oferece vista em 360 graus do Titicaca.

    A trilha é extenuante, então faça a caminhada sem pressa, mantenha-se hidratado e não tente apressar o ritmo da caminhada para não sofrer com o soroche.

    Se você optar por pernoitar em Amantaní, a programação noturna consistirá em um jantar tradicional na residência de uma das famílias que vivem na ilha, com direito a muita música e dança!

    Ilha Taquile

    Situada a cerca de 2h30 de Puno, a Ilha Taquile é uma das maiores do Lago Titicaca, onde o viajante pode ver de perto a cultura tradicional peruana e andina.

    Praticamente todas as pessoas que vivem em Taquile utilizam trajes típicos, com bolsas tradicionais para armazenar folhas de coca (essenciais contra o mal de altitude), gorros coloridos e pompons.

    É possível fazer um passeio guiado pela ilha para conhecer um pouco mais sobre os costumes locais: para desfrutar de uma imersão total nos hábitos de Taquile, que tal passar a noite na ilha?

    Compre suas passagens aéreas com antecedência!

    Que tal conhecer as mais incríveis atrações de Puno, Peru, sem abrir mão da economia? Visite nosso site buscador, Passagens Promo, para encontrar passagens aéreas baratas para qualquer destino do Brasil e do mundo!

    Você só precisa digitar as cidades de origem e destino, selecionar as datas da viagem e escolher a melhor promoção para o seu bolso. 

    O viajante pode simular quantas rotas e datas de viagem desejar para encontrar o momento mais barato para viajar. Não se esqueça de ativar o alerta de preços para receber notificações quando o trecho desejado entrar em promoção!

    Conhecer as riquezas da capital cultural peruana sem comprometer seu bolso? De Promo você pode!


    Continue sua leitura!

    Recomendado para você
    Trujillo: o que fazer ao norte do Peru? Te contamos aqui!

    Trujillo: o que fazer ao norte do Peru? Te contamos aqui!

    Lago Titicaca: O que fazer no mítico lago e arredores?

    Lago Titicaca: O que fazer no mítico lago e arredores?

    Turismo no Peru: tudo que você precisa saber antes de viajar

    Turismo no Peru: tudo que você precisa saber antes de viajar

    Viagem para Machu Picchu: [GUIA] dicas, o que fazer e quando ir

    Viagem para Machu Picchu: [GUIA] dicas, o que fazer e quando ir

    Viajar para o Peru: cidades, moeda, gastronomia e dicas de viagem

    Viajar para o Peru: cidades, moeda, gastronomia e dicas de viagem

    Cusco no Peru: quando ir, informações, dicas de turismo e passeios

    Cusco no Peru: quando ir, informações, dicas de turismo e passeios