Vinícolas em Gramado: 10 destinos para conhecer no sul do país

Conhecer as vinícolas em Gramado, um dos destinos mais procurados da Serra Gaúcha, especialmente no inverno, é uma das atrações que a cidade oferece e que muitas vezes passa despercebida pelos turistas. 

Toda a fama das melhores vinícolas da região acaba ficando para Bento Gonçalves, Garibaldi e Monte Belo do Sul, municípios que compõem o chamado Vale dos Vinhedos. 

Em Gramado, conhecida pelo show de luzes no Natal e pelas hortênsias que embelezam suas paisagens, você encontrará excelentes opções onde degustar bons vinhos e tornar a experiência da viagem mais prazerosa.

Busque e compare as melhores passagens aéreas aqui, neste link!

Vinícolas em Gramado: quais conhecer?

Unir o clima frio das Serras Gaúchas com a paisagem encantadora, além da gastronomia de dar água na boca é uma excelente combinação para apreciar um ótimo vinho. 

Gramado, apesar de não estar inclusa entre as cidades do Vale dos Vinhedos, apresenta opções que você não deve deixar de conhecer. 

Está em dúvida sobre quais vinícolas visitar em Gramado? Continua lendo este texto que nós vamos te contar.

Para começar, é indispensável conhecer a Vinícola Ravanello, onde é produzida uma linha restrita de vinhos finos, com foco na qualidade.

Você verá logo na entrada que este é um lugar com profundas ligações com a Itália, desde a arquitetura ao plantio da uva.

Nas vinícolas Casa Seganfredo e Stopassola, você poderá fazer uma visita mais intimista enquanto conhece os detalhes da produção das bebidas.

Outra pedida certeira para os amantes do vinho é a Masotti, que está em atividade desde a década de 30 e cujo tour revela como o vinho virou tradição familiar nesta casa.

Qual a melhor época para conhecer as vinícolas em Gramado?

Vinícolas em Gramado: melhor época
Fonte: Pxhere

Se você deseja conhecer e experimentar os vinhos feitos em Gramado e busca o melhor momento do ano para este passeio, saiba que não há uma época melhor ou pior para esta atração. 

A partir de maio, quando estamos no outono, e durante todo o inverno, o clima ameno e aconchegante harmoniza bem com um vinho. 

Ótimo momento para você degustar a bebida nas principais casas da cidade gaúcha. 

Em agosto, é quando tem início a poda das parreiras. Quem escolher os últimos meses do ano, ou o mês de janeiro, vai encontrar uma bela paisagem, com os cachos de uvas ficando cada vez mais cheios.

no fim do verão, entre fevereiro e março, é quando acontece a vindima, o período das colheitas, e algumas vinícolas poderão incluir este momento no tour pelas propriedades.

Como é o passeio pelas vinícolas em Gramado?

As vinícolas em Gramado são responsáveis pela produção de excelentes rótulos vendidos pelo Brasil. E os apaixonados pela cultura dos vinhos podem se aprofundar neste processo em um passeio pelas casas. 

Na companhia de um enólogo ou alguém ligado ao processo de fabricação, os visitantes conhecem cada detalhe desde o plantio e a colheita até os métodos utilizados durante a produção.

Geralmente, o passeio termina com a degustação de alguns dos rótulos das casas, momento muito esperado pelo paladar dos visitantes.

Você poderá também adquirir garrafas da bebida nas próprias vinícolas ou em espaços dedicados à venda.

Algumas casas têm bares em suas instalações, sendo possível consumir outros vinhos no local.

Há lugares ótimos para se pensar em uma lua de mel em Gramado!

Atrações turísticas em Gramado

Visitar as vinícolas de Gramado e região é uma das atrações turísticas que a cidade gaúcha oferece. Entretanto, há ainda muito o que ver e o que fazer tanto em Gramado quanto em Canela.

A Rua Coberta, localizada no centro da cidade, oferece várias opções de lojas, restaurantes e cafés, além de eventos culturais — é lá, por exemplo, que acontece o Festival de Cinema de Gramado.

Há opções de entretenimento para se divertir com a família, principalmente se você estiver acompanhado de crianças. 

O Mini-Mundo, com a réplica de uma cidade em miniatura, o Zoológico de Gramado e a Snowland, um complexo de patinação no gelo.

Como fazer o passeio de Maria Fumaça em Gramado?

Vinícolas em Gramado: Passeio de Maria Fumaça
Fonte: Pixabay

Se você quer uma experiência inesquecível ao passear pelas Serras Gaúchas, não deixe de fazer o passeio de Maria Fumaça entre as cidades de Bento Gonçalves e Carlos Barbosa.

Quem está em Gramado pode contratar o passeio por empresas privadas, que oferecem o transporte, ou encarar cerca de 2 horas de viagem até uma das duas cidades de onde o trem parte.

Dentro da locomotiva, o público percorrerá 23 quilômetros de um cenário bucólico de paisagens por todos os lados

Mas o entretenimento real, além do próprio passeio, estará dentro dos vagões, por aproximadamente duas horas.

É que diversas atrações acontecem à bordo da Maria Fumaça, como shows, atividades e encenações ligadas à música italiana e à cultura gaúcha.

Além disso, você poderá degustar vinhos, espumantes e sucos de uva durante o trajeto e na parada em Garibaldi. Vale alertar que na alta temporada, esse é um dos passeios mais concorridos.

Não marque bobeira e compre antecipadamente seu bilhete — que também dá direito à Epopéia Italiana, que conta a história da imigração italiana para o Brasil.

Está gostando do conteúdo?
Receba as melhores dicas de viagens no seu e-mail!

Fique tranquilo, não enviamos spam!

E-mail cadastrado com sucesso!
A partir de agora, você receberá as melhores
dicas de viagem diretamente no seu e-mail!

Como chegar em Gramado?

Mesmo sendo um destino muito visado, principalmente na alta temporada, Gramado não dispõe de aeroporto. 

Para quem viaja de outros estados, principalmente de fora da região Sul, as opções de voos são até Porto Alegre, cujo aeroporto apresenta melhor estrutura, ou Caxias do Sul, que fica mais próxima da cidade. 

Seja qual for a sua escolha para desembarque, o restante do trajeto pode ser feito de carro, caso você opte pela locação de um veículo, ou ônibus.

Gramado está a 125 quilômetros da capital gaúcha e 70 quilômetros de Caxias do Sul. 

Passagens aéreas para Gramado

Economizar ao máximo em uma viagem é algo que todo mundo gosta, certo?

Sabemos que as passagens aéreas costumam consumir boa parte do orçamento, por isso, nada melhor do que comprá-las antecipadamente e pesquisar bem pelos melhores preços.

Pelo nosso site Passagens Promo, você poderá comparar as ofertas de voos de diferentes companhias aéreas para o seu destino e encontrar os preços mais baratos para a sua viagem.

Passagens aéreas para visitar Gramado!
Passagens aéreas saindo de
Passagens aéreas até 30% mais baratas Encontre sua promo ⇾

Cadastre-se no nosso alerta de preços para receber as melhores promoções e descontos e poupar o seu dinheiro na hora de viajar. 

Quais vinícolas visitar em Gramado?

Você já está sabendo que Gramado tem vinícolas que poderão te surpreender e acrescentar mais sabor ao seu passeio pela Serra Gaúcha e Vale dos Vinhedos, não é mesmo? 

Listamos a seguir as quatro principais casas na cidade das luzes que merecem sua visita neste passeio pelos vinhos gaúchos.

Vinícola Ravanello

No seu passeio pelas vinícolas de Gramado, não deixe de separar um tempo para conhecer a Ravanello, uma parada obrigatória para os paladares mais refinados. 

Esta vinícola boutique tem o foco voltado para a qualidade, tanto que são produzidos no máximo 50 mil litros de vinhos finos por ano nesta casa.

Logo na chegada, você encontrará uma arquitetura do melhor estilo presente na região da Toscana, da Itália. Por falar no país europeu, as mudas para o parreiral foram trazidas de lá.

Após conhecer a história da vinícola e apreciar os parreirais do lado externo, a visita segue para o interior da vinícola.

É lá que os detalhes da fabricação dos produtos são contados em meio à degustação de três variedades de vinhos e espumantes.

Ao final da visita à Ravanello, é possível comprar qualquer um dos rótulos feitos na casa em uma lojinha da marca.

Os passeios, no valor de R$ 50 por pessoa, acontecem de segunda-feira ao sábado, em cinco horários diferentes (10h, 11h, 14h, 15h e 16h). Não é necessário marcar a visita. Basta chegar um pouco mais cedo! 

Vinícola Masotti

Vinícolas em Gramado
Fonte: Pxhere

Vinho é uma tradição familiar na Vinícola Masotti. Prova disso é que esta casa tem suas origens no ano de 1931 e contar a sua história é descrever a trajetória da família em Gramado. 

O tour por essa vinícola costuma ser conduzido pelo anfitrião, o senhor Masotti. 

Durante o passeio, ele te levará ao início de tudo, desde a máquina para produção de vinho artesanal recebido pelo seu avô como prêmio, até os detalhes da produção dos rótulos da casa.

Ao final da visita, claro, os convidados participam de uma degustação que inclui não só os vinhos, mas também sucos que são o carro chefe da Masotti.

É possível ainda adquirir garrafas de vinhos, sucos e até potes de geleia no fim do passeio.

As visitas na Vinícola Masotti vão de segunda a sábado, das 9 às 16 horas, em intervalos de uma hora. Nos domingos, também de hora em hora, as visitas iniciam às 10h30 e se encerram às 15h30. 

Vinícola Casa Seganfredo

Se um bom vinho harmoniza com uma bela paisagem, a Casa Seganfredo apresenta credenciais pra lá de especiais para conquistar os amantes da bebida.

Esta vinícola está localizada a oito quilômetros de Gramado, em uma região com vista para os vales e paisagens bucólicas. 

Além disso, a boutique tem a sua produção concentrada na qualidade do produto que será servido nas taças antes de ser saboreado.

Na Seganfredo, você terá uma visita bem intimista, guiada pelo sommelier da casa. As uvas que viram o vinho nesta produtora são trazidas da Itália para serem plantadas aqui.

A visita trará explicações sobre a produção da bebida com atenção aos detalhes, como as técnicas empregadas em cada tipo de vinho e a qualidade das uvas. 

Ao final, aquela degustação para não deixar ninguém com vontade: vinhos, espumantes e um delicioso suco de uva produzido na Seganfredo.

Para conhecer a casa, você deve agendar a visita. O valor é de R$ 40 por visitante.

Vinícola Stopassola

Outra vinícola que vai oferecer uma experiência bem intimista é a Stopassola, uma vinícola familiar com bela vista para o meio ambiente, com lagos e flores para embelezar a região.

As uvas produzidas no próprio terreno da família — e que você poderá experimentar durante a visita — dão origem a uma variedade de vinhos secos e suaves, tintos e brancos, finos ou comum. 

Um membro da família Stopassola é responsável por conduzir a visita e contar sobre o processo, da colheita das uvas ao engarrafamento da bebida. No fim, a tradicional degustação das bebidas da casa. 

Para não perder viagem, você pode conhecer a Stopassola e a Ravanello no mesmo dia, já que as duas vinícolas estão localizadas próximas uma da outra.

É preciso agendar o horário da sua visita. A Vinícola Stopassola funciona diariamente, pela manhã e à tarde. 

Afinal, qual é a melhor vinícola para visitar em Gramado?

Melhor Vinícola em Gramado
Fonte: Pxhere

Se você é amante do vinho, certamente vai ficar satisfeito com todos estes passeios pelas vinícolas no turismo em Gramado. Mas a pergunta é inevitável: qual a melhor vinícola para visitar em Gramado?

A Ravanello é apontada por muitos como a casa que produz os melhores vinhos. De fato, o foco da boutique é na qualidade dos seus rótulos, o que significa menos quantidade.

Se você quer agradar o seu paladar, aqui é a melhor escolha. Mas se você quer experimentar diferentes tipos e sabores, poderá ser mais feliz nos outros passeios e encontrar maior variedade da bebida.

Hotel com 5% de desconto com o cupom VAIDEPROMO5! Economia e conforto para você aproveitar muito mais a sua viagem. Confira clicando aqui.

Aproveite para conhecer a região do Vale dos Vinhedos

Quem está viajando por Gramado ou cidades da região e se interessa pelos passeios nas vinícolas costuma incluir um outro destino no roteiro: o Vale dos Vinhedos.

A região é conhecida pelas principais casas produtoras de vinho do Brasil e abrange as cidades de Bento Gonçalves, Garibaldi e Monte Belo do Sul.

O passeio por estas vinícolas é muito recomendado e um dos principais atrativos da região. 

É possível passar um dia inteiro entre as casas, mas o ideal seria passar a noite em uma das cidades e conhecer sem pressa as produtoras mais famosas da Serra Gaúcha.

Como fazer o passeio pelo Vale dos Vinhedos a partir de Gramado?

Vale dos Vinhedos
Fonte: Lidyanne Aquino, via Flickr

Gramado está distante de Bento Gonçalves por aproximadamente 120 quilômetros. 

Portanto é totalmente possível chegar até a maior cidade do Vale dos Vinhedos de carro e uma excelente opção se você vai se hospedar e passar a noite por lá.

Muitos turistas que estão na cidade das luzes optam também por comprar pacotes oferecidos pelas agências de viagem para percorrer a Rota dos Vinhedos.

Há ainda uma terceira opção: fazer o Circuito dos Vinhos. Um transporte circular, geralmente uma van, busca os turistas nos hotéis e percorre cerca de 20 vinícolas.

Você escolhe em qual vai desembarcar a fazer a sua visita!

Hotel com 5% de desconto com o cupom VAIDEPROMO5! Economia e conforto para você aproveitar muito mais a sua viagem. Confira clicando aqui.

Quais são as melhores vinícolas do Vale dos Vinhedos?

Antes de mais nada, como aqui estão as melhores vinícolas da região, você pode esperar por uma experiência mais completa durante a sua jornada. 

Entre os “mimos” oferecidos pelas vinícolas, você encontrará vídeos, recepção a caráter, degustações às cegas e outras formas de entretenimento por estas casas.

A principal rota de vinho da região parte de Bento Gonçalves. É a RS 444, conhecida assim pelo nome da rodovia onde está localizada. Por aqui, você visitará a Almaúnica, Pizzato e Don Laurindo, entre outras. 

Mas talvez a principal casa de vinhos da região não esteja neste percurso. É a famosa Casa Valduga, que atrai muitos turistas e certamente merece sua atenção.

Veja abaixo um pouco sobre as vinícolas do Vale dos Vinhedos que você não deve deixar fora do seu roteiro.

Casa Valduga

A infraestrutura para a produção de vinhos e o volume de visitantes mostra de cara que a Casa Valduga se destaca das pequenas produções familiares encontradas na região.

Esta vinícola, de 1992, é considerada o primeiro Complexo Enoturístico do Brasil. Aqui, os processos são todos mecanizados. Até mesmo a separação das uvas é pautada na tecnologia.

Uma curiosidade sobre a Valduga é que a casa tem uma cave subterrânea com capacidade para armazenar mais de 6 milhões de garrafas. Só por aí dá para ter uma ideia do grande volume de produção.

Além da vinícola, há um restaurante e uma pousada com linda vista para os parreirais no complexo. 

As visitas acontecem de hora em hora, de segunda à sábado das 9h30 às 16h30. Nos domingos das 9h30 às 15h30. Os grupos de visitantes podem ter no máximo 30 pessoas.

Vinícola Almaúnica

A Almaúnica também se destaca por uma estrutura moderna para produzir os seus vinhos. E daqui saem rótulos de muita qualidade, como o tinto Reserva Syrah.

Para chegar ao prédio onde funciona a vinícola, você já encara uma bela paisagem, com uma estradinha que corta os parreirais à frente da casa.

O volume de produção é limitado, cerca de 60 mil garrafas por ano. A visita também é bem curtinha e gratuita, focada mais no processo de produção.

Para participar da degustação ao final da visita, aí sim é hora de desembolsar um valor que dependerá dos rótulos que você escolher. 

Aberta para visitação de segunda à sábado, nos horários das 10h30 e 15h30.

Vinícola Cave Geisse

Especializada na produção principalmente de espumantes, a Cave Geisse vai oferecer uma experiência diferente em que o tour oferecerá maior compreensão dos métodos de produção desta bebida.

A casa foi fundada pelo enólogo chileno Mario Geisse, que veio para o Brasil para trabalhar na produção de vinhos. 

Um dos destaques desta vinícola é a belíssima área externa onde os visitantes são convidados a degustar um dos produtos da casa.

O passeio guiado tem duração aproximada de 1h30 e é necessário agendamento para a visita.

Vinícola Pizzato

Vinícola Pizzato
Fonte: Ana Raquel S. Hernandes, via Flickr

A Pizzato é uma das casas mais premiadas da região e reconhecida pela excelência do seu Merlot, credenciais suficientes para validar o tour neste vinícola.

Desde o fim da década de 60, a família iniciou no cultivo de uvas, mas somente em 1998 que teve início a produção de vinhos finos para serem vendidos.

Além do ambiente familiar, você conhecerá os detalhes da produção e da evolução de alguns rótulos da Pizzato.

No esperado momento da degustação, são oferecidos queijos e tábua de frios para harmonizar com os vinhos.

A visita à Vinícola Pizzato, no valor de R$ 20, acontece diariamente, das 10h às 17h. 

Vinícola Angheben

Reconhecida pelo ambiente acolhedor, a vinícola Angheben é outra produção familia e ideal para visitantes curiosos em se aprofundar no processo de produção e na história da região.

Os anfitriões recebem pessoalmente os participantes do tour e os convidam a entender o funcionamento desta casa especializada em vinhos finos de grande expressão.

Chama a atenção a aposta em tipos diferentes de uvas como matéria-prima dos seus vinhos. A Angheben possui uma linha feita a partir das uvas Barbera e Teroldego, menos conhecidas na região.

As visitas podem ser feitas de segunda à sábado, entre 9h e 17h. Visitantes pagam R$ 30 para provar os vinhos.

Vinícola Don Laurindo

Outra casa de produção familiar, responsável por um “vinho de gerações”, a Don Laurindo é uma vinícola que impressiona logo de cara pela beleza dos seus parreirais.

Aliás, se você visitar esta casa na época em que as uvas estão maduras, poderá experimentá-las direto do cacho. Uma experiência valiosa e que agrada quem passa pela Don Laurindo.

Depois de reformas, o lugar ganhou um wine bar, local de bela vista onde você poderá permanecer após saber a história da vinícola e os detalhes sobre a produção, com visita às caves onde a bebida é guardada. 

Na degustação, além de rótulos que estão entre os melhores da Don Laurindo, é servida uma tábua de frios para acompanhar o momento.

A Vinícola Don Laurindo está aberta para visitação diariamente, com horários diferentes nos finais de semana. Para grupos acima de 10 pessoas, é recomendado um agendamento prévio.

Cotação passagens aéreas para Gramado

Agora que você já sabe quais vinícolas em Gramado deve conhecer, chegou a hora de preparar a sua viagem para um dos mais belos e aconchegantes cenários das Serras Gaúchas.

E para economizar, não deixe de utilizar o site Passagens Promo para comparar os trechos aéreos e encontrar as melhores promoções e preços de voos para este destino. 

Melhores passagens para sua viagem às vinícolas de Gramado!
Passagens aéreas saindo de
Passagens aéreas até 30% mais baratas Encontre sua promo ⇾

Quer conhecer as vinícolas em Gramado com economia? De Promo você pode!

Recomendado para você
Pontos turísticos Gramado: 11 atrações para conhecer na cidade

Pontos turísticos Gramado: 11 atrações para conhecer na cidade

Lua de mel em Gramado: dicas para curtir a cidade a dois

Lua de mel em Gramado: dicas para curtir a cidade a dois

O que fazer em Gramado e Canela: 15 lugares turísticos inesquecíveis

O que fazer em Gramado e Canela: 15 lugares turísticos inesquecíveis