Taj Mahal, Índia: guia completo pelo monumento e pela cidade de Agra!

Uma das sete maravilhas do mundo moderno, o Taj Mahal, Índia, é um daqueles lugares indiscutivelmente belos, capaz de atrair milhões de turistas do mundo inteiro todos os anos.

Construído para ser um imponente mausoléu em nome do amor, o monumento em mármore branco, revestido por pedras preciosas, é a principal atração da cidade de Agra, mas definitivamente não é a única.

Neste artigo, vamos contar tudo que você precisa saber para planejar uma viagem inesquecível: o que ver em Agra, a história do mausoléu mais famoso do mundo e dicas para aproveitar ao máximo a sua estadia. Vamos lá!

Não perca promoções de passagens aéreas no nosso buscador neste link!

Taj Mahal, Índia: roteiro para aproveitar os dias em Agra!

Quando a ONG suíça New Open World Corporation abriu consulta popular para definir as sete maravilhas do mundo moderno, entre 2000 e 2007, teve início uma verdadeira batalha entre monumentos espalhados pelo planeta.

Milhões de votos foram contabilizados por telefone e pela internet, dividindo a opinião popular entre lugares icônicos, como o Cristo Redento, as ruínas de Petra, na Jordânia, os sítios arqueológicos de Chichén Itzá e Machu Picchu, entre outros.

De todas as opções que poderiam ser votadas, nenhuma teve tanta unanimidade quanto o mais famoso monumento de Agra, Índia: o Taj Mahal. E não é difícil entender por quê.

Em meio à paisagem caótica de uma cidade com mais de 1,5 milhão de habitantes, a construção branca se destaca diante de um imenso espelho d’água com seus quatro minaretes e o grande domo revestido por pedras preciosas.

Mas muito se engana quem pensa que Agra só tem o Taj Mahal a oferecer. Disputada entre paquistaneses e indianos ao longo de séculos, a cidade mistura os mais diferentes estilos arquitetônicos e guarda uma histórica rica.

Onde fica o Taj Mahal?

Onde fica o Taj Mahal?
Fonte: Pixabay

A localização de Taj Mahal, na Índia, é um dos principais atrativos da construção: o mausoléu fica a apenas 200 km da capital, Nova Délhi, onde está o principal aeroporto do país.

O restante do trajeto até Agra pode ser feito de carro, ônibus ou trem: se você decidir viajar pelos trilhos, dê preferência à classe 2A (AC two tier) e evite comprar passagem na categoria “sleeper”.

A estação ferroviária New Delhi (NDLS), conectada ao aeroporto internacional da capital indiana, opera linhas de trem até as estações Agra Cantt (AGC) ou Agra Fort (AF).

Agra tem um pequeno aeroporto militar, mas não é fácil encontrar voos comerciais até a cidade: a Air India, a IndiGo e a Zoom Air oferece trechos a partir de Jaipur, Bangalore e Délhi, entre outras cidades, mas a oferta é limitada a alguns períodos do ano.

Mapa

Na hora de planejar uma viagem inesquecível por Agra, vale a pena conhecer a cidade antecipadamente e se informar sobre as atrações que deseja incluir em seu roteiro. Confira no mapa: Taj Mahal, Índia!

Taj Mahal, Índia: história e curiosidades

Embora a construção seja, por si só, uma grande obra-prima, existem alguns detalhes e curiosidades sobre o Taj Mahal, Índia, que tornam a atração ainda mais surpreendente. Veja só!

História 

História Taj Mahal
Fonte: Pxhere / CC0

O Taj Mahal, Agra, Índia, foi construído entre os anos de 1632 e 1652 por ordem do imperador Shah Jahan, do Império Mogol, que dominou quase todo o subcontinente da Índia até o século XVIII.

O governante morreu poucos anos depois da conclusão da obra, em 1666, antes de dar prosseguimento ao restante do projeto.

Reza a lenda que Shah Jahan queria construir uma réplica do Taj Mahal em mármore preto, em vez de branco, na margem oposta do rio Yamuna para concluir seu projeto arquitetônico.

Com a morte do imperador, seu filho e sucessor arquivou a ideia, o projeto acabou esquecido e o Taj Mahal, Índia, pôde manter seu caráter de exclusividade.

Para que o Taj Mahal foi construído?

Os estudiosos estimam que a obra tenha custado mais de 50 milhões de rúpias à época, o que daria mais de US$ 1,5 bilhão na cotação mais recente (abril/2021). Mas, afinal de contas, para que serviu todo esse investimento?

Ou melhor, quem foi enterrado no Taj Mahal?

O homem mais poderoso do norte da Índia no século XVII ordenou a obra em nome do amor!

Shah Jahan quis honrar a memória de sua esposa preferida, Aryumand Banu Begam, que morreu durante o trabalho de parto do 14º filho do casal, em 1630, ou seja, dois anos antes do início das obras.

A imperatriz era carinhosamente chamada pelo marido de Muntaz Mahal, a “jóia do palácio”, o que inspirou o nome da construção, considerada até hoje uma das maiores provas de amor e saudade do mundo.

Passagens com desconto clique aqui

Você pode conhecer o belíssimo Taj Mahal, Índia, sem comprometer o seu bolso. O país é relativamente barato para turismo e você pode contar com nossa plataforma de busca, Passagens Promo, para garantir suas passagens aéreas mais baratas.

Basta digitar as cidades de origem e destino, selecionar as datas de ida e volta, e pronto: nosso site te mostra as promoções mais imperdíveis para a sua viagem!

Você ainda pode ativar o alerta de preços para receber notificações via e-mail sempre que o trecho desejado sofrer alteração de valor.

Taj Mahal, Índia: arquitetura e interior

O Taj Mahal, Índia, é considerado uma obra-prima arquitetônica. Erguer um palácio tão monumental, porém, exigiu um esforço de guerra por parte do Império Mogol.

Mais de 20 mil homens e 1.000 elefantes trabalharam dia e noite por quase 20 anos até a conclusão da obra.

Mesmo tendo ocorrido há quase 400 anos, a construção contou com cálculos de engenharia absolutamente precisos: os quatro lados do palácio são idênticos nos mínimos detalhes e as paredes externas são cobertas por ensinamentos do Alcorão.

O trabalho incessante deu resultado e impressiona até hoje: o mármore branco utilizado na obra é tão puro que o palácio “muda de cor” a depender a hora do dia. 

Durante as manhãs, as paredes têm tons rosados, enquanto no entardecer o monumento parece feito de ouro!

O complexo arquitetônico inclui, ainda, outras duas construções: uma mesquita e uma réplica em escala reduzida do próprio Taj Mahal!

O que fazer em Agra: a cidade do Taj Mahal, Índia

O que fazer em Agra: a cidade do Taj Mahal, Índia
Fonte: Pexels

Por si só, o Taj Mahal, Índia, já faz valer a pena a sua visita a Agra. No entanto, para a alegria dos visitantes, essa vibrante cidade indiana reserva muitas outras atrações incríveis. Confira o que fazer na região!

Forte de Agra

Ao lado do Taj Mahal, o Forte de Agra é uma das principais construções da cidade, destacando-se no horizonte com seu estilo arquitetônico árabe e dois belos minaretes.

Embora não tenha sido construída em mármore, como o vizinho famoso, a fortaleza também se sobressai na paisagem local: conhecida como Forte Vermelho, a construção foi feita completamente em arenito vermelho.

A fortaleza serviu de residência oficial para o imperador Shah Jahan e sua família, motivo pelo qual oferece vista privilegiada do Taj Mahal: uma exigência do governante para ter sempre à vista o mausoléu em homenagem à esposa falecida.

Fatehpur Sikri

Fatehpur Sikri.
Fonte: Pixabay

Localizada a apenas 30 km de Agra, Fatehpur Sikri é uma cidade-fantasma que pode ser considerada um imenso museu a céu aberto.

A cidade foi construída totalmente em arenito vermelho, assim como o Forte de Agra, em meados do século XVI, mas acabou abandonada pela escassez de água na região.

Vale a pena visitar Fatehpur Sikri para conhecer a arquitetura imperial indiana, visitar espaços frequentados pelas elites do país no passado e encher o álbum de viagem com fotos incríveis!

Mehtab Magh

Como toda cidade com forte herança muçulmana, Agra é um paraíso para quem gosta de jardins: o mais importante da cidade é Mehtab Magh.

O jardim foi construído conforme as leis do Alcorão para se tornar ponto de encontro da elite local: a inauguração aconteceu no mesmo ano em que o Taj Mahal foi concluído, 1652.

Também conhecido como “jardim da luz da lua”, o Mehtab Magh oferece vista panorâmica do palácio: durante as noites de lua cheia, o Taj Mahal se reflete nas águas das fontes do jardim, criando uma imagem impressionante!

Itimad-ud-Daulah

Itimad-ud-Daulah
Fonte: Airunp / Wikimedia Commons / CC BY-SA 3.0

O Taj Mahal, Índia, é o mausoléu em mármore branco mais importante da Índia (e, possivelmente, do mundo), mas não é o único, nem mesmo o mais antigo: esses títulos pertencem ao Itimad-ud-Daulah.

O palácio começou a ser construído 10 anos antes do início das obras do Taj Mahal com uma finalidade: guardar os restos mortais dos pais da imperatriz Nurjahan, tia de Muntaz Mahal, a rainha homenageada na mais famosa obra indiana.

Há até quem diga que o Itimad-ud-Daulah foi a grande inspiração para a construção do Taj Mahal: verdade ou não, o mausoléu menos famoso também merece a sua visita!

Mausoléu de Akbar

Localizado em Sikandra, na periferia de Agra, o Mausoléu de Akbar é uma das obras-primas arquitetônicas da Índia, inaugurado em 1613 para abrigar os restos mortais do imperador Akbar, o Grande.

Assim como o Forte de Agra e a cidade-fantasma de Fatehpur Sikri, o mausoléu foi feito inteiramente com arenito vermelho, mas o acabamento com mármores branco, preto e cinza deu à obra uma fachada diferente e belíssima.

A construção fica protegida por muralhas e portões em mármore branco, com minaretes que serviram de inspiração para a construção do Taj Mahal.

Quantos dias ficar em Agra?

Como deu para perceber, a cidade do Taj Mahal, Índia, reúne atrações incríveis. Conhecer os atrativos mais famosos, porém, requer organização e planejamento.

Afinal, o palácio é uma obra que merece ser contemplada com calma e paciência, sobretudo porque está sempre lotado, não importa o horário da sua visita.

Com um bom roteiro de viagem em mãos, você conseguirá visitar sem pressa os principais pontos turísticos em dois dias. Caso você esteja considerando apenas um bate-volta a partir de Nova Délhi, porém, será necessário deixar de fora alguns atrativos.

Sugestão de roteiro Triângulo Dourado Índia

Sugestão de roteiro triângulo dourado Índia
Fonte: Wirestock / Freepik

A cidade de Agra, onde fica o Taj Mahal, Índia, fica próxima à capital, Nova Délhi, e à cidade de Jaipur, formando o principal roteiro turístico pelo país, conhecido como Triângulo Dourado.

O deslocamento entre as três principais cidades turísticas do pode ser feito de carro, ônibus ou trem: pode valer a pena contratar um motorista particular para fazer o trajeto entre as três cidades.

Confira o que visitar no roteiro Triângulo Dourado!

Délhi

Lar de quase 19 milhões de pessoas, Nova Délhi (ou simplesmente Délhi) é uma cidade vibrante, caótica e apaixonante.

Você precisará de pelo menos dois dias para conhecer as principais atrações: várias agências turísticas locais oferecem tours guiados pela capital indiana, uma das maneiras mais eficientes de conhecer muitos atrativos em pouco tempo.

Aproveite sua visita para conhecer os mais belos templos hindus e jainistas da cidade, não deixe de fazer um passeio nos tradicionais tuk tuks e visite os animados mercados de Chandni Chowk, Rajpath e Rashtrapati Bhavan.

Agra

Depois de Nova Délhi, chegou a hora de conhecer a cidade do Taj Mahal, Índia: Agra.

Logo no caminho entre as duas cidades está um dos principais pontos turísticos do país, o Templo Sri Krishna Janmabhoomi, apontado pela tradição hindu como o local de nascimento do deus Krishna.

Em Agra, o “irmão mais velho” do Taj Mahal, o mausoléu de Itmad-ud-Daula, não pode ficar fora do seu roteiro, bem como o jardim Mehtab Bagh e o Forte Vermelho.

Ao deixar a cidade, no caminho para Jaipur, faça uma visita à cidade-fantasma de Fatehpur Sikri.

Jaipur

A última parada da rota Triângulo Dourado é a cidade de Jaipur, também conhecida como Cidade Rosa do Rajastão, antiga capital do império mogol.

Tombada como Patrimônio Mundial pela Unesco, a cidade é o endereço do City Palace, que abriga a família real indiana desde o século XVIII. 

Aproveite sua visita para conhecer o observatório Mantra Yantra, o palácio Hawa Mahal e o Albert Hall Museum, que guarda um rico acervo de arte hindu.

Por fim, não termine sua viagem sem conhecer os bazares locais, como o Johri Bazar e o Bapu Bazar, além do mercado de rua M.I.Road Vyapar Mandal.

Para contemplar o pôr do sol mais bonito da Índia, inclua o Nahargarh Fort em seu roteiro de viagem.

Compre agora mesmo suas passagens aéreas

Que tal começar a planejar sua viagem para conhecer o Taj Mahal, Índia, agora mesmo, sem sair de casa?

Visite nosso site de buscas, Passagens Promo, para fazer cotação de passagens aéreas baratas e encontrar a melhor oferta para viajar com economia!

Lembre-se de ativar o alerta de preços para receber notificações quando o destino desejado entrar em promoção.

Confira nosso blog para conhecer mais sobre os principais destinos turísticos do mundo e não se esqueça de seguir as redes sociais do Passagens Promo para ficar por dentro de todas as novidades!

Visitar uma das sete maravilhas do mundo moderno com economia? De Promo você pode!

Recomendado para você
Cidades da Índia: 11 destinos incríveis para conhecer pelo país

Cidades da Índia: 11 destinos incríveis para conhecer pelo país